Big Man Japan © Spamflix

Spamflix | Cinema japonês de culto à distância de um clique

[tps_header]

Se gostas de cinema japonês e estás sempre à procura de novos filmes para ver então descobre os títulos disponíveis na plataforma Spamflix!

A Spamflix é uma plataforma de streaming de filmes de culto que permite o aluguer das obras por um período de 72 horas sem a necessidade de uma subscrição mensal. O custo de aluguer é de três euros por filme e ele pode ser visto tanto no computador como nos dispositivos móveis, através da recém lançada app. Apelidada de “a Netflix dos fãs de filmes culto”, o catálogo da Spamflix reúne filmes raros e pouco vistos que, apesar de aclamados em festivais de cinema, não conseguiram distribuição internacional. Esta é a seleção dedicada às obras japonesas!

[/tps_header]

Lê Também:   Ganha vouchers Spamflix | Passatempo MHD

THE SION SONO (2016)

the sion sono spamflix
© Spamflix

Realizado por Arata Oshima (o filho de Nagisa Oshima), “Jônetsu tairiku Presents Sono Shion to iu ikimono” é um documentário sobre Sion Sono, um cineasta controverso e bem viajado pelos festivais de Cannes, Berlim e Veneza, entre muitos outros. O título segue o realizador enquanto este trabalha em “Hiso hiso Boshi” (ou “The Whispering Star”), obra que estreou no Toronto International Film Festival, mostrando momentos de inspiração mas também de ansiedade, revelando um pouco do processo criativo de Sono.


THE WHISPERING STAR (2015)

spamflix the whispering star
© Spamflix

Como não poderia deixar de ser, a Spamflix disponibiliza ainda o próprio “Hiso Hiso Boshi“, um filme sobre uma android que entrega encomendas pela galáxia enquanto contempla o que é ser humano.


KATARIBE (2014) & CHI O SU NENDO (2017)

the abcs of death 2 spamflix
© Spamflix

“Kataribe” de Hajime Ohata e “Chi o Su Nendo” de Soichi Umezawa são duas curtas-metragens que fazem parte da antologia de terror “The ABCs of Death 2“, editada em 2014 e composta por 26 obras, apresentadas ao público em quatro festivais internacionais.


SYMBOL (2009)

symbol spamflix
© Spamflix

Hitoshi Matsumoto traz-nos “Shinboru“, um filme nonsense sobre um homem que acorda num quarto vazio com botões. Para ter o que precisa, ele tem de carregar nos botões certos. Apresentada no TIFF, no Rotterdam Film Festival, no Warsaw Film Festival, e no Busan Film Festival, a obra é indispensável aos cinéfilos que procuram uma experiência diferente.


SCABBARD SAMURAI (2010)

scabbard samurai spamflix
© Spamflix

Saya-Zamurai“, também de Hitoshi Matsumoto, conta-nos a história de Kanjuro Nomi, um samurai sem senhor e sem espada que é incumbido de alcançar “O Feito dos Trinta Dias” para se redimir e trazer de volta o sorriso do jovem imperador, triste desde a morte da sua mãe. Ele tem trinta dias para cumprir a sua missão, e sair livre, ou terá de cometer seppuku. Ao seu lado está a sua única filha, Tae.


BIG MAN JAPAN (2007)

big man japan 1
© Spamflix

Sim! Hitoshi Matsumoto regressa a este artigo com um último filme completamente louco, “Dai-Nihonjin“. Nele um homem que vive numa casa decrépita de Tokyo transforma-se num gigante para defender o Japão de outras criaturas gigantes!

Lê Também:   The Dawn of Kaiju Eiga | Entrevista exclusiva a Jonathan Bellés

RED LINE CROSSING (2017)

red line crossing
© Spamflix

Inspirado numa história real, “Red Line Crossing” leva-nos a uma escola atormentada pela presença de uma estudante capaz de levar todos à loucura. A obra esteve no Japan Film Fest Hamburg e é realizada por Shugo Fujii.


MIMICRY FREAKS (2019)

mimicry freaks
© Spamflix

Shugo Fujii regressa com “Cho-Gitai Ningen“, baseado no Namahage, um monstro do folclore japonês que persegue um pai, um filho, e um casal de récem-casados. Quanto as duas histórias se juntam, o inesperado acontece.


LOWLIFE LOVE (2015)

lowlife love
© Spamflix

Tetsuo é um realizador que, apesar do sucesso temporário que viveu, se recusa a ir contra a sua integridade artística, acabando por perder o rumo. Um dia ele conhece Minami, uma jovem ingénua que quer ser atriz, e Ken, um jovem com um guião brilhante. Com a ajuda de ambos, Tetsuo pretende relançar a sua carreira, contudo, a habilidade de Minami começa a impressionar terceiros. Realizado por Eiji Uchida, “Gesu no Ai” viajou pelo mundo incluindo pelos festivais de Tokyo e de Roterdão.


LOVE & OTHER CULTS (2017)

love and other cults
© Spamflix

Esta comédia negra realizada igualmente por Eiji Uchida segue Ai, uma jovem nascida numa cidade pequena que acaba enviada para uma comunidade religiosa durante sete anos. Quando a comunidade é fechada pela polícia, Ai regressa a uma escola normal mas não se consegue adaptar e passa a viver com uma família de delinquentes. “Kemonomichi” é um retrato das dificuldades vividas pela juventude japonesa e marcou presença em festivais como o Sitges Film Festival e o New York Asian Film Festival.

Já conhecias alguma destas obras? Qual estás mais curioso para ver?

[tps_footer]

Lê Também:   Spamflix | Entrevista aos fundadores Julia Duarte e Markus Duffner

[/tps_footer]

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *