Cr. SAEED ADYANI/NETFLIX © 2020

Death to 2020 já tem trailer e chega ainda este ano

“Death to 2020”: estás preparado para rever 2020? Os criadores de “Black Mirror” estão… mas com humor.

Podemos todos concordar que, de uma forma geral, 2020 foi um ano péssimo. Um ano que poderia muito bem ter sido um episódio de “Black Mirror“. Charlie Brooker e Annabel Jones concordaram e decidiram reunir os últimos 12 meses numa retrospetiva humorística no seu mais recente projeto para a Netflix: “Death to 2020.”

A Netflix já havia partilhado a sinopse deste mockumentary:

2020: um ano tão [insere um adjetivo à tua escolha], que nem mesmo os criadores de ‘Black Mirror’ poderiam ter inventado… mas isso não significa que não tenham nada a acrescentar-lhe. ‘Death to 2020’ é uma comédia que conta a história do terrível ano que este foi – e, possivelmente, ainda é? Este especial ao estilo documentário junta alguma das mais famosas vozes (ficcionais) ao nível mundial com imagens reais de arquivo que espelham os últimos 12 meses.”

Lê Também:
Netflix em Dezembro | Mank e o adeus a Chadwick Boseman

Mas, para além disso, e do espantoso elenco – Samuel L. Jackson, Hugh Grant, Lisa Kudrow, Kumail Nanjiani, Tracey Ullman, Samson Kayo, Leslie Jones, Diane Morgan, Cristin Milioti e Joe Keery – pouco mais se sabia. Agora com o primeiro trailer, não só ganhamos uma ideia do que esta “catártica comédia” irá ser, como também que chegará ainda este ano.

Brooker e Jones, a dupla por detrás de “Black Mirror”, tornou-se numa das mais sonantes da Netflix. Relembramos que, em maio deste ano, Brooker disse em entrevista que o mundo estava demasiado sombrio para uma nova temporada da popular antologia e que possivelmente iria revisitar o seu lado mais cómico e fazer-se rir – eis o resultado:

TRAILER | ESTÁS PREPARADO PARA O HUMOR DE DEATH TO 2020?

O mockumentary estreia a 27 de dezembro na Netflix.

Inês Serra

Cresci a ir ao cinema, filha de pais que iam a sessões duplas...Será genético? Devoro livros e algumas séries. Fã incondicional do fantástico e do sci-fi. Gostaria de viver todos os dias com o mote Spielbergiano - "I dream for a living"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *