Depois de Leonardo DiCaprio, é hora de uma previsão aos Óscares 2017

Agora que a cobertura da cerimónia de 28 de fevereiro acalmou está na altura de fazer uma análise muito, muito antecipada aos possíveis candidatos aos Óscares do próximo ano.


<< PARTE 6


À primeira vista parece cedo demais para uma previsão, mas a verdade é que os indicados às estatuetas não são difíceis de identificar. As produções tem elementos comuns: tópicos socialmente relevantes, atores com várias nomeações, realizadores conhecidos e, claro, um estúdio mundialmente reconhecido. É claro que há exceções, mas as surpresas são poucas. Por exemplo, já era previsível que “Spotlight“, “A Rapariga Dinamarquesa” e “The Revenant: O Renascido” seriam indicados aos Óscares mesmo antes destes estrearem.

Embora a maioria dos candidatos estrearem apenas no final do ano, depois de serem apresentados em Cannes, Veneza, Toronto, Berlim e Nova Iorque, o festival de Sundance e o buzz que rodeia algumas produções servem de indicadores para os potenciais concorrentes.

Lê também: 33 livros para ler antes das adaptações ao cinema

 

óscares

HELL OR HIGH WATER

“Hell or High Water” é um western à moda contemporânea, dito de uma forma simples. Considerado pela crítica como um dos melhores filmes do ano, o filme centraliza-se na discussão sobre a justiça, o poder e os valores familiares. Com a premissa simples de que a justiça não é um crime, o realizador David Mackenzie (“Starred Up“) mostra-nos que por vezes os maus comportamentos e ações têm um motivo.

A longa-metragem, com o Texas como ambiente de fundo, conta a narrativa de dois irmãos, personagens de Ben Foster (“O Sobrevivente“) e Chris Pine (“Star Trek Beyond“), que planeiam uma série se assaltos a bancos, com o objetivo de salvar a sua quinta de família. A produção foi exibida no Festival de Cannes e conta ainda com a participação de Jeff Bridges e Gil Birmingham.

Em Portugal, “Hell or High Water” tem estreia prevista para 10 de novembro. Vê o trailer.

 

óscares

A MONSTER CALLS

Felicity Jones volta ao radar da Academia com o novo projeto do cineasta espanhol Juan Antonio Bayona. Depois de “O Impossível” e “O Orfanato“, o realizador conta-nos uma história de família e de esperança num cenário onde tudo parece mal.

Baseado no livro homónimo de Patrick Ness, “A Monster Calls” acompanha Connor (Lewis MacDougall) que tenta lidar com a doença da mãe (Felicity Jones) e o bullying de que é alvo por parte dos colegas. Numa noite é visitado por um monstro (voz de Liam Neeson) com forma humana e de árvore que lhe conta histórias. Este mundo de fantasia ajuda Connor a tentar alegrar a sua vida infeliz.

A longa-metragem tem estreia prevista para 20 de outubro. Vê o trailer.

 

Consulta ainda: A Volta ao Mundo em 80 Filmes

óscares

HIDDEN FIGURE

A investigação espacial e, em especial, a corrida entre os Estados Unidos da América e a Rússia já foram retratados em diversos filmes. Mas esta temporada chega uma história, desconhecida pela maioria da população, que revolucionou a corrida espacial e ajudou a desenvolver a figura da mulher.

“Hidden Figures” conta a história verídica de Katherine G. Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughan (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), três mulheres afro-americanas que trabalharam na NASA. As protagonistas foram o “cérebro” por trás do lançamento do astronauta norte-americano John Glenn na órbita da Terra.

Baseada na biografia “Hidden Figures: The Story of the African-American Women Who Helped Win the Space Race”, de Margot Lee Shetterly, a longa-metragem é realizada por Ted Melfi (“Um Santo Vizinho“) e conta ainda com Kevin Costner, Kirsten Dunst, Jim Parsons e Mahershala Ali no elenco. Estreia a 2 de fevereiro em Portugal. Vê o trailer.

 

óscares

RULES DON’T APPLY

Desde 1998 que Warren Beatty não realiza uma longa-metragem, por isso a expectativa é bem alta. Neste projeto, o cineasta brinda-nos em dose dupla: para além de realizar, também interpreta uma das personagens principais.

“Rules Don’t Apply” é uma comédia dramática que conta a história de uma atriz (Lily Collins) e de um motorista (Alden Ehrenreich), ambos empregados de um dos homens mais influentes do século XX, Howard Hughes (Warren Beatty).

Alec Baldwin (“30 Rock“), Annette Bening (“American Beauty”), Ed Harris (“Noite em Fuga“) e Matthew Broderick (“Ferris Bueller’s Day Off“) completam um elenco verdadeiramente prestigioso. A longa-metragem tem estreia prevista para 23 de novembro. Vê o trailer.

 

Vê também: TOP Filmes 2015 by MHD

óscares

20th CENTURY WOMEN

Com elogios da organização do Festival de Nova Iorque chega-nos “20th Century Women”, de Mike Mills (“Beginners“). A história, também escrita pelo cineasta, segue três mulheres, interpretadas por Annette Bening, Greta Gerwig e Elle Fanning, que exploram o amor e a liberdade.

Na longa-metragem, Bening é mãe solteira que tem de criar o seu filho adolescente Jamie (Lucas Jade Zumann) numa casa onde moram personagens imprevisíveis e caricatas no final da década de 1970. Gerwig e Fanning ajudam a amiga a criar Jamie, dando lições sobre a vida e sobre o amor.

A longa-metragem tem estreia prevista para dezembro nos EUA. Vê o trailer.

 

Concordas com os principais candidatos aos Óscares do próximo ano?


<<  PARTE 6


 

Catarina Fernandes

Mestre em Ciências da Comunicação e fotógrafa amadora. Seriófila compulsiva e apaixonada por literatura, assim como pelo cinema e pela sua história. (Extremamente) Viciada em música e concertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *