©Showtime

Dexter de regresso à Showtime para novos episódios

“Dexter”, a série sobre um assassino em série com um código de conduta moral, foi um sucesso considerável entre 2006 e 2013. Oito anos depois, regressa com uma mini-série de 10 episódios na Showtime. Será o final pouco popular finalmente rescrito? 

O serial killer favorito dos Estados Unidos da América, parcialmente responsável pela proliferação do anti-herói no formato série, estará de regresso em 2021 à Showtime, o canal que emitiu a série original. O canal anunciou também que Michael C.Hall regressará como Dexter Morgan. 

Dexter Michael C. Hall and Yvonne Strahovski
Michael C.Hall como Dexter e Yvonne Strahovski como Hannah McKay |©Showtime

Clyde Phillips, showrunner (criador) da série estará também de volta, numa produção que começará no início de 2021 e que pretende estrear no outono seguinte. Por agora, nada é sabido sobre o restante elenco. Contudo, é natural esperar que Yvonne Strahovski, que está a fazer um trabalho marcante como Serena Joy em “The Handmaid’s Tale”, regresse para ser uma vez mais Hannah McKay, a assassina e maior paixão de Dexter, que no final da oitava temporada  ficou com o filho do protagonista a cargo.

Lê Também:
Amazon investe em "I Know What You Did Last Summer"

O presidente da Showtime justificou o regresso no seu anúncio oficial, defendendo que:

Dexter é uma série especial, tanto para os seus milhões de fãs como para a Showtime, pois este programa colocou a nossa estação no mapa durante muitos anos. Apenas iriamos revisitar esta personagem única se fossemos capazes de encontrar uma ideia criativa digna desta brilhante série. É com alegria que anuncio que Clyde Phillips e Michael C.Hall encontraram essa ideia, e estão ansiosos por a filmar e mostrar ao mundo!

Michael C.Hall mostrou assim iniciativa no sentido de voltar a um papel memorável que lhe valeu cinco nomeações consecutivas aos Emmy, cinco nomeações consecutivas aos Globos de Ouro e ainda seis nomeações aos Prémios da Academia de Atores, os Screen Actors Guild Awards.

A grande maioria do público identifica o final de “Dexter” como um dos piores na história da ficção televisiva. Este regresso permite uma nova oportunidade para vingar a personagem com mais conteúdo original.

Entusiasmados com o regresso de “Dexter” em 2021? 

Maggie Silva

Comunicadora de profissão e por natureza. Dependente de cultura pop, cinema indie e vítima da incessante necessidade de descobrir novas paixões. Campeã suprema do binge watch, sempre disposta a partilhar dois dedos de conversa sobre o último fenómeno a atacar o pequeno ou grande ecrã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *