Foto de David Passos / © MHD

EDP Cool Jazz | Jorge Ben Jor enche o recinto de alegria

Com mais de 60 anos de carreira, Jorge Ben Jor chega ao EDP Cool Jazz 2022 pronto para fazer o que melhor sabe, transmitir de alegria. 

É uma enorme responsabilidade fechar um festival. Ou seja, o artista cujo o seu concerto será o último. No caso do EDP Cool Jazz, a 17ª edição fecha com a atuação de Jorge Ben Jor, num dia em que todas as atuações anteriores tiveram num grande nível. Nesse sentido, chegou a hora de Jorge Ben Jor. Era visível que o músico brasileiro foi o motivo da enchente do último dia do festival. Com mais de sessenta anos de carreira, Jorge Ben Jor já tinha conseguido por o público em euforia mesmo antes de entrar em palco.

Lê Também:
EDP Cool Jazz 2022 | Yann Tiersen surpreende público

Ao entrar em palco, o músico brasileiro fez um pequeno discurso que não deixou ninguém indiferente, referindo a união dos portugueses e brasileiros. Igualmente, um dos músicos que acompanhava Jorge Ben Jor, entrou em palco com uma bandeira que unia a portuguesa e a brasileira. Assim sendo, apesar dos lugares sentados em frente ao palco, ninguém ficou no lugar, com uma enchente de pessoas em pé junto ao palco. Contudo, há um pequeno pormenor. A primeira pessoa que avançou, e acabou por ser seguido pelas outras, foi o comediante/músico Tio Jel. E como o público no geral, todos deixaram-se levar pelas músicas de Jorge Ben Jor. 

EDP Cool Jazz 2022
Foto de David Passos / © MHD

Era difícil ver alguém parado, muito menos sentado. Apesar de não estar dentro do género de jazz, o público estava entusiasmado. Além disso, o último concerto desta edição tem de ter aquele toque especial, algo que o músico conseguiu dar. As suas músicas alegres puseram todos a dançar. Das várias músicas apresentadas, o destaque, e consequentemente auge do concerto, foram as músicas “Oh, mais nada!”e “País Tropical”. Se o público já estava a dançar, agora estavam praticamente aos pulos.

EDP Cool Jazz 2022
Foto de David Passos / © MHD

Assim sendo, e apesar dos diversos concertos memoráveis que aconteceram no EDP Cool Jazz 2022, a atuação de Jorge Ben Jor fechou a 17ª edição da melhor maneira, cheia de alegria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.