"Miss", de Ruben Alves © Festa do Cinema Francês

21ª Festa do Cinema Francês com programação fechada

Está fechada a programação da 21ª Festa do Cinema Francês que começa em outubro e decorre até novembro em várias cidades portuguesas.

Está fechada a programação para a 21ª Festa do Cinema Francês que decorre entre os dias 8 de outubro e 4 de novembro em cinco cidades: Lisboa, Almada, Oeiras, Coimbra e Porto. A grande festa apresentará mais de 50 filmes, que são diferentes leituras sobre a contemporaneidade do cinema francófono. Segundo Florence Mangin, Embaixadora da França em Portugal:

A 21ª edição da Festa do Cinema Francês marca uma nova etapa na evolução deste festival resultando a sua elaboração de um grande número de incertezas devidas à pandemia. Apesar disso, a Festa do Cinema Francês não perde o ânimo e reaparece com uma programação rica e exuberante, acompanhada por uma mensagem de esperança.

Miss“, o mais recente filme de Ruben Alves (o mesmo realizador de “A Gaiola Dourada“) marcará a abertura da Festa do Cinema Francês a 8 de outubro. Nesse mesmo dia, o realizador e ator Alexandre Wetter, protagonista da obra estarão no Cinema São Jorge para falar com o público. A sessão de encerramento, por sua vez, terá lugar a 4 de novembro com “O Meu Primo Desajeitado”, de Jan Kounen, que marcará presença no Cinema Trindade, no Porto. Ambas longas-metragens são antestreias nacionais.

Lê Também:
Atlàntida Film Fest 2020 | Descobrir cinema europeu na FILMIN Portugal

Destaque para outros três filmes absolutamente singulares: “Cão“, de Samuel Benchetrit, uma fábula negra acerca da solidão que desenha uma crítica ao estado do mundo contemporâneo e às transformações sociais, interpessoais e políticas que o afetam; “O Olhar de Charles”, de Marc di Domenico, um registo dos momentos mais íntimos e reais da vida do seminal cantor francês; e “Cuidar dos Vivos“, de Katell Quillévéré, adaptação cinematográfica da obra homónima da francesa Maylis de Kerangal.

Festa do Cinema Francês
“Cuidar dos Vivos” de Katell Quillévéré © Festa do Cinema Francês

Alguns dos filmes da Festa do Cinema Francês estarão igualmente disponível na plataforma Filmin Portugal, de forma a que os filmes possam ser vistos em todos os cantos do país, desde a casa dos espectadores.

Quanto a atividades paralelas, destaque para a o encontro com Nicole Fernández Ferrer, programadora, arquivista, investigadora e diretora do Centre Audiovisuel Simone de Beauvoir, que promoverá uma conversa em torno do trabalho de Delphine Seyrig, este ano homenageada na Festa. A conversa será realizada pelas 17h30 na Cinemateca Portuguesa, a dia 9 de outubro, contando com a moderação de Maria João Madeira. Recorde-se que em colaboração com a Cinemateca Portuguesa decorrerá ainda uma retrospetiva sobre a obra da atriz, realizadora e ativista Delphine Seyrig que reúne um conjunto de obras incontornáveis da sua carreira. Confirmada está também a presença de Sarah Teper, que apresentará um ciclo de oficinas. Por Portugal passarão ainda, Yann Arthus-Bertrand, co-realizador de Mulher, Martin Provost, realizador de “Manual da Boa Esposa” e Jean-Paul Salomé, realizador de “Agente Haxe”.

Lê Também:
Atlàntida Film Fest 2020 | Descobrir cinema europeu na FILMIN Portugal
Festa do Cinema Francês
Cartaz da Festa do Cinema Francês © Festa do Cinema Francês

O calendário da edição 2020 da Festa do Cinema Francês pode ser conhecido abaixo:

  • Lisboa: 8 a 21 de outubro;
  • Almada: 14 a 18 de outubro;
  • Oeiras: 15, 17 e 18 de outubro;
  • Coimbra: 21 a 24 de outubro;
  • Porto: 26 outubro a 4 novembro.

O programa para cada uma das cidades pode ser conhecido ao pormenor no site oficial do festival.

A Festa é organizada pela produtora Jangada, apoiada pela Embaixada de França e o Institut français du Portugal, em parceria com a rede das Alliances Françaises em Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *