Fora de Série | Game of Thrones T5E10

Fora de Série: episódio 61 | Game of Thrones 5×10: “Mother’s Mercy”

Stannis sempre foi um homem retratado com alguma “obscuridade”, dividido entre o escuro de Dragonstone e as chamas de Melisandre. Os leitores não são fãs deste Stannis, menos carismático e relevante que na obra, mas ainda assim é um peão que mexeu muito com o tabuleiro na série.

Quando tinha tudo a correr a seu favor o general falha miseravelmente. No fim mantém-se de espada em punho e convicto e si, mas cai, numa cena que faz lembrar em muito o cerco que aos Wildlings dez episódios antes. Custa-me a aceitar que Stannis esteja tão deslocado da batalha e consiga ficar sozinho, custa-me que Brienne o encontre mas Ramsay não (o principal alvo dos Bolton!), mas ultrapassando isso, faz sentido que seja Brienne a dar a estocada final, justificando mais o arco dela do que dele. Nestes pontos é notória a preferência dos criadores por certas personagens: Brienne sempre foi e Stannis não. Não acho que a morte lhe faça jus, mas morre igual a si mesmo, sem discursos.

game of thrones
Na série não temos essa noção, mas as visões de Melisandre são muitas vezes mal interpretadas pela própria e este foi mais um desses casos. A maior atrocidade que um pai pode cometer fez-nos abandona-lo no episódio nove, no episódio dez foram o seus soldados, cavalos, mulher (morte essa que não causa tristeza), Melissandre e o próprio reino. Poderia dizer que teve o que mereceu, mas não estaríamos a ser justos. Foi um homem que não soube escolher bem quem o guiasse e Sor Davos bem tentou, mas sem sucesso (a maneira como o Cavaleiro da Cebola descobre a noticia das mortes é bastante anti-climática para a importância que a série deu ao duo). Esta ausência cria um verdadeiro vácuo na pretensão ao trono e em King’s Landing respira-se de alívio.

Eu não acredito minimamente que Jon Snow esteja morto. A chegada de Melisandre, o arco de Thoros de Myr e da Irmandade sem Bandeiras e o “mistério” sobre a maternidade de Jon Snow provam isso mesmo. A morte de Shireen não teve um impacto em Stannis, mas foi necessária para que outra pessoa escape à morte… foi Jaqen quem o disse: uma morte paga-se com uma vida…

Em balanço, é uma temporada que não se salva pelos últimos três episódios. Demorou a arrancar e teve momentos fracos (Dorne!). Mas acredito que foi uma season necessária para que a sexta seja novamente entusiasmante (ainda se lembram da terceira, para que a quarta pudesse ser como foi?!). Além disso, qualquer temporada “fraca” de Game of Thrones é melhor do que a grande maioria das outras séries em exibição…

In Game of Thrones (Portugal) / APS Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.