Fora de Série | Game of Thrones T5E10

Fora de Série: episódio 61 | Game of Thrones 5×10: “Mother’s Mercy”

Stannis sempre foi um homem retratado com alguma “obscuridade”, dividido entre o escuro de Dragonstone e as chamas de Melisandre. Os leitores não são fãs deste Stannis, menos carismático e relevante que na obra, mas ainda assim é um peão que mexeu muito com o tabuleiro na série.

Quando tinha tudo a correr a seu favor o general falha miseravelmente. No fim mantém-se de espada em punho e convicto e si, mas cai, numa cena que faz lembrar em muito o cerco que aos Wildlings dez episódios antes. Custa-me a aceitar que Stannis esteja tão deslocado da batalha e consiga ficar sozinho, custa-me que Brienne o encontre mas Ramsay não (o principal alvo dos Bolton!), mas ultrapassando isso, faz sentido que seja Brienne a dar a estocada final, justificando mais o arco dela do que dele. Nestes pontos é notória a preferência dos criadores por certas personagens: Brienne sempre foi e Stannis não. Não acho que a morte lhe faça jus, mas morre igual a si mesmo, sem discursos.

game of thrones
Na série não temos essa noção, mas as visões de Melisandre são muitas vezes mal interpretadas pela própria e este foi mais um desses casos. A maior atrocidade que um pai pode cometer fez-nos abandona-lo no episódio nove, no episódio dez foram o seus soldados, cavalos, mulher (morte essa que não causa tristeza), Melissandre e o próprio reino. Poderia dizer que teve o que mereceu, mas não estaríamos a ser justos. Foi um homem que não soube escolher bem quem o guiasse e Sor Davos bem tentou, mas sem sucesso (a maneira como o Cavaleiro da Cebola descobre a noticia das mortes é bastante anti-climática para a importância que a série deu ao duo). Esta ausência cria um verdadeiro vácuo na pretensão ao trono e em King’s Landing respira-se de alívio.

Eu não acredito minimamente que Jon Snow esteja morto. A chegada de Melisandre, o arco de Thoros de Myr e da Irmandade sem Bandeiras e o “mistério” sobre a maternidade de Jon Snow provam isso mesmo. A morte de Shireen não teve um impacto em Stannis, mas foi necessária para que outra pessoa escape à morte… foi Jaqen quem o disse: uma morte paga-se com uma vida…

Lê Também:
Natal MHD: Prendas para libertares a geekness!

Em balanço, é uma temporada que não se salva pelos últimos três episódios. Demorou a arrancar e teve momentos fracos (Dorne!). Mas acredito que foi uma season necessária para que a sexta seja novamente entusiasmante (ainda se lembram da terceira, para que a quarta pudesse ser como foi?!). Além disso, qualquer temporada “fraca” de Game of Thrones é melhor do que a grande maioria das outras séries em exibição…

In Game of Thrones (Portugal) / APS Portugal

APS Portugal

Organização sem fins lucrativos, com sede única no facebook (https://www.facebook.com/APS.Portugal) e intitulada de grupo de Administradores das Páginas de Séries (Portugal). Mais de 60 páginas sobre as séries mais mediáticas da actualidade. Um espaço com todas as novidades das séries favoritas dos portugueses e em português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *