Golden Globes 2017 | Lista Completa de Vencedores

La La Land: Melodia de Amor e Moonlight foram os grandes vencedores dos Golden Globes 2017 numa cerimónia que contou com Jimmy Fallon como anfitrião.

Foi uma noite de aplausos, aplausos e mais aplausos para La La Land: Melodia de Amor, o grande vencedor de mais uma cerimónia dos Golden Globes. O musical de Damien Chazelle conseguiu alcançar todos os prémios para que estava nomeado: Melhor Filme – Comédia ou Musical; Melhor Ator – Comédia ou Musical (Ryan Gosling), Melhor Atriz – Comédia ou Musical (Emma Stone); Melhor Argumento; Melhor Banda-Sonora Original e Melhor Canção Original. A tão estrondosa vitória coloca-o ainda mais na frente para a corrida ao Óscar de Melhor Filme.

Extraordinariamente, com as suas sete vitórias, La La Land: Melodia de Amor quebra o recorde de filme com mais prémios de sempre na história dos Golden Globes. Os outros dois maiores êxitos foram Voando sobre um Ninho de Cucos, em 1976, e Midnight Express, em 1979, que obtiveram seis Globos de Ouro cada um e que também triunfariam nos prémios da Academia. Os mais recentes vencedores na categoria foram Perdido em Marte, Grand Budapest Hotel, Golpada Americana, Os Miseráveis e Os Miúdos Tão Bem, todos eles nomeados ao Óscar de Melhor Filme. Sem esquecer, claro, O Artista, o filme mudo francês que em 2012 ganhou tanto o Golden Globe como o Óscar de Melhor Filme.

Lê também: La La Land com recorde no box-office

De facto, logo ao começo da cerimónia, Jimmy Fallon já celebrava o musical La La Land, após readaptá-lo à pequena introdução desta que foi a 74ª edição dos Golden Globes. Num vídeo do qual participavam os atores e as personagens que mais se destacaram no mundo do cinema e da televisão em 2016, Fallon cantou e encantou com letra e coreografia bem criativas e que de alguma forma representavam todos os nomeados. No seu monólogo inicial (disponível abaixo), Fallon conquistou os espetadores e encheu o Beverly Hilton Hotel com as mais ruidosas gargalhadas dos presentes.

Lê ainda: Jimmy Kimmel apresenta a cerimónia dos Óscares em 2017

De seguida, foi a vez de uma das maiores surpresas desta Awards Season. Mahershala Ali perdeu o prémio de melhor ator secundário em cinema por Moonlight para Aaron Taylor-Johnson, um dos atores de Animais Noturnos, o impressionante thriller de Tom Ford. Já Viola Davis mereceu o tão ‘inalcancável’ Golden Globe pelo seu desempenho no drama Vedações, adaptação de uma peça de teatro do dramaturgo August Wilson, também ele argumentista do filme dirigido por Denzel Washington. Por sua vez, Casey Affleck foi eleito o melhor ator em filme drama por Manchester by the sea.

Lê Também:   77º Festival de Cannes | A abertura e o ‘vórtice de Cannes’

O melhor filme estrangeiro foi entregue a Ela, que embora tivesse ficado de fora da lista de pré-nomeados aos Óscares, recebeu o prémio da Hollywood Foreign Press Association. Durante o seu discurso, o realizador, o holandês de Paul Verhoeven, agradeceu e declarou o seu amor por ter colaborado com a tão magnifica e autêntica Isabelle Huppert, galardoada com o prémio de melhor atriz – drama. A atriz francesa tão pouco disse, nervosa e estupefacta pela sua vitória. Huppert derrotou assim os nomes de Natalie Portman (por Jackie) e de Amy Adams (por O Primeiro Encontro), duas das interpretações femininas mais admiradas pela Awards Season.

Apesar de ter demorado, Moonlight ainda conseguiu vencer como o Melhor Filme – Drama, o único prémio atributo à longa-metragem do cineasta Barry Jenkins sobre o amor e a inclusão. Na produção deste indie, que mereceu uma das maiores ovações da noite, estão os nomes de Dede Gardner e Jeremy Kleiner que venceram em 2014 o mesmo troféu por 12 Anos Escravo. E num momento em que se continua a falar de diversidade, a mensagem de Zootrópolis também não foi esquecida, com a animação da Walt Disney Pictures a ser eleita o melhor filme de animação.

Lê também: Moonlight lidera nomeações aos Independent Spirit Awards

Nas categorias de televisão, The Crown (da plataforma Netflix), Atlanta e The People v. OJ Simpson (ambas da FOX) foram as grandes vencedoras. Mesmo que The Night Manager (do Canal AMC) tenha saído com mais prémios, três ao todo, nas categorias de interpretação de melhor ator em mini-série ou telefilme (Tom Hiddleston), melhor atriz secundária (Olivia Colman) e melhor ator secundário (Hugh Laurie). As tão populares séries da HBO Game of Thrones e Westworld sairam de mãos vazias. Nem Thandie Newton ou Evan Rachel Wood tão comentadas para vencer em melhor atriz e melhor atriz secundária conseguiram ver os seus trabalhos premiados. Claire Foy, que interpreta uma então jovem Rainha Isabel II no drama The Crown e Olivia Colman, que participou na série O Gerente da Noite, num papel escrito inicialmente para um homem, como no livro de John le Carré, foram as surpresas. Desempenhados de Danny Glover, Sarah Paulson e Billy Bob Thornton no pequeno ecrã também foram celebrados.

Por sua vez, Meryl Streep foi homenageada pela sua carreira e por aquilo que transmite enquanto artista, atriz e a sua sensibilidade para com os outros como ser humano. A apresentação do prémio foi feita pela sua tão enorme fã Viola Davis. Na verdade, Streep não quis deixar de lado o nome de Davis, e de conjunto diversificado de atores e de atrizes que partilham do facto de terem nascido em várias localidades dos Estados Unidos e do mundo. Além disso, a ‘musa’ de Hollywood também criticou a América de Donald Trump que está por vir, sendo aclamada com emoção nas redes sociais por colegas e fãs.

Lê Também:   O novo filme desta saga nomeada aos Óscares destrona The Fall Guy e já é o mais visto em Portugal

Vê ainda: Florence, Uma Diva Fora de Tom, em análise

Enfim, durante toda a cerimónia quis provar-se uma vez mais que sonhar nunca fez mal a ninguém e que qualquer pessoa em qualquer parte do planeta Terra pode ser um artista. A vitória de La La Land mostra que afinal, a cidade das estrelas continuar a brilhar e a fazer os mais tolos sonharem.

GOLDEN GLOBES | LISTA COMPLETA DE VENCEDORES

CINEMA

MELHOR FILME – Drama

MELHOR ATRIZ – Drama

  • Isabelle Huppert por Ela

MELHOR ATOR – Drama

MELHOR FILME – Comédia ou Musical

  • La La Land: Melodia de Amor

MELHOR ATRIZ – Comédia ou Musical

  • Emma Stone por La La Land: Melodia de Amor

MELHOR ATOR  – Comédia ou Musical

  • Ryan Gosling por La La Land: Melodia de Amor

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO

MELHOR REALIZADOR

  • Damien Chazelle por La La Land: Melodia de Amor

MELHOR ARGUMENTO

  • Damien Chazelle por La La Land: Melodia de Amor

MELHOR FILME – Animação

MELHOR FILME – Estrangeiro

  • Ela (França)

MELHOR BANDA-SONORA ORIGINAL

  • Justin Hurwitz por La La Land: Melodia de Amor

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

  • “City of Stars” – La La Land: Melodia de Amor

Golden Globes

TELEVISÃO 

MELHOR SÉRIE – Drama

  • The Crown

MELHOR ATRIZ – Drama

  • Claire Foy por The Crown

MELHOR ATOR – Drama

  • Billy Bob Thornton por Goliath

MELHOR SÉRIE – Comédia ou Musical

  • Atlanta

MELHOR ATRIZ – Comédia ou Musical

  • Tracee Ellis Ross por Black-ish

MELHOR ATOR – Comédia ou Musical

  • Donald Glover por Atlanta

MELHOR MINI-SÉRIE OU TELEFILME

  • The People v. O.J. Simpson: American Crime Story

MELHOR ATRIZ – Mini-série ou Telefilme

  • Sarah Paulson por The People v. O.J. Simpson

MELHOR ATOR – Mini-série ou Telefilme

  • Tom Hiddleston por The Night Manager

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA em série, mini-série ou telefilme

  • Olivia Colman por The Night Manager

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO em série, mini-série ou telefilme

  • Hugh Laurie por The Night Manager

PRÉMIO CECIL B. DEMILLE

  • Meryl Streep

Consulta também: Guia das Estreias de Cinema | Janeiro 2017

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *