David Tennant em "DES" | © New Pictures

HBO Portugal segue um assassino psicopata em DES

A HBO Portugal vai estrear uma nova mini-série. DES conta o arrepiante crime de Dennis Nielsen, ao mesmo tempo que procura entrar na mente deste psicopata.

Será fácil ‘entrar’ e entender a mente de um assassino psicopata? E caso o consigamos, quais as consequências e o preço a pagar? São estas as perguntas que estão por trás da nova mini-série da HBO Portugal, “DES”. Uma história de crime real, é baseada no livro “Killing For Company”, de Brian Masters, e conta o arrepiante crime perpetrado por Dennis Nilsen, que ficou conhecido como o “assassino gentil”, ao mesmo tempo que explora as consequências pessoais e profissionais de se entrar em contacto com um homem como Nilsen.

Com estreia marcada para 15 de setembro, em exclusivo, na plataforma de streaming, “DES” foca-se num dos assassinos em série mais famosos da história do Reino Unido, um funcionário público que passou cinco anos a assassinar rapazes e jovens que conheceu nas ruas de Londres de 1978 a 1983. Ele encontrava-se e travava amizade com eles antes de lhes oferecer comida ou alojamento para a noite no seu apartamento no Norte de Londres. As suas vítimas eram muitas vezes sem-abrigo ou pessoas que viviam sem electricidade, que escaparam das falhas da sociedade dos anos 1980 e, portanto, foram acolhidas pela aparente generosidade deste estranho. Quando finalmente foi preso a 9 de fevereiro de 1983, Nilsen tinha assassinado quinze homens num período de cinco anos, tornando-o no mais prolífico assassino em série da época na Grã-Bretanha.

Lê Também:
HBO Portugal elege as suas melhores mini-séries

Depois de preso, Nilsen admitiu todos os quinze assassinatos, no carro da polícia, fora do seu apartamento, sem no entanto lembrar-se de qualquer nome das suas vítimas. O caso ganhou ainda maior notoriedade por não existir motivo aparente, as evidências forenses serem inconclusivas, e com a maioria das vítimas de Nilsen a viver em parte incerta, a polícia iniciou a maior investigação de caça ao homem na história do Reino Unido. Desta vez, não para apanhar o assassino, mas para apanhar o assassinado.

Num registo quase de documentário, a história é contada através do ponto de vista de três homens isolados – um detective, um biógrafo e o próprio Nilsen. Embora o Detective Peter Jay e a tentativa de investigação policial de obter justiça para o maior número possível de vítimas forneçam a narrativa e a espinha emocional, a relação entre Nilsen e o seu biógrafo Brian Masters permite-nos mergulhar na mente de um dos assassinos em série mais esquivos emocionalmente que o mundo já viu.

“DES” é protagonizada por David Tennant (“Good Omens”, “Doctor Who“), Daniel Mays (“White Lines”, “Line of Duty”), Barry Ward (“White Lines”, “Britannia”) e Jason Watkins (“The Crown“). Com realização de Lewis Arnold, o argumento ficou a cargo de Luke Neal (episódios 1 e 2) e Kelly Jones (episódio 3).

Gostas de ver séries de crime?

Marta Kong Nunes

Arquitecta (com um c!) de formação. Coordenadora de profissão. Fanática de cinema e séries por pura paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *