Horas Decisivas | Notas de Produção

 

<< A História Verídica

Antes de te deixares cativar pelo espetáculo visual do lendário resgate marítimo da Guarda Costeira, descobre alguns dos segredos desta produção.

As filmagens principais de Horas Decisivas realizaram-se no sudeste de Massachusetts, nos estúdios construídos nas docas de Quincy e noutras cidades ao longo da costa sul de Boston, incluindo Marshfield, Duxbury, Cohasset e Norwell. Os últimos dias de filmagens foram em Cape Cod em Chatham. “Estivemos sempre à espera de filmar em New England onde a história realmente se passou”, diz Dorothy Aufiero, produtora de Massachusetts do filme. “Poder visitar os locais históricos onde Bernie Webber e a tripulação cumpriram o dever foi uma experiência extraordinária para todos os envolvidos.”

Consulta também o Guia das Estreias de Cinema

Desde o primeiro dia, que o designer de produção Michael Corenblith e equipa sabiam que tinham muito trabalho pela frente. Para além da construção dos interiores e do exterior de um enorme navio cisterna T-2, criaram a cidade de Cape Cod nos anos 50. “Começámos por procurar todas as fontes de arquivo possíveis de encontrar, mas como esta história está tão enraizada na história náutica era crucial que também trabalhássemos em conjunto com a Guarda Costeira que tem acesso aos próprios materiais”, diz Michael.

Horas Decisivas

O verdadeiro barco salva-vidas CG 36500 comandado por Bernie Webber para resgatar os sobreviventes do SS Pendleton ainda existe e os atores tiveram a oportunidade de o guiar num porto perto de Chatham. A produção alugou barcos salva-vidas originais para as cenas da partida da missão de resgate que voltou em segurança com 32 sobreviventes de Pendleton. Algumas das sequências foram filmadas em Chatham Stage Harbor, que preenche o Chatham Fish Pier, que hoje em dia nada tem a ver com o que era em 1952.

Lê também Horas Decisivas | Entrevista exclusiva com Holliday Grainger

Outras foram filmadas em cenários construídos no que foi Fore River Shipyard, em Quincy, onde a produção construiu um tanque com 2000m x 2800m, com 0,350m de profundidade que levava cerca de 3.000.000 litros, o que permitiu à equipa de efeitos visuais comandar, iniciar e parar as ondas, o vento, a chuva e a neve. Ironicamente, o Inverno de 2014 foi um dos mais frios que já tinha sido registado na costa leste, com temperaturas a chegarem a -10ºC em algumas das noites em que os atores estavam submersos nos tanques durante horas a fio – a Mãe Natureza deu ao atores uma recriação autêntica das condições da noite do resgate.

Horas Decisivas

A produção filmou no verdadeiro posto da Guarda Costeira de Chatham, de onde a missão de resgate partiu há 63 anos atrás, incutindo um sentimento real aos atores. Chris Pine explica, “Há uma boa foto de Bernie e dos seus homens sentados numa mesa na sala de jantar do posto, que foi tirada naquela noite depois do seu regresso e nós filmámos naquele lugar real.” O realizador Craig Gillespie também filmou durante dois dias em USS Salem, um forte cruzeiro desmantelado do tempo da Guerra-fria, que tem uma fábrica de tanques e motores semelhantes aos do Pendleton. Filmar em Salem, que é agora uma construção naval histórica e um museu do património atracado em Quincy, serviu para recriar várias partes do navio, incluindo a sala de engenharia #3, a sala do gerador a diesel, a passagem do meio do navio, entre outros.

Vê ainda Horas Decisivas | Entra nos Bastidores

Para recriar os interiores da fadada popa do SS Pendleton, Michael e a sua equipa construíram uma série de cenários em vários tamanhos, o que inclui uma cozinha do navio, a sala de jantar, os quartos da tripulação, o posto de comando e uma sala de máquinas. O departamento de arte também criou algumas partes reais do USS Salem, como a escotilha e as portas dentro dos cenários incrivelmente detalhados. Para os exteriores do navio, Michael construiu um cenário composto por três níveis de convés, onde decorrem a maior parte das cenas. “Foi extraordinário ver um cenário deste tamanho”, diz Gillespie, “Especialmente quando fomos capazes de adicionar a chuva, os canhões de água e os tanques de descargas.”

Horas Decisivas
O realizador Craig Gillespie

“É uma história muito simples sobre estes homens que têm um dever, que só acontece porque neste dia o seu trabalho exige a ida para o meio da tempestade”, diz Chris Pine. “Não foi feito pela glória ou para serem reconhecidos… foram apenas fazer o seu trabalho.” Casey Affleck acrescenta “É uma história verdadeira sobre pessoas reais e do que são capazes de fazer, como conseguem salvar as próprias vidas e as vidas de outras pessoas e isto ajuda-os a compreender e a apreciar as suas próprias forças.”

Realizado por Craig Gillespie (O Rapaz do Milhão de Dólares), Horas Decisivas é produzido por Jim Whitaker (Cinderella Man) e Dorothy Aufiero (The Fighter – Último Round), o argumento é dos nomeados ao ÓSCAR® Scott Silver (8 Mile) e Paul Tamasy & Eric Johnson (The Fighter – Último Round) e baseia-se no aclamado livro de não-ficção com o mesmo nome, da autoria de Michael J. Tougias e Casey Sherman. Doug Merrifield (dos filmes Piratas das Caraíbas) é o produtor executivo.

<< A História Verídica

Horas Decisivas estreia a 4 de Fevereiro em Digital 3D e IMAX® 3D. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *