Eurovisao

Invasor interrompeu performance britânica a meio da Eurovisão

O intruso alega ser um filósofo e já tem um historial incrível de invasões. Desta vez, decidiu ir ainda mais longe, para a Eurovisão. Reparaste nele?

O ativista anti-mídia que interrompeu a performance de SuRie, a representante britânica, no final da Eurovisão conseguiu invadir o palco ao trepar por uma câmara. Isto, enquanto era perseguido pela segurança.

Entretanto, os organizadores avançaram que o homem é intitulado de “filósofo, ativista e DJ” ou de Dr. ACativismo, e ainda partilharam o seguinte:

O invasor subiu pela câmara e chegou ao palco principal através de uma espécie de ponte, perseguido pela segurança. Ele foi retirado do palco após  sete segundos e foi interrogado pela polícia. Levamos a segurança muito a sério, pelo que uma investigação sobre o acontecimento já está em andamento.

Lê Também:
Segundo vencedora, Eurovisão 2019 será em Jerusalém

Sete segundos parece uma ninharia, no entanto, bastou para ele transmitir a mensagem. O ativista roubou o microfone da concorrente britânica e gritou algo sobre os “nazis da mídia britânica“.

SuRie permaneceu no palco e aplaudiu a música de sua canção Storm, enquanto o homem era arrastado pela segurança e lhe devolviam o microfone. A cantora manteve afincadamente a sua postura.

Horas antes de invadir o palco da Eurovisão, o ativista publicou um vídeo no Twitter que parece mostrar um jornalista a agarrar o seu pescoço. O video continha a seguinte frase:

Vê como os jornalistas e a polícia de Londres usam a força para silenciar os pensadores independentes.

O homem já invadiu o palco durante a final do The Voice, em 2017, e os National Television Awards, em janeiro deste ano.

VIDEOCLIPE | TESTEMUNHA A INVASÃO DE PALCO NA EUROVISÃO

Também reparaste neste percalço, ou pensavas que fazia parte da coreografia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.