"Harry Potter e o Príncipe Misterioso" | ©Warner Bros. Entertainment Inc.

J.K. Rowling diz não conhecer a Livraria Lello

J.K. Rowling habituou os seus fãs a diversas conversas no Twitter e, se algumas pouca interessavam, uma delas sobressaiu. A autora afirmou que nunca visitou a Livraria Lello.

De vez em quando, e talvez na tentativa de nunca cair no esquecimento, J.K. Rowling gosta de dar factos sobre os seus livros e as suas personagens. Assim, e possivelmente porque ficou aborrecida com a quarentena, a autora decidiu relevar a verdade sobre alguns mitos relativos à sua obra mais conhecida, “Harry Potter”.

Na sequência de vários posts e perguntas dos fãs, Rowling aproveitou para afirmar que nunca esteve na Livraria Lello e que, por esse motivo, Hogwarts não era inspirado na livraria portuense. Foram precisas apenas algumas horas para que a notícia se tornasse viral, dividindo os fãs da autora. Se uns reclamam com o preço do bilhete e com a Livraria Lello por, supostamente, se aproveitar do livro de Hermione e Harry para lucrarem, outros defendem que esta não passa de uma história muito mal contada.

Lê Também:
Grandes filmes que nunca chegaram aos cinemas portugueses

Sabe-se que J.K. Rowling viveu no Porto em 1991, onde foi professora de Inglês, na Universidade de Porto. São aí que começam as incongruências. A Reitoria da Universidade do Porto está situada praticamente ao lado da Livraria, além disso, é pouco provável que uma professora e assumidamente entuasiasta de Literatura não conhecesse uma das mais famosas livrarias da Europa. De lembrar que, e não há muitos anos, a Livraria Lello foi palco do lançamento mundial de “Harry Potter & The Cursed Child” – algo que deixa de ter sentido se a livraria não tiver ligação com a obra.Por isso, é um pouco improvável que Rowling, de facto, nunca tenha visitado a livraria, dadas as semelhanças que podem ver vistas. Ainda assim, e partindo do pressuposto que não conhecia a Lello, levanta-se uma questão: porque é que demorou tantos anos a desmentir este mito que correu o mundo inteiro? É, no mínimo, estranho.

A verdade é que nunca saberemos se, de facto, J.K. Rowling se inspirou na Livraria Lello, ainda assim, as coincidências são muitas. Esperamos, então, pela próxima polémica da autora no Twitter.

POST | J.R. ROWLING E A SUA NOVA POLÉMICA

Então, qual é a tua opinião sobre esta novidade?

Catarina Novais

Eternamente apaixonada pelo mundo do cinema e por tudo o que está ligado à sétima arte. Seriófila nos tempos livres. Amante da Disney desde que nasci e fã de super-heróis desde o primeiro Captain America.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *