Livros a não perder | Seleção de junho 2016 by MHD

Seja romance, policial, histórico, biográfico, de mistério ou de ficção-científica, a Magazine.HD apresenta-te os destaques do mês de junho.


<< SELEÇÃO DE MAIO  |  SELEÇÃO DE JULHO >>


O novo livro da série Castle, em exibição no canal AXN, é o primeiro destaque do mês de junho. “No Calor da Noite”, da editora Clube do Autor, narra a nova aventura de Nikki Heat, determinada e ousada, tão fascinante e bem humorada, quando foi afastada da polícia e embarca sozinha numa investigação. Só James Rook a poderá ajudar a recuperar o seu distintivo, fazendo aumentar a temperatura da sua relação.

Lê também: 33 livros para ler antes das adaptações ao cinema (I)

O segundo destaque deste mês também pertence a uma história, da editora Saída de Emergência, com ligações à televisão. “A Canção de Shannara” é uma das sagas de fantasia mais populares e uma série épica produzida pela MTV. Vinte anos depois de “As Pedras Élficas de Shannara”, Allanon surge com a ameaça de um novo mal a conspirar contra as Quatro Terras. O druida precisa da ajuda de Brin Ohmsford, porque só ela pode abrir o caminho para o Ildatch, um poderoso livro de magia negra. Brin deixa o irmão e inicia uma perigosa jornada para evitar a destruição da Humanidade. Mas Jair descobre que a sua irmã está destinada ao fracasso. Então enquanto ela segue em direção à armadilha, Jair terá de viajar ao coração do mal se quer salvar a sua irmã e o destino das Quatro Terras.

Consulta ainda: Sagas que procuram repetir o sucesso de Hunger Games (Parte 1)

 

junho

O DOMADOR DE LEÕES, de Camilla Läckberg (Dom Quixote)

Uma adolescente seminua sai do gélido bosque a cambalear, e atravessa a estrada. O carro aparece do nada e o condutor não consegue travar a tempo de evitar a tragédia. Quando Patrik Hedström e a sua equipa são alertados para o acidente, já o corpo da rapariga tinha sido identificado. Era Victoria Hallberg, que desaparecera quatro meses antes, quando regressava a casa depois de uma aula de equitação. A Polícia apercebe-se de que aquele terrível acidente foi o melhor que podia ter acontecido a Victoria. O seu corpo evidencia sinais de ter sofrido atrocidades inimagináveis e tudo leva a crer que não será a única vítima. Enquanto isso, Erica Falk investiga o trágico passado de uma família ligada ao circo, o que a leva por diversas vezes a um estabelecimento prisional para visitar Laila, uma mulher acusada de ter matado o marido. Mas não consegue desvendar o que realmente se passou naquele longínquo dia. O que estará Laila a esconder? Para onde foram os dois filhos depois da tragédia? Erica desconfia de que há em toda aquela história algo que não se encaixa.

 

 

junho

A VIDA DOS OUTROS, de Sophie Hannah (Edições Asa)

Ruth Bussey já cometeu erros no passado. E pagou por eles um preço muito alto. Agora está a reconstruir a sua vida e a desfrutar de um amor que não acredita merecer. Aidan é tudo o que ela sempre quis. Mas também ele é perseguido por um passado sobre o qual não consegue falar, até que um dia decide confiar em Ruth. Consumido pela culpa, Aidan confessa que, em tempos, matou uma pessoa: uma mulher chamada Mary Trelease. Ruth fica, acima de tudo, perplexa. Ela tem a certeza de que já ouviu esse nome antes, e quando finalmente percebe porquê, a sua confusão aumenta. Porque Mary Trelease está viva e de boa saúde.

 

 

 

 

junho

OS 100: REGRESSO A CASA, de Kass Morgan (Topseller)

Eles terão de lutar pela liberdade ou arriscar perder tudo o que amam. Semanas depois de os 100 terem chegado à Terra, conseguiram finalmente estabelecer um pouco de ordem num ambiente inicialmente caótico e conviver de forma pacífica com alguns dos terrestres que encontraram. No entanto, novas naves chegam do espaço, abalando o equilíbrio alcançado e ameaçando a vida de todos.Chegou o momento de os 100 se unirem e lutarem para reaver a liberdade que encontraram na Terra. Caso contrário, arriscar-se-ão a perder tudo e todos os que amam… de novo.

 

 

 

 

junho

MAESTRA, de L. S. Hilton (Editorial Presença)

Durante o dia, Judith Rashleigh trabalha numa prestigiada leiloeira de Londres. Ambiciona uma carreira no mundo da arte e, apesar das origens humildes, tornou-se uma mulher sofisticada. Para fazer face às despesas, aceita trabalhar durante a noite como acompanhante num dos bares da capital. Mas depressa o sonho de uma vida luxuosa se desmorona. Desesperada, acompanha um dos clientes do bar numa viagem. Após um acontecimento que marca o seu destino, Judith envereda por um caminho violento e tortuoso. Assistimos à ascensão de uma mulher à margem da lei e da moral, segura do seu rumo. Mais do que possível, será a redenção desejável? Os direitos da obra literária já foram vendidos para mais de 30 países e uma adaptação ao cinema está em curso, produção que conta com a argumentista de “A Rapariga no Comboio”.

 

Vê também: A Seleção | Realizadora de Me Before You responsável pela adaptação

 

junho

A HERDEIRA, de Kiera Cass (Marcador)

A Princesa Eadlyn cresceu a ouvir histórias intermináveis de como a sua mãe e o seu pai se conheceram. Vinte anos antes, America Singer entrou na Seleção e conquistou o coração do Príncipe Maxon – e viveram felizes para sempre. Eadlyn sempre achou esta história romântica, mas não tem qualquer interesse em tentar repeti-la. Por si, adiaria o casamento tanto tempo quanto possível. Mas a vida de uma princesa não é inteiramente sua e Eadlyn não pode escapar à sua própria Seleção. Eadlyn não espera que a sua história acabe em romance, porém com o início da competição, um candidato poderá acabar por conquistar o coração da princesa, mostrando-lhe todas as possibilidades que se encontram à sua frente e provando-lhe que viver feliz para sempre não é tão impossível como ela pensou.

“A Herdeira” é o quarto livro da saga “A Seleção” cujos direitos foram adquiridos pela Warner Bros. A história que junta elementos da Cinderela com The Hunger Games já vendeu 3,5 milhões de cópias pelo mundo inteiro

 

 

junho

OUVE A CANÇÃO DO VENTO E FLÍPER, 1973, de Haruki Murakami (Casa das Letras)

Durante a primavera de 1978, o jovem Haruki Murakami, quando chegava a casa já tarde, depois de mais um dia de trabalho no seu clube de jazz, começou a sentar-se todas as noites à mesa da cozinha, a escrever. O resultado foram duas novelas marcantes – “Ouve a Canção do Vento” e “Flíper, 1973” – que lançaram a carreira de um dos mais aclamados autores da literatura mundial contemporânea. Estes dois pequenos romances impressivos, em tom de fábula, que por vezes roçam o surreal pelos laivos de ficção científica que os povoam, abordam o quotidiano de dois jovens – o narrador cujo nome nunca chegamos a conhecer e o seu amigo Rato –, perpassado por solidão, obsessão e erotismo. Apresentando uma galeria pela qual desfilam uma rapariga com quatro dedos na mão esquerda, um escritor inventado, o dono de um bar que ouve as confissões de todos os que nele buscam refúgio, um par de gémeas e… gatos, estes dois textos contêm o embrião de todas as características que singularizaram e atravessam todas as obras-primas de Murakami, incluindo alguns dos seus mais recentes livros.

 

 

junho

NA ESCURIDÃO, de Faye Kellerman (HarperCollins)

Enquanto inspetor de homicídios no Departamento de Polícia de Los Angeles, Peter Decker não recebia muitas chamadas de serviço às três da manhã. Mas alguém tinha entrado de noite no luxuoso rancho do bilionário Guy Kaffey, e tinha-o abatido a tiro, juntamente com a sua esposa e quatro seguranças privados. Peter e a sua equipa de inspetores não tardaram a perceber que aqueles assassinatos eram obra de alguém que pertencia ao círculo familiar. O caso tornou-se ainda mais intrigante quando descobriram que Kaffey tinha contribuído para ajudar organizações de reabilitação de delinquentes e que tinha contratado alguns como guarda-costas. Porém Rina Lazarus, a esposa de Decker, foi conduzida à essência da questão que o seu marido estava a investigar, e colocou-a na pista de um gangue de assassinos implacáveis. Para proteger Rina, Decker tinha de encontrar a sua presa antes que a morte unisse os seus dois mundos.

 

Consulta ainda: Posters honestos das adaptações dos livros de Nicholas Sparks

 

junho

CORAÇÕES EM SILÊNCIO, de Nicholas Sparks (Edições ASA)

Taylor McAden é bombeiro voluntário e está habituado a enfrentar o perigo. Perante incêndios devastadores e acidentes fatais, não hesita em arriscar a vida para salvar o próximo. É apenas na intimidade que ele não assume riscos. As suas relações amorosas são intensas mas passageiras. Quando o carro de Denise Holton se despista e Taylor a salva, os dados estão lançados para mais uma breve paixão. Mas a terrível dimensão do acidente só é revelada quando Denise recupera e pergunta pelo filho. Afinal, ela não seguia sozinha no carro. Kyle, de quatro anos e com dificuldades de aprendizagem, desapareceu. As buscas pelo menino começam de imediato, numa operação que se revelará diferente de todas as outras. Por uma vez, Taylor terá de dar mais do que a sua força física.

 

 

 


<< SELEÇÃO DE MAIO  |  SELEÇÃO DE JULHO >>


Não percas os livros em destaque do mês de julho!


 

Catarina Fernandes

Mestre em Ciências da Comunicação e fotógrafa amadora. Seriófila compulsiva e apaixonada por literatura, assim como pelo cinema e pela sua história. (Extremamente) Viciada em música e concertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *