Os melhores e piores posters da semana (26/06-02/07)

Um negócio sanguinário, sorrisos tenebrosos e um casal no fervor da paixão são as imagens centrais dos melhores posters desta passada semana.

A semana passada tivemos um blockbuster de verão a dominar as nossas escolhas para melhores cartazes da semana. Desta vez, são os grandes estúdios e suas campanhas recheadas de posters de personagens que dominam o pior da semana, e são os filmes mais modestos que celebram a vitória de serem declarados portadores dos melhores posters. Viva a originalidade, beleza e inteligência visual e que morra a banalidade e sobretudo o mau Photoshop!

 


 

OS MELHORES POSTERS DA SEMANA

Esta semana temos uma seleção de posters dominada por filmes de autor ou que estão a fazer o circuito dos festivais.

 

melhores posters

Começamos pela escolha menos ortodoxa deste pequeno grupo de cartazes, o novo poster para a reposição nos cinemas de Blood Simple, o primeiro filme dos Irmãos Coen. Depois de dezenas de cartazes que este filme já teve nas últimas três décadas, foi inteligente fugir ao elemento visual que mais tem definido a publicidade para esta obra, o vermelho intenso do sangue e de um par de sedutores sapatos. Pelo contrário, ao recorrer ao néon já usado na capa da versão DVD da Colecção Criterion, e ao usar imagética violenta num novo contexto colorido, os designers deste cartaz conseguiram revitalizar e rejuvenescer a imagem de um filme que bem merece ser revisitado.

Lê Também: Berlinale 66 (dia 1): Salvé, César!

 

melhores posters

De armas e carnificina subentendida passamos à serenidade de um casal na intimidade de uma cama em Retake. Tanto o uso da moldura branca como do esquema cromático rosa, conferem um ar retro a esta composição, mas é a beleza da imagem dos dois amantes, reposicionados para estarem na vertical, que realmente valoriza o cartaz e lhe acrescenta um erotismo fortemente melancólico. O resultado final é algo que transpira tanto estilo sofisticado como uma intimidade fascinante e quase invasiva.

Lê Ainda: 13º IndieLisboa | Desde allá, em análise

 

melhores posters

melhores posters

melhores posters

Concluímos a seleção dos melhores posters com os três mais recentes cartazes para The Land, um drama sobre jovens skateboarders envolvidos numa trama criminosa. O enredo e premissa deste filme podem ser um pouco sedentos de originalidade, mas estas imagens publicitárias sugerem uma obra surpreendentemente apelativa, e mesmo misteriosa. O uso de um tosco sorriso desenhado sobre objetos e sobre a própria imagem sugere uma atmosfera de terror mesclada com descontração urbana própria de um indie. O filme pode ser um fracasso, mas estas imagens certamente que nos deixam intrigados.

 


 

OS PIORES POSTERS DA SEMANA

Se os melhores posters foram dominados por propostas esteticamente fascinantes e filmes independentes, a seleção dos piores é o completo oposto, sendo mesmo dominada por um único filme.

 

O uso de coleções de posters para publicitar filmes a partir de cada uma das suas personagens tem-se tornado uma técnica de marketing cada vez mais comum. No entanto, poucos são os designers que parecem dispostos a injetar alguma quantidade de originalidade nestas propostas, sendo que normalmente acabamos com verdadeiros buracos negros de banal mediocridade como é o caso dos mais recentes posters para a comédia Bad Moms. Mau conceito, má composição, cores desinteressantes, iluminação sem interesse e até mau Photoshop, nem mesmo os cartazes de grupo salvam este filme do horror.

 


Será que a seleção dos melhores posters se vai tornar um pouco mais mainstream para semana, ou iremos continuar a celebrar a beleza dos cartazes de cinema independente?


 

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

Cláudio Alves has 1576 posts and counting. See all posts by Cláudio Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.