Melhores Trailers de 2017

Os melhores trailers de 2017 | Introdução e Menções Honrosas

Entre tragédias gregas, orgias de som e música loucamente editados e a doce sugestão de um primeiro amor, os 10 melhores trailers de 2017 são uma seleção variada e heterogénea.

Tal como aconteceu no ano passado, depois de destacarmos quais foram os melhores posters dos últimos doze meses, chegou a vez de examinarmos o panorama dos trailers de cinema. Os critérios de escolha dos melhores trailers do ano não são particularmente complexos, sendo que este é um top 10 com somente algumas menções honrosas. Como já é costume, apenas incluiremos vídeos que foram originalmente divulgados entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2017, quer sejam teasers ou theatrical trailers e não obstante o ano em que os filmes promovidos efetivamente estrearam ou ainda irão estrear.

Em nome de alguma justiça na seleção, apenas iremos incluir um trailer de cada filme, mesmo que se tratem de projetos com enormes e extraordinárias campanhas publicitárias. Outra decisão importante na criação do top 10 foi a tentativa de evitar trailers que revelem demasiados spoilers sobre os seus filmes. Tentámos, ao invés, procurar vídeos que somente sugerem a premissa narrativa, não revelando demasiados detalhes que estraguem a experiência de ver o filme, mas que consigam evocar a atmosfera e tonalidades da obra em promoção.

Lê Também:
Os 25 melhores posters de 2017

Criatividade, excitantes feitos de montagem, bom uso de música e cuidado na manipulação do som também foram, como é evidente tidas em conta. Com isso dito, a principal função de um trailer não é ser uma curta-metragem que funcione isolada. Pelo contrário, um trailer deve aguçar o apetite do espetador pela longa-metragem que está a ser anunciada. Isso é extremamente subjetivo, como é evidente, pelo que todas as decisões aqui presentes revelam tanto sobre a qualidade dos trailers como dos gostos pessoais de quem elaborou a lista. Estando isso já despachado, passemos agora a algumas menções honrosas que, há que sublinhar, não estão organizadas por qualquer tipo de ordem valorativa.

Primeiro temos dois trailers para comédias negras que conseguem sugerir experiências energéticas e deliciosas. Infelizmente, o trailer de “Três Cartazes à Beira da Estrada” acaba por ser incrivelmente melhor que o filme, enquanto o de “Eu, Tonya”, apesar de notável, esconde o tom trágico que o filme mistura na sua comédia, o que é possivelmente o seu melhor elemento de todos e algo que devia ser mais abertamente promovido.

Em contraste, os trailers de “Atomic Blonde – Agente Especial” são uma espetacular síntese do filme, seu tom, seu estilo, uso de música e estonteante montagem em cenas de ação. Depois de ver este trailer é difícil imaginar qualquer fã de cinema de ação não ficar minimamente interessado em ver a mais recente obra-prima de ação encabeçada por Charlize Theron.

Temos ainda de referir e celebrar o pequeno milagre de antecipação estudadamente criada pela campanha publicitária de “It”. Este trailer consegue sugerir o terror e iconografia horripilante deste pesadelo cinematográfico, mas também nos dá necessários vislumbres do carisma das suas personagens adolescentes, assim como da nostalgia dos anos 80 que influencia todo o projeto. Para além disso, a montagem é excelente e consegue não revelar alguns dos choques mais deliciosos do filme.

Lê Também:
Top MHD | Os 10 melhores trailers de 2016

Por fim, uma nota final e necessária. A campanha promocional de “Thor: Ragnarok” foi excecional e fez do blockbuster um dos projetos mais justamente antecipados do MCU. No entanto, os trailers revelaram muitas das melhores piadas do filme e fizeram o erro imperdoável de estragar a surpresa cómica que é o contexto pelo qual o Incrível Hulk aparece na narrativa. Por isso mesmo, nem iremos incluir aqui os vídeos em questão.

Nos próximos dias serão publicados os artigos seguintes neste top, revelando quais são os  10 melhores trailers de 2017 segundo a Magazine HD. Não percas!

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *