O Mês em Música | Playlist de Maio

O Mês em Música é a nossa rádio. Fartos de não ouvir por aí o que de melhor por aí se faz, aqui vos deixamos uma playlist de 15 temas destacados pelo jornalismo internacional.

Bem vindos ao Mês em Música. Já devem ter reparado (ou pelo menos percebido pelo canto do olho) que, desde o início do ano, lá ao lado dos artigos em que demoram o vosso olhar, está uma playlist de Spotify. Talvez se tenham dado conta – espero bem que sim, ou não sabem o que andam a perder – que todos os meses é diferente. É o nosso Top das 15 canções que, entre singles e álbuns lançados em cada mês, queremos destacar. Sem deixar de dar largas ao capricho e a preferências particulares (afinal é a nossa revista e não temos problemas em ser prepotentes), começámos a fazê-la porque queríamos, acima de tudo, repor alguma justiça na divulgação musical.

Lê Também:
Seguindo a voz de Julie Byrne até à Trindade

Se a rádio, refém da publicidade, não quer correr riscos, nós não temos nada a perder. A não ser vocês. Mas nem isso nos assusta. Sabemos que, mais à superfície da pele ou latente no insondável abismo da alma, há o desejo de chegar àquela experiência de ouvir uma coisa e exclamar: “Mas de onde é que isto veio?” Bem vindos ao encontro, ao embate com o génio. Se nem tudo o que vos apresentarmos na playlist causar essa surpresa é porque, às vezes, ainda há da vossa parte muito caminho a fazer; mas também porque nem sempre teremos obras-primas para oferta, que o génio não se encomenda, limita-se a acontecer (o trabalhinho é condição necessária, mas não suficiente…). Ainda assim, prometemos pôr na playlist apenas coisas que tenham a genialidade no horizonte, para lá andando, de lá se aproximando.

Iceage

Assim sendo, bem vindos ao Mês em Música de Maio. Só neste mês saíram cinco discos acerca dos quais ainda nos ouvirão falar bastante e cujos singles já vínhamos a colocar há algum tempo na playlist mensal. Não tardam aí as nossas recensões críticas, destaques em listas de tops, notícias e resenhas de concertos. Bom, percebem a ideia. Amor à primeira audição. É claro que o grau de estima varia entre nós consoante o álbum, com Rebound, de Eleanor Friedberger, Tell Me How You Really Feel, de Courtney Barnett, Singularity, de Jon Hopkins, e Beyondless, de Iceage, a conquistar-nos uns mais, outros menos, a conquistar-nos a uns mas não a todos. Há, contudo, um deles que se apoderou de todos nós e por igual. Era previsível dada a quantidade de singles que fomos dando a conhecer: “Lemon Glow” em Fevereiro, “Dive” em Março, “Dark Spring” em Abril. É a vez de “Drunk in L.A.”, cuja performance no Jimmy Kimmel tem dado que falar de tão boa que foi. Bem vindos a 7, dos Beach House, o nosso álbum do mês.

PLAYLIST MHD | “DRUNK IN LA”, BEACH HOUSE

Quanto aos singles lançados neste mês que passou, queremos destacar “Let’s Find an Out”, de Snail Mail, e “Geyser”, de Mitski. Quanto ao primeiro, constitui nova evidência de que o álbum de debute da banda de Lindsey Jordan fará seguramente parte da nossa lista de Melhores Álbuns de 2018. Lush sairá no dia 8 de Junho, editado pela Matador, o que já de si é promessa de grandeza. O segundo é mais uma pérola de Mitski, compositora que, se não conhecem, deviam conhecer. Este single é uma boa introdução ao seu talento e uma oportunidade de recuperar o tempo perdido ignorando o seu trabalho.

PLAYLIST MHD | “LET’S FIND AN OUT”, SNAIL MAIL

PLAYLIST MHD | “GEYSER”, MITSKI

E quanto a “This Is America”, de Childish Gambino? Olhámos de relance para a playlist, dizem vocês, vimos lá hip-hop e tudo – Pusha T, ok, conhecemos, Flohio, quem é esta? – e não aparece! Ah bom, nós só tínhamos espaço para 15 canções. Liguem a rádio.

Lê Também:
The Jesus & Mary Chain ofuscam e iluminam no Coliseu

PLAYLIST MHD | Álbuns a destacar em Maio

  • Jon Hopkins, Singularity (Domino, 8 de Maio)
  • Eleanor Friedberger, Rebound (Frenchkiss Records, 8 de Maio)
  • Iceage, Beyondless (Matador, 8 de Maio)
  • Beach House, 7 (Sub Pop, 11 de Maio)
  • Arctic Monkeys, Tranquility Base Hotel + Casino (Domino, 11 de Maio)
  • Ray LaMontagne, Part of the Light (RCA, 18 de Maio)
  • Stephen Malkmus & The Jicks, Sparkle Hard (Matador, 18 de Maio)
  • Courtney Barnett, Tell Me How You Really Feel (Mom + Pop Music, 18 de Maio)
  • Parquet Courts, Wide Awake! (Rough Trade, 18 de Maio)
  • Tracyanne & Danny, Tracyanne & Danny (Merge, 25 de Maio)
  • Chvrches, Love Is Dead (Glassnote Entertainment Group, 25 de Maio)
  • Pusha T, DAYTONA (Getting Out Our Dreams, 25 de Maio)

PLAYLIST DE MAIO | SPOTIFY

Maria Pacheco de Amorim

Literatura, cinema, música e teoria da arte. Todas estas coisas me interessam, algumas delas ensino. Sou bastante omnívora nos meus gostos, mas não tanto que alguma vez vejam "Justin Bieber" escrito num texto meu (para além deste).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *