Piercing

Mia Wasikowska quer uma luta sangrenta no trailer surreal de Piercing

Mia Wasikowska está de volta em “Piercing”, filme de Nicolas Pesce, e mostra-nos como ela consegue escapar à morte.

Nicolas Pesce foi muito aclamado pela crítica pelo filme que marcou a sua estreia como realizador em 2016, “Os Olhos da Minha Mãe”. Agora está de volta com “Piercing”.

“Piercing” estreou no Festival de Cinema de Sundance no início do ano e é uma adaptação do romance homónimo de Ryu Murakami, de 1994. Neste filme, vemos Christopher Abbott como um homem e negócios, contratado para matar uma prostituta aparentemente insuspeita, papel interpretado por Mia Wasikowska. No entanto, esta prostituta revela-se mais inteligente e maluca do que se esperaria.

Lê Também:
20 grandes personagens literárias no cinema

Na crítica feita no Sundance, Eric Kohn descreveu o filme como sendo “uma homenagem a ‘Audition’ de Takashi Miike, filtrada através de uma exuberância muito Quentin Tarantino”. Wasikowska entrou recentemente no filme “Damsel”, de David e Nathan Zellner e Abbott entrou como ator secundário no filme “Primeiro Homem na Lua” e entrará em dois filmes independentes a estrear no próximo mês: “Vox Lux” e “Tyrel”.

No restante elenco encontram-se nomes como Laia Costa, Olivia Bond e Marin Ireland. O filme estreia a 20 de janeiro nos EUA pela Universal Pictures e ainda não existe data para a estreia em Portugal.

TRAILER | VÊ MIA WASIKOWSKA A INVERTER A SITUAÇÃO EM PIERCING

O que pensas deste trailer? Curioso/a para ver o filme?

One thought on “Mia Wasikowska quer uma luta sangrenta no trailer surreal de Piercing

  • Um filme desconcertante em que nunca sabemos o que vai acontecer a seguir, em que nada é o que parece e em que nada acontece como pensamos que vai acontecer. O filme é uma muito agradável surpresa com excelentes atuações de Christopher Abbott e Mia Wasikowska (ela foi a única razão porque resolvi assistir ao filme, vi todos os filmes dela). Relativamente a quem espera muito erotismo e violência gratuita, isso não acontece, apenas em algumas cenas bem pontuais. O filme tem reviravoltas bem surpreendentes e não é um filme para qualquer um, é preciso vê-lo com mente bem aberta, especialmente quem não está habituado a filmes alternativos, não seguindo os padrões típicos de Hollywwod. Para além do filme em si e das boas atuações que já referi dos atores principais (e praticamente únicos nesta película), a música do filme é também excelente. E mais não digo para não estragar esta “surpresa” que é “piercing”. É bom que ainda exista algum espaço no mercado para saírem filmes diferentes, estimulantes e “refrescantes” como este. Nota:8/10 (Muito Bom)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *