Na 22ª edição Do Festival de Animação de Lisboa, o Japão está em primeiro plano como país convidado |©MONSTRA

MONSTRA 2023 | Programação Completa Revelada

Entre 15 e 26 de março de 2023, a MONSTRA 2023 – Festival de Animação de Lisboa, e a MONSTRINHA – secção infantil do Festival, estão de regresso para 12 dias da melhor animação, com o Japão como país convidado em destaque. Depois de uma conferência de imprensa repleta, no Cinema São Jorge, revelamos a programação para esta 22ª edição. 

Lê Também:   MONSTRA '22 | Os vencedores da 21ª edição

A MONSTRA está de regresso para a sua 22ª edição, nos próximos dias 15 e 26 de março. Este ano, o país convidado é um dos maiores exportadores de cinema de animação de todo o mundo – o Japão. A presente edição é também especial por culminar com o centenário da criação da primeira obra de animação nacional.Consequentemente, este é o ano, desde o início da MONSTRA, em que existe uma maior representação portuguesa a nível da competição.

A SELEÇÃO DA MONSTRA 2023

Destaques da MONSTRA 2023
©MONSTRA

Ao todo, foram selecionados 423 filmes, entre 50 países representados, as quais serão apresentadas em cerca de 200 sessões em várias salas – do Cinema São Jorge ao Cinema City de Alvalade e Cinemateca, passando também o Festival por uma nova sala, os Cinemas UCI do El Corte Inglés. Os mais de 400 filmes selecionados foram escolhidos pelos programadores do Festival de Animação de Lisboa entre um total de mais de 2000 obras submetidas.

Contas feitas, o Festival MONSTRA 2023 irá acolher 8 estreias mundiais, 7 estreias internacionais e 70 estreias nacionais. Para lá da programação, entre retrospetivas e secções competitivas, o Festival MONSTRA irá também acolher diversos convidados especiais em Lisboa, nomeadamente praticamente todos os realizadores responsáveis pelas longas-metragens em competição.

A abertura faz-se no dia 15 de março, na Sociedade Nacional de Belas Artes, com a inauguração de uma das quatro exposições da MONSTRA 2023, neste caso a exposição ‘site-specific’ do realizador e artista alemão Raimund Krumme, a qual será montada e destruída após o período de exposição.




UMA REFLEXÃO SOBRE O PASSADO, PRESENTE E FUTURO DA ANIMAÇÃO

MONSTRA '23 - Festival de Animação de Lisboa
O cartaz da MONSTRA em 2023 |©MONSTRA

MONSTRA, o ano dos centenários, o ano do Japão!

A MONSTRA 2023 festeja o centenário da animação em Portugal com o lema “Animação e Cultura” e, neste ponto, aproveita para pensar a história da animação em Portugal, nomeadamente através das exposições e retrospetivas. Há 100 anos, o ilustrador Joaquim Guerreiro criou o primeiro filme animado conhecido em território nacional  – “O Pesadelo do António Maria”. Agora, passados 100 anos, “Ice Merchants” (filme que integra a Competição de Curtas), de João Gonzalez, é a primeira produção portuguesa indicada a um Óscar – neste caso na categoria de Melhor Curta Metragem Animada.

O centenário da animação em Portugal assinala-se também através de um evento dentro do evento, a MONSTRA Summit. Para além disso, a Competição Internacional de Longas-Metragens é povoada por duas obras nacionais: Nayola”, de José Miguel Ribeiro, e “Os Demónios do Meu Avô”, de Nuno Beato, filme português inteiramente criado com recurso a stop-motion). Em competição encontramos também “No Dogs or Italians Allowed”, uma co-produção europeia com mão portuguesa.

Já dos 5 filmes que competem pelo Óscar de Melhor Curta de Animação, três irão exibir nesta edição de 2023 da MONSTRA. “Ice Merchants”, como já mencionado, mas também“The Flying Sailor”, das canadianos Amanda Forbis e Wendy Tilby (ambos na seção de curtas em competição). Por outro lado, na Competição Perspectivas encontramos outro candidato aos Óscares – “My Year of Dicks”, de Sara Gunnarsdóttir.




Abaixo ficam os indicados a algumas das categorias essenciais:

Competição de Longas-Metragem

Os Demónios do Meu Avô
©MONSTRA
  • “Os Demónios do Meu Avô” de Nuno Beato;
  • “Guerras de Unicórnios” de Alberto Vázquez;
  • “Nayola” de José Miguel Ribeiro;
  • “A Minha História de Amor com o Matrimónio” de Signe Baumane;
  • “Interdito a Cães e Italianos” de Alain Ughetto;
  • “Perlimps” de Alê Abreu;
  • “Yaya e Lennie: Liberdade em andamento” de  Alessandro Rak.



Competição Portuguesa – SPA Vasco Granja

ice merchants critica porto post doc
“Ice Merchants” | © Curtas Metragens CRL / Agência – Portuguese Short Film Agency
  • “A espuma e o leão” de Cláudio Jordão;
  • “Catisfaction” de André Almeida;
  • “Polvo” de Catarina Sobral;
  • “Ana Morphose” de João Rodrigues;
  • “Troada” de Vitor Hugo Rocha;
  • “Algo que eu disse” de Sara Barbas;
  • “Corrida do Entrudo das Aldeias do Xisto de Góis” de Jorge Marques Ribeiro;
  • “O Homem das Pernas Altas” de Vitor Hugo Rocha;
  • “O Casaco Rosa” de Mónica Santos;
  • “A Casa para Guardar o Tempo” de Joana Imaginário;
  • “Alento” de Leonor Pacheco;
  • “Garrano” de Vasco Sá e David Doutel;
  • “Ice Merchants” de João Gonzalez (que ainda em fevereiro chegará às salas de cinema nacionais).



Uma homenagem ao Japão a assinalar 480 anos de relações

MONSTRA 2023 pioneiros japoneses
“Princess of the Moon Palace” e os pioneiros da animação japonesa |©MONSTRA

O Japão, sempre bastante celebrado, como de esperar, num festival de animação como a MONSTRA, é, em 2023, o País Convidado desta 22ª edição. Festeja, 480 anos de relações amigáveis entre Portugal e o Japão, ao prestar homenagem à “riqueza, emoção, fantasia e poesia da animação japonesa”, como avançado por Fernando Galrito, Diretor Artístico do Festival.

A viagem pelo cinema japonês será extensa, passando pelos mestres do início do século passado, os grandes pioneiros do cinema de animação japonês, passando pelos grandes filmes históricos até à animação nipónica contemporânea. A programação do Japão irá incluir:

  • Retrospetiva dedicada a Koji Yamamura – que estará presente no festival com uma exposição de 50 desenhos originais e exibição de várias das suas obras;
  • Retrospetiva dedicada a Osamu Tezuka, conhecido como o “pai do manga moderno”;
  • Exploração dos grandes pioneiros do cinema japonês;
  • Reflexão acerca do legado do Estúdio Ghibli, que incluirá a exibição de “A Tartaruga Vermelha” com a presença confirmada de Michael Dudok de Wit.
  • Grandes mestres da animação do Japão, como por exemplo Tadanari Okamoto;
  • Filmes japoneses que se inserem na temática “XXX” – cinema erótico;
  • Os maiores estúdios do Japão, com direito à exibição de obras do grandes sucessos actuais do cinema japonês, como a obra de Mamoru Hosoda;
  • Uma antestreia de uma premiada longa-metragem, em primeira mão em Portugal,Inu-Oh (Nomeado para Melhor Filme de Animação Independente nos Annie Awards 2023), de Masaaki Yuasa.



Outros destaques nesta MONSTRA 2023

MONSTRA Peter Pan
A MONSTRA 2023 celebra a história da Disney |© MONSTRA

Para lá das inúmeras secções competitivas, da sessão das curtíssimas às cinco exibições da Competição Internacional de Curtas, tempo ainda para descobrir as criações vindas de países de língua oficial portuguesa com o programa AnimaCPLP. E noutros destaques, a sessão Animação Experimental contará com a curadoria de Noël Palazzo, codiretora do festival Punto y Raya, em Barcelona.

A habitual secção de Históricos celebra, em 2023, os 100 anos da criação da fundação da Walt Disney Company. Neste programa, na MONSTRINHA, apresentam-se obras Disney com 70 anos. E como é também usual, o Festival MONSTRA faz-se também dos seus momentos para lá dos filmes exibidos – na Cinemateca apresenta-se a exposição “100 anos da animação portuguesa” (patente de 2 de março a 2 de junho); e seguindo esta orientação histórica, no Museu da Marioneta, entre 23 de fevereiro e 23 de abril, podemos mergulhar no passado do cinema de animação português com a exposição “Marionetas que Guardam o Tempo”.

Ainda fora do ecrã, para além dos já mencionados Koji Yamamura e Michaël Dudok de Wit, são dezenas e dezenas os convidados de luxo que se juntam à próxima edição da MONSTRA, prontos para conduzir masterclasses imperdíveis. Nomes imperdíveis como Joan C. Gratz, Joanna Quinn, Les Mills, Martin Smatana, Florence Miailhe, Maya Yonesho, José Miguel Ribeiro, Bruno Caetano, Nuno Beato ou Tal Kantor marcam presença no Festival de Animação de Lisboa.

Pelo lema do festival: De 15 a 26 de março, a MONSTRA à solta em Lisboa!

Toda a programação completa e informações sobre as restantes exposições e masterclasses pode ser encontrada aqui: www.monstrafestival.com.



Também do teu Interesse:


About The Author


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *