O vestuário de Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los

Colleen Atwood, a figurinista de eleição de Tim Burton, é a responsável pelos figurinos de Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los, que reinventa as modas da saga Harry Potter.

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

Ao longo de oito filmes, três figurinistas e milhares, ou mesmo milhões de figurinos distintos, que vão desde as vestes luxuosas de Albus Dumbledore até às vestimentas das crianças que passeiam com seus pais por Diagon-Alley, a saga cinematográfica de Harry Potter tem definido um estilo característico. No primeiro filme, Judianna Makovsky tomou inspiração em fantasia medieval e elementos vitorianos para criar um mundo mágico e profundamente inglês. Nos capítulos seguintes, Lindy Hemming e Jany Temime trabalharam sobre as escolhas iniciais de Makovsky e nas metáforas textuais de J. K. Rowling, desenvolvendo um estilo híbrido entre a moda do período da segunda guerra mundial e elementos estilísticos do período vitoriano do século XIX.

Lê Também: Os figurinos de O Caçador e a Rainha do Gelo 

Agora, com Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los, esta icónica saga da fantasia literária e cinematográfica tem uma nova figurinista, Colleen Atwood, que teve de reinventar e reinterpretar o trabalho das suas antecessoras, considerando uma nova época histórica, localização geográfica e as demandas comerciais de um novo franchise. Com três Óscares conquistados e uma das mais ricas filmografias de qualquer figurinista a trabalhar presentemente, Atwood não é nenhuma principiante mas, mesmo assim, as responsabilidades deste trabalho eram bastante monumentais. Felizmente, depois de já ter estreado três outras fantasias com guarda-roupas assinados por si este ano (A Casa da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares, Alice Através do Espelho e O Caçador e a Rainha do Gelo), Atwood guardou o seu melhor triunfo para o fim.

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

Passado na Nova Iorque de 1926, este filme tem como protagonista um incontornável peixe fora d’água na figura de Newt Scamander. Para definir imediatamente o seu estatuto de eterno outsider neste mundo americano, Atwood vestiu Eddie Redmayne bem de acordo com os gostos vitorianos que se viram nos filmes anteriores. A única e grande diferença é a cor. Ao invés de dar privilégio aos negros, cinzentos, verdes e castanhos, o vestuário deste zoologista mágico é uma explosão de cor quase infantil, pontuada pelo seu magnífico e elegante casaco azul-turquesa. Mesmo no meio das heterógenas multidões da Grande Maçã, Newt salta à vista e, com o seu laço e calças demasiado curtas, ele destaca-se sempre por uma certa ineptidão excêntrica.

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

Para o mundo Muggle, ou No-Maj, à sua volta, Atwood escolheu seguir o verismo histórico acima da ensandecida estilização. O charme de um figurino como o fato de Jacob, um padeiro sem poderes que se vê envolvido nos problemas de Newt, não está na aplicação de elementos fantasiosos, mas sim na mestria dos detalhes do quotidiano, como o facto de que, devido à sua falta de meios, o colete que ele veste é de um material diferente do resto do seu fato e está notoriamente mais gasto e apertado. Na ponta oposta do espectro, a perfeição severa de figuras como um magnata da imprensa, interpretado por Jon Voight, e uma fanática religiosa, encarnada por Samantha Morton, é usada para revelar a sua podridão interior. No mundo edificado por J. K Rowling, a idiossincrasia e a diferença são honrosos valores, enquanto o poder opressivo e o privilégio são pecaminosos defeitos de caráter.

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

Consulta Também: 6 Coisas que (possivelmente) Não Sabias sobre Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

É claro que, a nível mais simplisticamente semiótico, Atwood também aplica aos seus figurinos um jogo de moralidade cromática muito marcado. Basicamente, uma personagem tão negativa como a de Morton, veste negro e a sua influência nas crianças que domina e subjuga sob suas promessas de traiçoeira caridade, é visualizada no modo como esses jovens se vestem também em cores escuras e cortes severos. O epítome disto mesmo é o fato de Ezra Miller como Credence. Com linhas rígidas, retas e quase infantis na sua proporção, o seu figurino preto e castanho com remates brancos é a perfeita imagem de um jovem aprisionado pelo controlo autoritário e ditatorial de uma figura parental. Aliado à postura subserviente e corte de cabelo trágico de Miller, este figurino constitui uma das imagens mais memoráveis e tristes do filme.

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

O limitado esquema de cores envergado por Credence é ainda importante pelo modo como liga ao dissimulado Percival Graves cujo figurino é, sem dúvida, o mais elegante de Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los. Detalhes como os alfinetes em forma de escorpião na gola são interessantes mas aqui o destaque vai mesmo para a impecável silhueta e elegância do fato e casaca. Esse seu fato preto, forrado a branco, com traços de lurex e ângulos marcados, Atwood estabelece, não só caráter enganador e amoral da personagem, como o estilo masculino desta América dos anos 20 no mundo dos feiticeiros. Esse é um estilo muito próximo dos gostos Non-Maj, mas mais depurado e severo, onde linhas simples e cortes ajustados ao corpo são preferidos a estilos mais relaxados ou informais.

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

No estilo feminino, pelo contrário, a diferença entre a moda Non-Maj e a moda dos feiticeiros é notória e representativa de grandes cismas sociais e políticos. Uma coisa que se repara logo no filme é como a sociedade de feiticeiros americana, apesar de ter leis muito retrógradas em relação aos Non-Maj, é bastante etnicamente diversa e aqui, ao contrário da nossa realidade histórica, as mulheres parecem estar em pé de igualdade com os homens. Veja-se, por exemplo, os figurinos de Katherine Waterston como Porpentina, uma antiga Auror. Longe de apresentarem a suavidade cilíndrica e graciosa dos anos 20, as suas roupas quase apontam para as décadas seguintes onde traços masculinos e militares iriam entrar nos estilos femininos. Paralelamente, a sua irmã, muito mais glamourosa, pode não usar calças como Porpentina, mas na linha severa dos seus ombros, há a indicação de uma moda que, apesar de semelhante ao estilo típico dos anos 20, tem significativas diferenças que apontam para outro tipo de ideia de feminilidade e do papel da mulher na sociedade.

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

Lê Ainda: Alice do Outro Lado do Espelho | Os figurinos de Colleen Atwood

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

Para terminar esta análise do guarda-roupa de Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los, temos que referir ainda uma outra figura feminina e aquela em que Rowling mais deixa trespassar as suas intenções morais e ideológicas. A Presidente Seraphina Picquery é uma figura de impressionante imperiosidade, com um fato de calças a lembrar as modas que estão para vir nos anos 40 e trajes cerimoniais vistosos e com elementos levemente africanos, como os toucados elaborados, a sugerir a cultura melting pot do EUA. Nesta figura de uma mulher moderna, afro-americana, loira, a viver no passado e a lutar pela justiça social, Atwood e Rowling criam uma personagem secundária com um impacto ideológico e visual tão poderoso como o de Albus Dumbledore nos filmes anteriores. Quando esta presidente prende uma personagem a que, por respeito a quem não queira spoilers, vamos chamar Adolf Trump, essa carga simbólica e imagética é particularmente forte e marca este filme cheio de fragilidades como o mais moral e esteticamente urgente na saga Harry Potter.

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

monstros fantásticos e onde encontrá-los figura de estilo collen atwood

Se te interessas pelas complexidades inerentes ao desenho de figurinos ou simplesmente gostas de ver fotos de atores bonitos em trajes elegantes, vem explorar a nossa rubrica Figura de Estilo!

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *