© Pexels

Mostra Nacional de Jovens Criadores com recorde de candidaturas

Por entre 15 categorias, a Mostra Nacional de Jovens Criadores vai voltar a enaltecer vários jovens artistas em Portugal que se destacam nas suas áreas.

Uma iniciativa do Instituto Português do Desporto e da Juventude, a Mostra Nacional de Jovens Criadores (MNJC) terá lugar de 1 a 3 de dezembro e abrange 15 dimensões artísticas. Um evento cultural ímpar a nível nacional, já foi palco que consagrou como vencedores artistas de renome como a artista plástica Joana Vasconcelos, os escritores Valter Hugo Mãe e Gonçalo M. Tavares, os estilistas António Tenente e Maria Gambina e o compositor Manuel Durão.

Esta edição de 2022, que marca os 25 anos do seu arranque, é já um marco na história da Mostra Nacional; no total recebeu 838 candidaturas, o maior número alcançado desde a sua criação. Em competição, no entanto, estarão apenas 114 artistas, todos eles selecionados por um criterioso júri que elegeu até oito criadores em cada categoria. Além de um representante do IPDJ, este júri foi específico para cada categoria e contou com nomes como o humorista Hugo Van Der Ding, a ilustradora Clara Não, o escritor Afonso Cruz, a atriz Carla Chambel, o estilista Dino Alves, a artista visual e ilustradora Tamara Alves e o músico Hélio Morais, entre outros.

Lê Também:
30 filmes que marcaram a última década do cinema português

O evento, que é organizado pela primeira vez pelo Gerador, plataforma portuguesa independente de jornalismo, cultura e educação, é uma parceria com a Câmara Municipal de Almada. O evento terá lugar no Fórum Municipal Romeu Correia e no Centro Cultural e Juvenil de Santo Amaro, em Almada, com a gala de vencedores no último dia, 3 de dezembro – o programa completo pode ser consultado AQUI.

As categorias da Mostra Nacional de 2022 são Arte Digital, Arte Urbana, Cerâmica, Cinema, Dança, Escultura, Fotografia, Gastronomia, Humor, Ilustração, Literatura, Moda, Música, Pintura e Teatro; os vencedores de cada categoria irão receber um prémio no valor de 1.000 euros, terão uma entrevista na plataforma do Gerador e 50% de desconto em todos os cursos e workshops da Academia Gerador durante um ano, e um Cartão Jovem.

Conhece os nomeados nas 15 categorias da Mostra Nacional de Jovens Criadores de 2022:

ARTE DIGITAL

  • André Kosasih (“Pega de Cara”);
  • Dany Marques Ferreira (“Plasticine”);
  • Fernando Moletta (“Eu, que ignoro tantas coisas, sei que ignoro uma a mais”);
  • Isabel Rego Raposo (“The Dance of the Spectator”);
  • Leonor Mendes, Ana Marta Martingo e Beatriz Caetano (“Magnetic Field Reimagined: Where Surrealism and Artificial Intelligence Meet”;
  • Luís Pedro Oliveira Santos (“Outcome”);
  • Marisa Sarraipa Constantino (“Reminiscência”);
  • Nádia Alexandra Camilo Fernandes (“Corpo Paisagem”).

ARTE URBANA

  • c’marie (“SuperPower”);
  • Flávia Martins e Daniela Fortunato (“Lavadeiras”);
  • Giulia Yoshimura Pestana (“Ruderal”);
  • Mafalda Lalanda, Elena Soressi e Elizama Almeida (“As mil e duas noites”);
  • Matilde Cunha (“Espectro”);
  • Nature The Artist (“Tyrannosauros Rex vs Bull Dozer”);
  • Rafael Alves (“Trash Art Gallery”);
  • Rui Miguel Cerqueira Coelho e Maria Luísa Cerqueira Coelho (“Histórias Viandantes”).

IG | C’MARIE, UMA DAS NOMEADAS À MOSTRA NACIONAL

CERÂMICA:

  • Carolina Garfo (“Cãofrontos de Gestos”);
  • Cristiana Santos (“Unidade”);
  • João Salgueiro Baptista e Rodrigo Queirós (“Ira e Cinismo”);
  • Madalena Hipólito (“O tatu”);
  • Mariana Dimas (“Consciência e Produção”);
  • Marion Flore Konirsch (“Altarino”);
  • Pedro Guimarães Ferreira (“Kinky Ceramics”);
  • Thiago Bührer (“Ídolos Adiados”).

CINEMA:

  • André Kosasih (“ORCHID”);
  • Carolina Neves (“Alvorada”);
  • Clara Jost (“Meine Liebe”);
  • Falcão Nhaga e Mariana Morais (“Mistida”);
  • João Salgado (“Wetsuit”);
  • José Freitas (“Fora de Jogo”);
  • Mariana Guerreiro Ferreira (“Lessons in the Kitchen”);
  • Thiago Cavalheiro e Luís Miguel Amorim Pereira (“Alexandria”).

TRAILER | WETSUIT, DE JOÃO SALGADO

DANÇA:

  • Beatriz Valentim (“SELF”);
  • Isadora Dantas (“a mulher que caminha de saltos altos”);
  • João Pedro Salvado Figueira e Thais Barreto Coelho de Melo (“voltas por um fio”);
  • Katarina Lanier (“Call me Three Times”);
  • Laura Rios (“A imposição”);
  • Lua Carreira (“Kind of Blue”);
  • Maria de Fátima Santos Pinheiro (“Anastilose I”);
  • Sofia Polyakova (“DO NADA”).

ESCULTURA:

  • Beatriz Vale Martins (“O (meu) jardim”);
  • Fernando Moletta (“Dispositivos para uma nova agenda (A caça)”);
  • Luísa Barros Amaral (“Verbrennen und verholzen”);
  • Madalena Dimas (“Diário Janeiro-Maio 2022”);
  • Margarida Andrade (“O mar torna o horizonte numa miragem”);
  • Maria João Campos Gonçalves (“Destruição Como Construção”);
  • Marion Flore Konirsch (“Totem”);
  • Nature The Artist (“Sneakerus Vulgaris”).

IG | A OBRA DE NATURE THE ARTIST

FOTOGRAFIA:

  • Ana Catarina Teixeira Inácio (“Horizonte (entre o céu e o mar)”);
  • Eva Couteiro e João Renato Salgueiro Baptista (“Inspiro quando sais, inspiro quando chegas. O sono”);
  • Gonçalo C. Silva (“What is left”);
  • Guilherme Proença (“Estudos sobre propriedade”);
  • Joana Dionísio (“And the shape of things disappeared for a while”);
  • Rafael Raposo Pires (“Parcelas”);
  • Rute Maria Carneiro Natal Silva (“Earth (hurt)”);
  • Tiago Leonardo (“To the Art Collector”).

GASTRONOMIA:

  • Andres Cardenas e Elisabetta Perna (Pesca do Pacífico Colombiano);
  • Simão Jarro (Atum na chapa com puré de batata doce, cebolinhas caramelizadas e um jus de cebola).

HUMOR:

  • Afonso Paiva (Stand-up Comedy);
  • Bruna Cunha (Stand-up Comedy);
  • Lili Pereira (As Notas de Zero Euros (elucidoscópio));
  • Manel Rosa (Ideia – Do nascimento ao culminar);
  • Miguel Valente (Se calhar alguém já falou disto);
  • Pedro Marques (Tutoriais para a Vida Adulta em PowerPoint: Como Lavar Roupa);
  • Rita Mendes e Beatriz Neri (Página Solta);
  • Rodrigo Duarte, João Moreira e José Pedro Rodrigues (Filhos Criados).

IG | BRUNA CUNHA, UMA DAS NOMEADAS

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Bruna Cunha (@buwho)

ILUSTRAÇÃO:

  • Ângela Catarina Mendes Peixoto (“Era (e é) uma vez o Vitória”);
  • Catarina Fernandes (“Gentis versus Mentis”);
  • Clara Leitão (“Lobacobra”);
  • Daniela Fortunato (“Praça da Fruta”);
  • Daniela Mata (“The Ghost Of”);
  • Patrícia Marinho Oliveira (“Matéria prima”);
  • Ricardo Rito (“Hell’s Kitchen”);
  • Rita Romeiras (“Telefone estragado”).

LITERATURA:

  • André Paiva (“Diarístico”);
  • Andreia Esteves (“O Forno: Histórias de Desejos Culinários”);
  • Catarina Lobo Vasconcelos Letria (“Toca-e-foge”);
  • Edmilson Gomes dos Santos (“Matar Catos por Afogamento”);
  • Gabriel Gomes (“Antagónico”);
  • Marcos André da Silva Esberard Bilro (“O Pau das Minhas Costas”);
  • Miguel Ezcurdia Royo (“A Sombra Oriental”);
  • Rui Miguel Cerqueira Coelho (“Histórias Viandantes”).
Lê Também:
O Amor é Tão Simples, revisitado

MODA:

  • Carolina Duran, Leonardo Moura e Mafalda Fidalgo (INTRA);
  • Francisca das Neves Pereira Isabel (Portugal do sonho à realidade);
  • Jennifer Oliveira Barbosa (Vejo flores em ti);
  • Laura Sousa (Etéreo);
  • Mafalda Soares (War Sons);
  • Mariana Filipa Godinho Soares (Exolvuntur);
  • Mariana Vitorino Ramos (Souvenir);
  • Rita Teixeira (Inner Child);

MÚSICA:

  • Ana Catarina Silva e Juliana Soares Ramalho (“Embalo das Marés”);
  • António Miguel Serra (“Metamito – Soro da Verdade”);
  • Beatriz Capote e Diogo Santos (“Metamorfose”);
  • EVAYA, polivalente e Tom Maciel (“atenção”);
  • Gabrielly (“Capocu”);
  • Jónatas TOTA Pereira e EU.CLIDES (“esquissofrénico”);
  • Maudito (“Juro”);
  • Nuno Miguel Vinhas Gonçalves (“Ceifa”).

PINTURA:

  • Ana Catarina Teixeira Inácio (“Ocaso”);
  • Carolina Batalha (“Quase-Presença”);
  • Carolina Rainho (“Os peixes grandes comem os pequenos”);
  • Diana Santos (“Rasto II”);
  • Inês Nêves (“Ferida que dó e ferida que não se sente”);
  • Inês Paixão (“Não paisagem, não pintura”);
  • João Abel da Silva Mota (“A Meu Ver #1”);
  • Mafalda Salema de Oliveira Martins.

VÍDEO | A OBRA DE INÊS NÊVES

TEATRO:

  • Alan Sencades e Jessica Lane (“ÁRIA”);
  • Beatriz Guerreiro (“O Lugar do Instante”);
  • Inês Alves García, Ana Carolina Fonseca, Beatriz Prada, Daniela Fonseca, Maria Isabel Quinta Lobo e Rui Silva (“Kharms ou O que em mim era de DEus e o que em mim era de Tolo”);
  • João Pires (“INTERVALO”);
  • Maria Abrantes Alves (“Da plateia para o palco”);
  • Mariana Sevila (“SADO – Uma Cerimónia de Vida”);
  • Naiana Soares Padial (“As vidas miúdas e outras insignificâncias”);
  • Sofia Pessoa Pádua, Diana Canha e Francisco Taveira Pinto (“Ilusionistas”).

Já tinhas ouvido falar desta Mostra Nacional de Jovens Criadores? Consegues reconhecer algum nome?

Marta Kong Nunes

Fanática de cinema e séries por pura paixão, sou da geração Disney mas também das Tartarugas Ninjas, Motoratos e afins. Já passei pela obsessão de vários géneros de cinema e apesar de me considerar eclética, nada me tira o gozo de um bom filme de acção (por muito irrealista que seja). Séries também se devoram por cá, mas a magia de um filme, será sempre a magia de um filme!

Marta Kong Nunes has 2907 posts and counting. See all posts by Marta Kong Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.