Low (foto de Margarida Ribeiro)

Nos Primavera Sound | O melhor e pior da edição de 2019

O Nos Primavera Sound já não é o que era. Se grandes figuras da música alternativa de agora estiveram presentes, ficaram enterradas em pop sobrevalorizado e ignóbeis sobreposições. Eis o que nos ficou na memória, pelas melhores e piores razões.

J Balvin no Nos Primavera Sound 2019 (crédito Hugo Lima)
J BALVIN – DAY 2 @ NOS PRIMAVERA SOUND 2019
© Hugo Lima | hugolima.com | www.fb.me/hugolimaphotography | instagram.com/hugolimaphoto

Num mundo regido pela procura desmesurada de gerar notícia, não interessa do quê, há que documentar o que é bom para que não se perca. Assim, numa edição do Nos Primavera Sound onde não falta o que criticar, são cinco os concertos que selecionamos não apenas como os melhores (porque afinal, em terra de cegos quem tem olho é rei), mas como verdadeiramente meritórios (eles e alguns outros) de nos terem levado até ao Parque da Cidade, no Porto. Quisemos assim começar pelo que fez história na nossa vida e nos faz estar gratos pela existência deste Nos Primavera Sound 2019.

Como é possível atestar pela nossa secção de piores, esta edição do Nos Primavera Sound (já se antevia aliás pelo cartaz) esteve longe de ser perfeita e, se o fazemos notar por meio do juízo e da verve do nosso Daniel Rodrigues, é para que não se perca um dos festivais que sempre teve a nossa estima pela real alternativa que representava no actual panorama de poptimismo. A tradição e identidade deste evento constituía um legado da geração X de cuja atractividade para os milenares esta mesma geração X não devia duvidar, até porque não falta neste universo juventude a reclamar, tornar seu e inovar o indie que herdaram. Como o comprova o próprio cartaz no que tinha de melhor.

Seria, contudo, injusto ou mesmo inconsciente da nossa parte deixar que míseras atuações cuja grandeza subjaz apenas no entretenimento dos olhos, através dos seus ostentosos espetáculos, se sobrepusesse a tudo o que na sua discrição e naturalidade, é realmente bom. Assim, para o final e para a posteridade, fica o registo fotográfico e as memórias da grande música que se fez e ouviu nos 3 dias desta edição do Nos Primavera Sound de 2019.

1 de 13

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *