Foto de Jéssica Rodrigues © MHD

O Sol da Caparica | Bispo transforma o Sol em estrelas

No quarto dia d’O Sol da Caparica, foi o Hip-Hop o estilo que dominou o palco principal e foi Bispo quem protagonizou uma chuva de estrelas.

Coube a António Zambujo fazer a abertura do palco principal d’O Sol da Caparica no quarto dia de festival. Após o cantor de O Pica do Sete animar o público mais crescido que se concentrou no epicentro da ação, foi a vez de Mafalda Veiga dar continuidade ao espetáculo totalmente em português. Chegado o pôr-do-sol, T-Rex deu início àquela que seria a noite em que mais se ouviria Hip-Hop no recinto da Costa da Caparica. Com uma plateia bem aquecida pelos ritmos rápidos do rapper Daniel Benjamin (T-Rex), chegava a vez de Bispo esquentar os corações dos milhares de fãs que insistiram em acompanhar o espetáculo do músico da linha de Sintra.

Pedro Bispo, mais conhecido simplesmente como Bispo, nasceu em Algueirão-Mem Martins e é hoje uma das maiores promessas da música portuguesa. Com apenas onze anos, o rapper português começou a fazer músicas sobre aquilo que ia sentindo no dia-a-dia, até que em 2014 lançou ‘Bispoterapia’, o álbum de EP’s que lhe conferiu algum estatuto. Hoje em dia, Bispo conta já com quatro discos de estúdio e muitos singles de sucesso.

Lê Também:
O Sol da Caparica | Plutónio apresenta Lisabona à Caparica

Habituado a cantar sobre si e as suas origens, Bispo foi o protagonista de um concerto inspirador em que o público fez questão de acompanhar os seus temas. Camuflado num cenário com padrões militares, o cantor de Algueirão-Mem Martins pôs em marcha um espetáculo intimista, no qual sobressaiu a simplicidade de Bispo. Perante uma multidão amontoada, houve inclusive desmaios e muita euforia por parte de um público deveras jovem.

Apesar de ter subido a palco com um repertório bastante variado que incluiu temas mais antigos, Bispo aproveitou a oportunidade para cantar as músicas do seu mais recente álbum, um disco que saiu logo no início da pandemia. Apesar de as canções terem estado confinadas às plataformas digitais durante dois anos, mal o rapper lançou as primeiras notas dos seus temas, o público mostrou ser conhecedor do seu trabalho e fez questão de cantar a plenos pulmões e com uma energia eletrizante. Entre as músicas interpretadas, destacam-se Essa SaiaNós 2, Lembrei-me Sem Limite.

Bispo
Foto de Jéssica Rodrigues © MHD

Conhecido pela sua humildade, Pedro Bispo nunca esqueceu as suas origens e a sua luta para conseguir alcançar o sucesso de hoje. E é exatamente sobre tudo isso que o rapper português fala nas suas canções. Já na edição de 2022 d’O Sol da Caparica, Bispo fez questão de apresentar aos fãs como terá começado o seu percurso na indústria da música. Para tal, o cantor chamou a palco um amigo com quem gravou uma das suas primeiras fitas musicais.

Embalado pelos agradecimentos, Bispo não se esqueceu de homenagear o seu guitarrista com quem havia partilhado o palco neste mesmo festival em 2018. Mas o momento mais enternecedor estava ainda por vir. Quem acompanha o trabalho do rapper sabe o quão grato o jovem cantor é à avó que o ajudou a criar. Aproveitando a multidão que se aglomerava à frente do palco principal, Pedro pediu a todos os presentes que ligassem as lanternas do telemóvel para criar uma ‘chuva de estrelas’, enquanto cantava Aviola II, a canção escrita para a sua heroína.

Lê Também:
O Sol da Caparica | Diogo Piçarra faz da Caparica o paraíso

Com uma plateia totalmente rendida à simplicidade de Bispo, o público delirou com cada tema cantado e fez questão de aplaudir o genuíno espetáculo do cantor da linha de Sintra. Apesar de esta não ter sido a primeira vez do músico n’O Sol da Caparica, este concerto marcou a estreia de Pedro no palco principal e o artista não desperdiçou a oportunidade para mostrar o seu valor.

Pedro Bispo comprovou que o Hip-Hop está bem vivo e veio para ficar! Com um recinto lotado, o cantor protagonizou um ilustre concerto, mostrando as suas capacidades para dominar a plateia enquanto preenche um palco em toda a sua plenitude!

Assististe ao concerto de Bispo? Qual a tua música preferida?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.