Philips BDM3275UP, em Análise


A Philips tem apostado forte em monitores grandes e de grande qualidade, e o seu BDM3275UP é um monitor para lutar pelos lugares de topo da sua gama.

Com 32 polegadas e resolução 4K (3840×2160), este monitor Philips traz como objetivo conseguir criar uma imagem, baseada em várias tecnologias, que seja capaz de não cansar os olhos ao fim de várias horas de trabalho. Testámos o monitor durante várias horas de testes a videojogos e realmente nota-se que o brilho e cores não “ferem” os olhos desde que se tenha alguma distância. No entanto, sendo um monitor de 32 polegadas, é necessária alguma distância em relação ao local em que estamos com o rato e teclado.

Com um design interessante e excelente qualidade de materiais, este monitor tem a capacidade de se adaptar a qualquer posição/ângulo que nos seja mais conveniente, quer seja na posição normal (horizontal) ou até na vertical, deslizando e inclinando-se por vários eixos para se adaptar ao nosso local. Os materiais são sólidos, polidos e todo o monitor tem um aspeto bonito mas também pesado, para permitir posições menos normais sem que o monitor fique em risco de tombar.

 

Vê também: Razer Kraken 7.1 Chroma, em Análise

 

A isto juntam-se várias entradas usb, HDMI, DisplayPort, DVI e ainda entradas de som para podermos dar uso das duas colunas de 3W que o monitor traz. Em relação à parte sonora, este é um monitor com boa qualidade e que serve para o dia a dia, mas que poderá saber a pouco caso queiram uma experiência de som mais completa tanto para verem filmes como nos jogos.

Um dos grandes trunfos do monitor está nas cores que consegue reproduzir. A qualidade dos negros é fantástica, das melhores que já vimos dentro desta gama e as cores são vivas e brilhantes, sendo um monitor que quando alimentado por um sinal 4K nos consegue encher a sala de cores e luz com uma qualidade fantástica. A isto junta-se uma boa resposta de 4ms a 60Hz e a experiência nos jogos é realmente impressionante, também graças a um contraste de topo. Para além disso, os menus estão em Português e torna-se ainda mais fácil retirar partido de tudo o que o monitor pode oferecer.

bdm3275up_00-ims-pt_pt

No entanto, o grande trunfo deste monitor é o seu sistema MultiView, que nos permite ter no mesmo ecrã, a reprodução de dois sinais, escolhendo o tamanho e localização de cada janela. Com isto podemos, por exemplo, ter no mesmo monitor, a transmissão do que está a dar na televisão e ainda o que está no nosso computador. Para este teste criámos algumas combinações, umas vezes tivemos a nossa box de televisão e a nossa consola ligadas ao mesmo tempo no monitor e estivemos a jogar enquanto víamos um jogo de futebol. Outras vezes dois computadores ao mesmo tempo, outras vezes ligámos computador e consola. E tudo funcionou na perfeição e com grande qualidade de imagem.

Para algumas pessoas esta funcionalidade pode não ser fantástica, mas para outras dá imenso jeito. A capacidade de termos, em 4K, um ecrã a dar dois sinais em simultâneo, com o tamanho que quisermos, é fantástico na área empresarial mas também na área de gaming. Para além disso, podemos dizer que se poupa em espaço.

philips_bdm3275up

Este Philips BDM3275UP apenas falha no seu nome pouco sonante. Não fica no ouvido e não demonstra o que este pode fazer. Em termos de specs, podia ter maior poder sonoro, mas também é verdade que quem comprar este monitor também irá querer um sistema de som exterior. Se for usado apenas para trabalho e quiserem optar por headphones, então o monitor comporta-se bastante bem. No global, este é um produto de topo e que terá um preço que não é para todos, pois anda à volta dos mil euros. Todavia, este é o preço da qualidade que este monitor nos oferece. Em todos os aspetos é um monitor entre os melhores que podemos encontrar, e o seu tamanho/qualidade torna-o numa escolha apetecível. Mas, voltamos a referir, que o seu grande trunfo é o MultiView que atinge grande performance e aos poucos torna-se em algo obrigatório. Depois de o usarem, poderão não querer outra coisa.

Recomendado? Sim, sem dúvida, mas não é para qualquer bolso. Da nossa parte, vamos continuar a usá-lo para mais uns testes de jogos, e vale a pena!

 

Pontos fortes:

  • MultiView
  • Qualidade dos materiais
  • Grande qualidade de imagem
  • 4K
  • Contraste e negros de grande qualidade

Pontos fracos:

  • O preço elevado é o que teremos de pagar por toda a qualidade e tamanho do monitor

Luís Pinto


 

 

Luis Pinto

Developer de videjogos e inteligência artificial - Autor do canal Luís Pinto - Apaixonado por jogos desde o tempo do Spectrum!

Luis Pinto has 854 posts and counting. See all posts by Luis Pinto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.