Os melhores e piores posters da semana (03/04-09/04)

Um par de óculos de sol com grande valor simbólico, quatro cavaleiros do apocalipse e desinspiradas florestas japonesas, esta passada semana ofereceu uma grande variedade de notáveis posters de cinema.

Na semana de 3 a 9 de abril, vários posters de cinema foram distribuídos ao público. Alguns deles são ótimos exemplos de marketing e design, criando expetativas monumentais em quem antecipa os seus filmes ao mesmo tempo que se apresentam como chamativos objetos gráficos. No entanto, outros cartazes não têm estas mesmas qualidades, sendo mais caracterizados pela doentia banalidade e produzindo pouco mais que uma apática indiferença a quem os observa. Vejamos os mais notáveis e notórios exemplos de ambos estes casos.

 


 

OS MELHORES POSTERS DA SEMANA

Começamos com os melhores da semana, onde a falta de cor parece ter sido o tema da semana. Felizmente, estas obras de grafismos monocromáticos conseguem cativar pelas suas composições, conteúdos ou simples mas potentes ideias visualizadas.

 

Tem-se tornado algo comum, as grandes produtoras distribuírem vários cartazes de cada uma das personagens dos seus grandes filmes, especialmente se estivermos a falar de um blockbuster que integra um popular franchise. Consequentemente, não é de admirar que o próximo filme dos X-Men tenha tido direito a este tratamento, o que é de surpreender é a peculiar beleza destes quatro cartazes dos cavaleiros do apocalipse. Maioritariamente em tons de contrastantes pretos, cinzas e brancos, estas imagens são pontuadas por precisos golpes de cor e oferecem uma visão que mescla as silhuetas de cavalos em fúria, as personagens em questão e uma paisagem apocalíptica de pilhas de cadáveres, que lembram uma visão demoníaca dos textos de Dante.

Lê Também: Filmes Mais Antecipados de 2016 | 4. X-Men: Apocalypse

 

OS MELHORES POSTERS

The Return é um documentário sobre a reentrada de ex-presidiários na sociedade americana, depois de mudanças legislativas que terminaram com a chamada three strike policy, que condenava a uma sentença perpétua quem quer que tivesse três ofensas abrangidas por esta lei. A imagem, de uma figura prestes a passar por uma porta na forma da bandeira americana é uma potente representação da premissa deste filme, pessoas, outrora injustamente sentenciados a passar a vida atrás das grades, a ganharem liberdade, sendo simultaneamente chamativa e memoravelmente gráfica.

 

OS MELHORES POSTERS

Não querendo revelar demasiados spoilers, este novo teaser poster para a sequela de Kingsman será uma delícia para quem quer que se tenha deixado seduzir pelos charmes de Colin Firth no primeiro filme. Há que ainda louvar a potente simplicidade da imagem e seu instantâneo impacto. Nada melhor que isto para aumentar as expetativas dos fãs.

Lê Ainda: TOP Filmes 2015 by MHD

 


 

OS PIORES POSTERS DA SEMANA

Depois de três semanas generosamente recheadas de desastrosos posters que tanto ofendiam os olhos com a sua feiura, como insultavam os cinéfilos com a sua aborrecida banalidade, temos uma semana sem nenhuma grande catástrofe. O máximo que se pode apontar como realmente negativo, é a falta de criatividade que parece afligir muitos designers de cartazes que aparentemente tomam como único elemento gráfico relevante a face dos atores e nada mais.

 

Consequentemente, estes três cartazes internacionais para The Sea of Trees de Gus Van Sant são a nossa escolha para piores da semana. O filme foi criticamente arrasado aquando da sua exibição em Cannes o ano passado, e este tipo de desinspiradas imagens não aliciam ninguém a perder o seu tempo com este drama sobre suicídios na cultura japonesa. O que será pior? O poster francófono que tenta esconder a todo o custo a presença do único ator japonês no elenco principal ou a versão italiana e seu abominável trabalho de Photoshop na reunião das faces dos três atores na mesma imagem?

 

Com sorte, a próxima semana será tão escassa em maus cartazes como esta. Esperemos, contudo, que os melhores cartazes sejam ainda mais brilhantes que aqueles que tivemos o prazer de ver nos últimos sete dias!


 

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

Cláudio Alves has 1577 posts and counting. See all posts by Cláudio Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.