Ang Lee e Will Smith, "Projeto Gemini" | © 2019 PARAMOUNT PICTURES. ALL RIGHTS RESERVED

Projeto Gemini | Filme com experiência ímpar de 3D+ em HFR

“Projeto Gemini” chega aos cinemas a 10 de outubro e traz consigo uma experiência única! Vem conhecer um pouco mais sobre o 3D+ em HFR.

Do galardoado realizador Ang Lee, chega este mês aos cinemas nacionais, no dia 10 de outubro, “Projeto Gemini”, um novo filme de acção com Will Smith no papel de protagonista. E, apesar de ainda não ter estreado, já é considerado uma experiência cinematográfica absolutamente inovadora para o público em todo o mundo, graças à nova tecnologia digital 3D+ em HFR (High Frame Rate).

Uma experiência única no grande ecrã, o 3D+ em HFR é um formato digital evolutivo que possui uma velocidade de 60 fotogramas por segundo, destacando-se dos “filmes” normais que possuem cerca de metade dos fotogramas. Deste modo, com uma fantástica resposta na construção da imagem, esta tecnologia proporciona ao público uma experiência 3D amplificada e totalmente imersiva.

Lê Também:
Guia de Estreias de Cinema em 2019

As imagens tornam-se mais próximas (mais até do que o olho humano consegue ver), permitindo que o espectador se coloque praticamente no centro da acção que está a ver. E se esta imersão não oferecesse suficiente interesse para ser de facto uma experiência única, o 3D+ em HFR é também um meio de impactar o espectador pela via emocional, sempre aliada ao espectáculo visual que o filme proporciona.

De acordo com Ang Lee, o realizador que já tem dois Óscares, “Projeto Gemini” é a porta de entrada para “uma nova era no cinema”, onde a tecnologia permite uma experiência mais imersiva. Já Ben Gervais, o supervisor técnico do filme, destaca,

“o que vão ver em “Projeto Gemini” é uma alta taxa de fotogramas em 3D chamada 3D+ em HFR, que coloca o público no centro da ação. Sentimos que estamos mesmo lá. E dá-lhe [ao público] uma experiência que não pode ter em casa.”
Sobre as técnicas de filmagens versus a capacidade desta tecnologia, Bill Westenhofer dos efeitos especiais realça o método utilizado.
“Filmámos em 3D a 120 fotogramas por segundo, que é 35 vezes a quantidade de dados que um filme normal a 24 fotogramas por segundo exigiria.”

Lê Também:
Esquadrão Suicida | O estilo de Deadshot

“Projeto Gemini” é um thriller de acção protagonizado por Will Smith no papel de Henry Brogan, um assassino de elite que se torna alvo perseguição por um jovem e misterioso agente que, aparentemente, consegue prever todos os seus movimentos. O filme é produzido por produtores de renome como Jerry Bruckheimer, David Ellison, Dana Goldberg e Don Granger.  E no elenco ainda contamos com Mary Elizabeth Winstead, Clive Owen e Benedict Wong.

VÍDEO | PROJETO GEMINI E O 3D+

Curioso com o filme que junta Ang Lee e Will Smith?

Marta Kong Nunes

Arquitecta (com um c!) de formação. Coordenadora de profissão. Fanática de cinema e séries por pura paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *