Rage 2

Rage 2 (PS4) | em análise

“Rage 2” é um shooter vibrante, e viciante que não nos dá descanso. Mas será que chega para ficar na nossa consola durante muito tempo?

ANÁLISE | RAGE 2

Não precisamos de muito tempo para perceber que “Rage 2” tem uma fase inicial bastante repetitiva em termos de missões, com os objetivos a serem parecidos e muito focados no simples matar tudo o que mexe. A intensidade do jogo é grande, por vezes brutal, sendo um jogo que não nos dá descanso e que exige a nossa concentração.

Para aqueles que não jogaram o primeiro jogo, não há problema, porque apesar de a história ser uma continuação, na realidade não necessitam de conhecer a história do primeiro jogo para avançar neste sem qualquer problema. Em termos de narrativa, a ação é quem manda, com momentos intensos em muitas ocasiões e pelo meio bastante comédia misturada e até algum sadismo. A verdade é que não se pede muito a este enredo, mas é pena não existirem decisões que possamos tomar e as personagens não têm impacto na história em si, não apresentando grande desenvolvimento.

Com uma grande intensidade gráfica, o trunfo está nos efeitos sonoros, muito bons para este jogo, ajudando a criar um ambiente frenético e intenso que nos puxa a aumentar o som e vibrar com o que está a acontecer. A isto junta-se uma boa jogabilidade, também focada em criar intensidade, até pela forma como nos movemos. É tudo muito rápido.

Lê Também:
F1 2019 (PS4) | em análise

A inteligência artificial não é fantástica, mas é uma falha que não se nota porque os inimigos são muito agressivos. Claro que agressividade e inteligência não é a mesma coisa, mas o jogo é difícil o suficiente para ser um bom desafio.

Durante as mais de 18 horas de campanha, é preciso salientar que estamos sempre a adquirir poderes e armas novas, o que faz com o que o jogo não seja repetitivo, mesmo tendo em conta que o que temos de fazer é repetitivo durante a primeira metade do jogo.

Destaque para o duplo salto, para as explosões que podemos criar após aterrarmos num local e também a capacidade de empurrar inimigos como se fossemos um Jedi.

Enquanto matamos inimigos, este vão deixando cair dinheiro, que é importante, até para nos curarmos. Com isto o jogo leva-nos a arriscar, a entrar na ação e a deixar zonas de conforto.

O sistema de upgrade é enorme. Cada arma, cada personagem, objeto, armadura ou veiculo, tem upgrades possíveis. É mesmo muita coisa e torna-se viciante!

Aos poucos o jogo vai ganhando variedade, mas é pena o mundo não ser muito vivo. Faltam encontros inesperados, falta alguma vida enquanto andamos de um local para o outro, faltam cenários que contem mais história. Contudo, a intensidade do jogo leva-me a não sentir muita falta de todos estes detalhes e divirto-me na mesma, apesar de notar que falta aqui algo que torne este jogo numa brutal referência no género.

“Rage 2” é um jogo viciante, intenso e com muitos upgrades. É um jogo divertido e que nos dá muitas horas de diversão. Falta-lhe uma história melhor, falta-lhe alguma diversidade no que temos de fazer, mas é divertido e viciante do início ao fim. Nunca me senti aborrecido. Se é isto que procuram, “Rage 2” é uma boa compra!

Luís Pinto

HARDWARE USADO PELA MHD PARA TESTES DE JOGOS

PS4:

  • PlayStation 4 Pro
  • Razer Raiju Controller
  • Razer Leviathan Sound System

PC:

  • Headphones Razer Carcharias
  • Keyboard Razer Epic Chroma
  • Mouse Razer Naga Epic Chroma
  • Monitor AOC U3277PWQU

Mobile:

  • BQ Aquaris V Plus

Rage 2
Rage 2

Game title: Rage 2

Game description: Rage 2 é um shooter vibrante, e viciante que não nos dá descanso. Mas será que chega para ficar na nossa consola durante muito tempo?

  • Jogabilidade - 82
  • Gráficos - 80
  • Som - 84
  • Enredo - 70
76

RESUMO

O MELHOR: Combate intenso, divertido e cheio de evoluções. Muitas armas!

O PIOR: Missões repetitivas

EDITORA: Avalanche Studios

PLATAFORMA: PlayStation 4

Sending
User Rating 5 (1 vote)
Comments Rating 1 (1 review)

Luis Pinto

Software developer - Autor do canal Tek Test - Apaixonado por jogos desde o tempo do Spectrum!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sending