Winona Ryder e as suas expressões faciais que conquistaram os SAG Awards

Winona Ryder parece ter sido o único membro do elenco de Stranger Things que não recebeu de antemão o discurso de David Harbour… e a internet adorou as suas reações!

O ator David Harbour fez um dos discursos de aceitação mais embutidos de paixão da noite, mas foi Winona Ryder quem roubou o foco quando o elenco de Stranger Things tomou o palco nos Screen Actors Guild Awards.

A série da Netflix venceu o Actor para Melhor Desempenho de um Grupo numa Série Dramática, terminando assim o reinado de dois anos de Downton Abbey a vencer esse mesmo prémio. Foi David Harbour, Chefe Hopper na produção, quem ficou encarregue de discursar, merecendo uma ovação do público pelo seu tributo à necessidade de dar uma lição aos “bullies”.

Winona Ryder SAG Awards

Ninguém se mostrou mais surpreendido com as suas palavras do que Winona, que ficou ainda mais tocada quando Harbour leu as suas opiniões políticas bem carregadas. Por vezes entusiasmada e por outras perplexa, a atriz foi submetida a uma viagem emocional no palco, quase merecedora de um prémio em si – além do pela sua performance em Stranger Things, nomeação essa que também se provou muito justa.
Como seria de esperar, as suas únicas expressões não passaram em claro no mundo da internet e rapidamente se tornaram virais.

Winona Ryder SAG Awards

 

Lê Também:   Sequela de popular filme da Pixar recebe um novo trailer

Lê mais: SAG Awards 2017 | Lista Completa de Vencedores

Winona Ryder e a sua jovem colega de elenco Millie Bobby Brown estavam nomeadas para Melhor Desempenho por uma Atriz numa Série Dramática, estatueta essa levada para casa por Claire Foy, pela também série da Netflix The Crown.

O discurso de David Harbour, notoriamente referido às recentes ações tomadas pelo atual Presidente dos Estados Unidos da América, segue em seguida na íntegra (como visto em Variety).

“We are united in that we are all human beings and we are all together on this horrible, painful, joyous, exciting, and mysterious ride that is being alive. As we act in the continuing narrative of Stranger Things, we 1983 midwesterners will repel bullies. We will shelter freaks and outcasts, those who have no hope. We will get past the lies. We will hunt monsters. And when we are lost amidst the hypocrisy and the casual violence of certain individuals and organizations, we will, as per Chief Jim Hopper, punch some people in the face when they seek to destroy the meek and the disenfranchised and the marginalized. And we will do it all with soul, with heart, and with joy.”.

Stranger Things regressa ao pequeno ecrã com a sua segunda temporada em 2017.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *