Super Bock Super Rock 2015 | Florence And The Machine enlouquecem o público

 

Num ambiente descontraído e com boa música, o terceiro dia do Festival Super Bock Super teve a presença de artistas como Unknown Mortal Orchestra, Banda do Mar, FFS (Franz Ferdinand & Sparks) e a banda mais aguardada do dia Florence And The Machine. 

 

Terceiro dia do Super Bock Super Rock  com nova dose de boa música, muita good vibe e um toque de loucura. O festival contou com a presença de vários artistas entre eles, Unknown Mortal Orchestra, Banda do Mar, FFS (Frank Ferdinand & Sparks) e Florence And The Machine.

Os Unknown Mortal Orchestra, banda que mostrou grande recetividade por parte do público, acabou por ser uma pequena desilusão. Não por parte da banda, mas sim pelo som, pois não se ouvia o vocalista, Ruban Nielson, na maioria das músicas, embora se tenha tentado sem sucesso resolver o problema. Apesar disso, o público apoiou o vocalista para este não desanimar. Os Unkown Mortal Orchestra, depois de uma passagem pelo NOS Alive em 2014, apresentavam aqui o seu mais recente álbum, “Multi-Love” que vão trazer novamente a Portugal em novembro em concertos próprios.

 

Unknown Mortal Orchestra - Photo by Beatriz Ribeiro
Unknown Mortal Orchestra – Photo by Beatriz Ribeiro

A Banda do Mar, encheu o palco EDP e foi um momento de boa disposição e de “abanar o capacete”. O público dançou divertidamente ao som das músicas, enquanto repetia a letra. Um momento de descontracção a preparar para o que aí viria.

Banda do Mar - Photo by Beatriz Ribeiro
Banda do Mar – Photo by Beatriz Ribeiro

FFS (Franz Ferdinand & Sparks) entraram em palco com muita energia, palo esse que não tinha muitos adereços, apenas algumas lâmpadas e um painel gigante com a capa do novo álbum. Não era necessário nada de extravagante pois a união das duas bandas já o era. A voz de Russell Mael (vocalista dos Sparks) deixou o público louco e os movimentos de Alex Kapranos (vocalista dos Franz Ferdinand) surpreendeu toda a gente. Era difícil tirar a atenção do palco e não saltar. Os astros alinhavam-se para o momento que se seguia.

FFS ( Frank Ferdinand & Sparks) - Photo by Beatriz Ribeiro
FFS ( Frank Ferdinand & Sparks) – Photo by Beatriz Ribeiro

Florence And The Machine, a última e mais aguardada atuação do Super Bock Super Rock do dia, deixou o público “louco”, o MEO Arena estava completamente cheio. Todos vibraram à magnífica voz de Florence, não havia ninguém que não estivesse a saltar ou a cantar. Iniciaram a atuação com a música What the Water Gave Me, que iniciou o concerto de forma sombria e com muita teatralidade, ninguém conseguiu tirar os olhos de Florence que vestida de branco, descalça e sem maquilhagem, entregou-se de corpo e alma ao público. Definitivamente o melhor espetáculo dos dois últimos dias.

Florence And The Machine  - Photo by Super Bock Super Rock
Florence And The Machine – Photo by Super Bock Super Rock

 

LÊ TAMBÉM: Super Bock Super Rock | Terceiro dia on spot

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *