O terror faz bem à linha

 

É provável que tão cedo não o ouça da sua nutricionista, mas já começa a estar cientificamente provado que ver filmes, emagrece. Ou pelo menos ajuda. Ou, vá lá, desde que se trate de um filme bem assustador. Quanto maior o terror, mais calorias serão queimadas.

Segundo noticiou o jornal britânico Telegraph, uma equipa de cientistas da Universidade de Westminster testou dez indivíduos enquanto estes assistiam a uma seleção de clássicos de terror. A sua frequência cardíaca, consumo de oxigénio e libertação de dióxido de carbono foram medidos de forma a calcular a energia dispendida durante a experiência.

O resultado? Um gasto três vezes superior em número de calorias quando se assiste a um filme de terror, do que quando os indivíduos foram situados frente a um ecrã em branco.

Richard Mackenzie, um especialista no metabolismo da referida Universidade defende que “é a libertação de adrenalina de ação rápida, produzida durante explosões de stress intenso, ou neste caso, medo, que é conhecido por diminuir o apetite, aumentar a taxa metabólica basal e, no processo, queimar mais calorias”.

Posto isto, a lista dos 10 filmes mais amigos da manutenção da linha são:

 

1. Shining: 184 calorias

2. Tubarão: 161 calorias

3. O Exorcista: 158 calorias

4. Alien – O 8º Passageiro: 152 calorias

5. Saw – Enigma Mortal: 133 calorias

6. Pesadelo em Elm Street: 118 calorias

7. Atividade Paranormal: 111 calorias

8. O Projeto de Blair Witch: 107 calorias

9. Massacre no Texas: 105 calorias

10. [Rec]: 101 calorias

Catarina Oliveira

Licenciada em Ciências da Comunicação e com formação complementar em Design Gráfico, além de editora e diretora criativa da MHD é também uma das sócias fundadoras da mais recente face da empresa. Colaboradora de Cinema na Vogue Portugal. Gestora de conteúdo na Lava Surf Culture e NOS Empresas - Criar uma Empresa. Autora do blog de Cinema Close-Up.