© HBO Portugal

The Flight Attendant, em análise

The Flight Attendant levantou voo em 2020 e já captou a atenção do streaming. Mas será que a nomeação de Kaley Cuoco ao Globo de Ouro é suficiente para manter a série?

Entrou a voar no panorama do streaming em 2020, conquistou e pelos vistos assim se vai manter! Afinal de contas, até já foi renovada para uma segunda temporada. “The Flight Attendant” é um thriller com um maravilhoso twist de humor negro, inspirada na obra bestseller de Chris Bohjalian e tem Kaley Cuoco como protagonista. Com presença assídua de Michiel Huisman, Rosie Perez ou Zosia Mamet, a série ganha muito com a protagonista mas também com as personagens secundárias.

A premissa parece relativamente simples: uma comissária de bordo conhece um homem bonito no avião, diverte-se por uma noite mas quando acorda na manhã seguinte numa cama de hotel, tudo muda! O homem morreu, ela não se lembra de nada do que aconteceu, e todo um caso que parece saído de um filme começa a perseguir Cassie, a comissária de bordo. E se a resposta que têm já pronta é que nela reside uma assassina, podemos dizer que é mentira mas… também não será fácil adivinharem quem é o responsável!

Lê Também:
Top MHD | Melhores Séries Estreadas em 2020

“The Flight Attendant” tornou-se uma das séries do ano de 2020 precisamente por não ser vulgar e imediata. As suas teias de mentiras e dúvidas fazem-nos querer acreditar tanto em Cassie como a querer que ela continue com os seus devaneios só para vermos uma relação amorosa florescer de uma mente retorcida onde afinal o morto está vivo e se dá conhecer. Faz sentido? Sim, se virem a série vão ver que faz. Todas as personagens são bem introduzidas ao longo dos oito episódios, o que é definitivamente um bónus já que a série é pequena, mas a história densa e de um ritmo deveras alucinante e rápido por vezes.

The Flight Attendant
A dupla Michiel Huisman e Kaley Cuoco revela-se um dos pontos fortes da série © HBO Portugal

A protagonista é sem dúvida Kaley Cuoco, que apesar de ter aqui a oportunidade de brilhar, sentimos que é em muito auxiliada por Michiel Huisman. Atenção, não estamos com isto a dizer que ela não conseguiria sem ele, porque há muitas cenas sem ele, mas acreditamos que foi esta relação e sinergia entre os dois que ajudou Kaley a potenciar o seu trabalho. Se num momento é uma bubbly hospedeira de bordo, no outro acreditamos firmemente nela quando nos aparece como uma tresloucada quase, bêbada, e uma adulta cheia de daddy issues. E talvez por isso tenha chamado a atenção dos críticos e tenha conseguido a sua nomeação aos Globos de Ouro 2021. Não lhe tiramos o mérito, mas dado os seus últimos anos como Penny, em “A Teoria do Big Bang”, só conseguíamos realmente apontar que a rapariga tinha o seu quê de engraçada mas pouco mais que isso.

Mas a série da HBO veio precisamente ajudar a impulsionar Kaley Cuoco para outros caminhos na nossa opinião. Ok, não a vemos ainda como actriz de Óscar, mas sem dúvida que esta série lhe poderá abrir portas para novos papéis na televisão. E a ajuda não vem só da química criada com Huisman. A sua interacção com Zosia Mamet, enquanto melhores amigas, é bastante relacionável e credível dentro da narrativa, e até os seus momentos com T. R. Knight, que interpreta o seu irmão, são o que permitem conhecê-la um bocadinho melhor.

The Flight Attendant
Zosia Mamet é Annie, a melhor amiga de Cassie, uma advogada que também tem um lado obscuro © HBO Portugal

Claro que a série não se fica apenas pela história do misterioso assassinato de Alex Sokolov. Como um bom thriller, a série puxa-nos para um mundo de espiões, conspirações, máfias chinesas, ou de outras nacionalidades, advogados com esquemas e claro, o FBI e as suas missões secretas. Podemos dizer que a narrativa em si, centrada apenas em Cassie e Alex seria suficiente mas o facto de adicionarem estes pontos, e até a história paralela de Megan (Rosie Perez) a vender informações a inimigos dos EUA faz com que a teia nos deixe presos ao ecrã – porque a dada altura é inevitável pensarmos que está tudo ligado, que é uma conspiração ainda maior, e que há duplos espiões e assassinos.. enfim.. o suficiente para sermos neuróticos e neuróticas como a Cassie não concordam?

Lê Também:
TOP MHD | As Melhores Séries de 2020

No entanto, falar do sucesso de “The Flight Attendant” sem referir o elenco secundário, e focando apenas em Kaley seria um erro. Se Kaley Cuoco e Michael Huisman nos convenceram como par romântico (sim, não sei se repararam mas ficamos rendidos a uma relação que é criada unicamente na mente de uma mulher transtornada), e Zosia Mamet e Rosie Perez nos deram provas que fizeram a diferença na narrativa, então não nos podemos esquecer dos que mais se destacaram no final. Griffin Matthews lá nos vai dando a sua piada (nunca deixando antecipar o que se revela no final da temporada), e até a dupla Merle Dandridge e Nolan Gerard Funk como polícias do FBI tem o seu interesse, mas nada bate Michelle Gomez e Colin Woodell. Ao lado de Cuoco, estes dois últimos são essenciais para o final da temporada e revelam-se um casting exímio para os papéis de assassinos e psicopatas. Não é porque tenham um look particular para este papel, mas é por toda a densidade psicológica que trazem e por se conseguirem equilibrar tão bem com o mundo de Cassie.

Contudo, é aí que está o segredo de “The Flight Attendant”, nos pequenos detalhes, no casting, nas pequenas intrigas e nos pequenos twists. Desde os polícias que andam atrás de Cassie, os assassinos que nos aparecem e que afinal são ainda mais neuróticas que a vítima disto tudo, até aos infiltrados nos aviões. Sim, a série não se destaca no mundo da televisão pela originalidade per si, contudo sem dúvida que a sua montagem e a narrativa são dois fatores de relevo para a incluirmos nas melhores séries estreadas em 2020. Afinal de contas, em apenas oito episódios, “The Flight Attendant” leva-nos por um hediondo crime, uma rede de lavagem de dinheiro e uma viagem ao passado de uma jovem adulta com uma infância problemática.

Kaley Cuoco
Kaley Cuoco irá voltar como Cassie Bowden na 2ª temporada| © HBO Portugal

Agora, o final da temporada dá-nos a indicação de que irá existir novas aventuras para Cassie Bowden mas… será que com uma nova vida, e à partida já sem Alex Sokolov, conseguirá a série ganhar uma nova força? Ou ficará presa a uma primeira temporada que por si só poderia ficar como uma boa série no mundo da televisão?

Movie title: The Flight Attendant

Date published: 18 de September de 2021

Country: EUA

Author: Steve Yockey

Actor(s): Kaley Cuoco, Michiel Huisman, Zosia Mamet, T.R. Knight, Michelle Gomez, Colin Woodell, Rosie Perez, Griffin Matthews, Merle Dandridge, Nolan Gerard Funk

Genre: Comédia, Drama, Mistério

  • Marta Kong Nunes - 85
85

CONCLUSÃO

Não se destaca no mundo das séries pela originalidade per si, contudo, sem dúvida que a sua montagem e a narrativa são dois fatores de relevo para a incluirmos nas melhores séries estreadas em 2020. O range de emoções que foi nos apresentado por todas as personagens, e a rapidez com que nos envolvemos na relação de Cassie e Alex, são decisivos para nos manter interessados ao longo de toda a temporada.

Pros

A montagem da narrativa

A montanha-russa de emoções que Kaley Cuoco oferece ao longo dos oito episódios

Quase levar-nos a ficar neuróticos com a história, ficando submersos na série

Cons

A aparente desconexão entre as histórias de Cassie e Megan, que tantas voltas deu para levar a um cruzamento no final

O facto da série nos fazer ‘apaixonar’ por uma personagem que está morta!

O papel relativamente passivo de T. R. Knight

Sending
User Review
0 (0 votes)
Comments Rating 0 (0 reviews)

Marta Kong Nunes

Arquitecta (com um c!) de formação. Coordenadora de profissão. Fanática de cinema e séries por pura paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sending