TOP Filmes 2016 | 3. American Honey

Podia facilmente habitar o topo da lista, mas a sua terceira posição não deve ser menosprezada. “American Honey” celebra uma geração simultaneamente inspiradora e deliciosamente catastrófica.


<< 3. Carol (Ex aequo) | 2. Quarto >>


Se no final do filme ficamos com a sensação de que acabámos de sair de uma experiência em primeira pessoa, o objetivo foi (excecionalmente) bem cumprido – Andrea Arnold, a realizadora do filme, já tinha tudo pensado.

O seu aspeto fluído e natural, que nos transporta para uma realidade mais próxima do que aquilo que poderíamos pensar alcançar numa sala de cinema, deve-se a vários truques que parecem até bastante simples. Reconhecemos Shia LaBeouf e Riley Keough mas a maioria das personagens são atores desconhecidos que Arnold encontrou na rua – como é o caso da literal estrela principal. Sasha Lane (Star, no filme) foi abordada a primeira vez quando estava na famosa Spring Break americana, em Panama City Beach.

American Honey foi filmado predominantemente com luz natural (ou com os recursos disponíveis nos espaços), a rodagem foi cronológica, de acordo com a narrativa do filme,  e as ações são quase todas à base do improviso – a profunda convivência com o elenco e a autenticidade das relações entre os atores permitiram que a juventude americana fosse cruamente relatada, inclusive até na própria banda sonora, que se traduz nas músicas que a crew ouvia durante a rodagem e que acabam por se tornar uma parte relevante do diálogo do filme.

american-honey-_mg_4862_copy_rgb-0

Vê também: American Honey | Em Análise

A combinação de toda a descontração resultou numa película profundamente genuína e num retrato arrebatador de uma comunidade de jovens que, superficialmente, vendem revistas porta-a-porta mas, fundamentalmente, se debatem para (sobre)viverem no frenesim da juventude americana, conectando-se e descobrindo-se a si mesmos.

Numa entrevista ao IndieWire, Andrea Arnold confessa que “American Honey” é uma extensão da sua própria juventude, uma vez que ela própria costumava divagar pelas ruas todo dia durante a sua adolescência.

American Honey é o 3º melhor filme do ano para a equipa Magazine.HD, ex aequo com o drama romântico Carol. Curiosos pelos únicos dois títulos que “superam” o filme de Andrea Arnold? Continuem a ler!


<< 3. Carol (Ex aequo) | 2. Quarto >>


 

Maria João Bilro

Sou doida por cinema - tenho um grave problema em aceitar que a minha vida não é um indie, mas tento fechar os olhos a esse pormenor e continuo a usar óculos escuros à noite e a dançar músicas dos anos 60 de forma (muito) estranha no meio da rua. Licenciada em Ciências da Comunicação, com formação em Realização e Fotografia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *