TOP das Séries Socialmente Relevantes: Jane the Virgin

Para além de ser uma excelente comédia, Jane the Virgin explora temas de enorme importância para a sociedade. Concordas?


<< AMERICAN CRIME | THE 100 >>


Criada por: Jennie Snyder Urman

Elenco: Gina Rodriguez, Andrea Navedo, Ivonne Coll, Justin Baldoni, Yael Grobglas, Jaime Camil

Distribuidora: The CW

Sinopse: Uma jovem e devota mulher católica descobre que foi artificialmente inseminada por acidente.

Vê mais: As séries mais vistas nos EUA da temporada 2016-2017

– O que é mais atraente para nós em Jane the Virgin?

Jane the Virgin é daquelas séries que conquista o espectador de diferentes maneiras. A série da CW é uma mistura de comédia e drama. Parodiando o formato telenovela, Jane the Virgin conta a história de Jane Villanueva e da sua família, quando de forma inesperada, engravida por inseminação artificial. Como é óbvio, este grande engano muda completamente a vida de Jane. E podem imaginar a quantidade de situações caricatas que vai dar origem.

jane the virgin

Contudo, Jane the Virgin é muito mais do que uma paródia às telenovelas. Isso é o que fica à superfície. Mas bem no interior e na alma da série, estão as questões sociais que ela aborda. Tais como a maternidade na adolescência ou a inclusão da comunidade latina. Este conjunto de elementos que compõem a série fazem dela uma das séries mais interessantes de ver e acompanhar da atualidade.

Não percas: As melhores séries a não perder no verão de 2017

– Porque é Jane the Virgin uma série socialmente relevante?

Como dissemos anteriormente, a série da CW não se limita apenas à comédia e à paródia das telenovelas. Entre as gargalhadas e surpresas que nos proporciona ao longo dos episódios, Jane the Virgin explora temas que são importantíssimos para a sociedade. O principal é, obviamente, o tema da maternidade na adolescência. Mas a série também mergulha na questão da inclusão da comunidade latina.

Jane the Virgin acompanha a vida de Jane Villanueva e da sua família. Esta é constituída pela sua mãe, Xiomara, e pela sua avó materna, Alba. Quando a série decide embarcar no tema da maternidade na adolescência, é muito habilidosa por não se cingir apenas a Jane. Embora o foco esteja nesta personagem e na sua jornada, a série da CW desenvolve este assunto através das três mulheres da família Villanueva.

jane the virgin

Consulta ainda: O guia das séries canceladas em 2017

Alba não foi propriamente mãe na adolescência, mas ficou viúva muito cedo. Acabando por ter de criar a sua filha, e mais tarde a neta, completamente sozinha. Xiomara, por outro lado, engravidou aos 16 anos, e mesmo contra a vontade da mãe, decidiu continuar com a gravidez. Por último temos a nossa protagonista. Jane é o resultado do amor e educação que recebeu da avó e da mãe. Quando a conhecemos, a sua vida está completamente organizada, com imensos planos para o futuro, junto do seu namorado Michael.

Contudo, a situação muda drasticamente quando ela descobre que está grávida porque a sua ginecologista se enganou nas pacientes, e acabou por inseminar artificialmente a mulher errada. Apesar desta grande surpresa, Jane decide ficar com o bebé. Não só porque acredita que vai ser capaz de o criar e de o educar. Mas também porque sabe que não vai estar sozinha. Ao lado dela vão estar sempre as grandes mulheres da sua vida, Xiomara e Alba.

jane the virgin

Vê também: As séries que irão terminar em 2017

Mas Jane the Virgin também marca a diferença por decidir ter como protagonistas, uma família latino-americana. E que são interpretadas por atrizes com origens latinas, mais precisamente de Porto Rico. A série não só faz uma integração da comunidade latina na sua história, como também no próprio elenco.

Através de Jane, Xiomara e Alba, o espectador fica a conhecer a realidade de muitas famílias latinas nos EUA, e são desmitificados certos clichés da sua cultura. É igualmente interessante ver como a série retrata determinados problemas desta comunidade, como a questão da imigração. Especialmente nos dias de hoje, com a presidência de Donald Trump. Na nossa opinião, Jane the Virgin fá-lo com uma enorme sofisticação.

jane the virgin

– Qual é a personagem que consideram mais importante?

Em Jane the Virgin, não existe uma personagem mais importante, mas sim um trio de personagens. Falamos obviamente das mulheres Villanueva. Três mulheres latino-americanas, que formam uma família unida, e que são os alicerces uma das outras. Testemunhar a dinâmica desta família ao longo dos episódios é possivelmente das coisas mais belas que podemos ver em televisão nos dias de hoje. São três mulheres fortes, independentes, que não têm medo de correr atrás dos seus sonhos e da sua felicidade.

Trailer | Jane the Virgin

 

 


<< AMERICAN CRIME | THE 100 >>


 

Filipa Machado

Licenciada em Estudos Artísticos e uma grande apaixonada (e viciada) por Literatura, Televisão, Cinema e, em especial, por Animação Japonesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *