Festival de Veneza 2015 | Vencedores e vencidos (Parte II)

 

A edição deste ano do Festival de Cinema de Veneza apresentou “The Danish Girl”, “Everest” e “Beasts of No Nation”. A Magazine.HD apresenta os filmes que venceram num dos palcos mais importantes de cinema e aqueles que ficaram aquém das expectativas.  

A 72º edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza terminou dia 12 de setembro e estreou alguns dos possíveis candidatos aos Óscares. Este ano, os principais filmes em estreia e possíveis candidatos aos Óscares eram “Evereste”, “Black Mass”, “ The Danish Girl”, “Anomalisa” e “Beasts of No Nation”.

No artigo anterior já falamos dos três primeiros filmes e do respetivo feedback (um pouco negativo) do público e da audiência. Na segunda parte iremos apresentar as restantes produções e as grandes surpresas do festival.

LÊ TAMBÉM: Vencedores e vencidos do Festival de Veneza | Parte I

O primeiro filme da Netflix marcou presença em Veneza. Protagonizado por Idris Elba, “Beasts of No Nation” retrata as experiências de crianças transformadas em soldados, que lutam numa guerra civil, num país africano. Abraham Attah, que interpreta uma criança soldado, venceu o prémio de Melhor Ator Jovem.

Lê Também:
Pokémon terá série Live-Action na Netflix

A animação em stop-motion escrita e co-realizada por Charlie Kaufman, “Anomalisa”, também saiu premiada de Veneza. O filme segue a história de um palestrante motivacional (dobrado por David Thewlis) que está a sofrer uma crise existencial até conhecer Lisa (voz de Jennifer Jason Leigh).

Anomalisa
“Anomalisa”

Apesar de não ser um claro candidato aos prémios do próximo ano, “Spotligh”, de Tom McCarthy, recebeu uma das receções mais calorosas de Veneza. O filme acompanha os dedicados membros da equipa de notícias da Globe Spotlight enquanto eles mergulham nas alegações de abuso sexual na Igreja Católica, expondo, em última análise, décadas de encobrimento aos mais altos níveis de estabelecimentos religiosos, legais e governamentais de Boston, desencadeando uma onda de revelações em todo o mundo.

Mark Ruffalo interpreta o escritor principal Mike Rezendes e Stanley Tucci é o advogado das vítimas Mitch Garabedian. O elenco conta ainda com nomes como Michael Keaton, Rachel McAdams e Liev Schreiber.

Lê Também:
Jennifer Garner em nova parceria com a Netflix
spotlight
“Spotlight”, uma das grandes surpresas de Veneza

NÃO PERCAS: Calendário | Festivais de Cinema

Por último, o júri do Festival de Veneza, que incluía o cineasta Alfonso Cuáron, surpreendeu tudo e todos quando entregou o Leão de Ouro a “From Afar”, o primeiro filme venezuelano a vencer o prémio e a competir no festival. O título bateu os grandes candidatos ao prémio “Francofonia” de Alexander Sokurov, “The Last Day”, de Amos Gitai’s Rabin, “Blood of My Blood”, de Marco Bellocchio, e “Anomalisa”, de Charlie Kaufman e Duke Johnson.

O drama venezuelano centra-se num homem rico de meia idade que se apaixona por um criminoso de rua, mudando as suas vidas. O argumento é baseado na história do escritor Guillermo Arriaga.

A edição deste ano do Festival de Veneza ficou marcada pela surpresa, uma vez que o júri premiou várias produções pouco reconhecidas – entregou o primeiro Leão de Ouro a um filme latino americano –, mas fechou a porta a alguns dos favoritos.

 

Catarina Fernandes

Mestre em Ciências da Comunicação e fotógrafa amadora. Seriófila compulsiva e apaixonada por literatura, assim como pelo cinema e pela sua história. (Extremamente) Viciada em música e concertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *