Videojogos em 2016 – O ano segundo Gualter Santos

2016 foi um grande ano no que a videojogos diz respeito. Grandes regressos, grandes anúncios, uma das E3 mais empolgantes dos últimos anos, foi sem dúvida um ano que trouxe algo a todos os jogadores.


<< DANIEL SALGUEIRO | LUÍS PINTO >>


E para mim, um dos grandes destaques deste ano foi a Nintendo 3DS. Não querendo competir diretamente com os novos e poderosos modelos da Sony e da Microsoft, a Nintendo focou-se em trazer para a sua portátil aquilo que realmente a faz brilhar: jogos.

Mario, Zelda, Metroid, Pokémon, Kirby entre muitos outros regressaram este ano à 3DS e encheram o catálogo de jogos da consola com dezenas de títulos de qualidade. Para além de jogos AAA, os indies também brilharam não só na Nintendo 3DS como também na Nintendo Wii U.

Hyrule Warrior Legends

Depois das lutas frenéticas da Wii U, Hyrule Warriors chegou este ano à 3DS com ainda mais conteúdo. Embora seja graficamente menos impressionante que na Wii U, Legends conseguiu oferecer todos os conteúdos do original, adicionar novos conteúdos como personagens, mapas, e até mesmo duas novas histórias, tudo isto com suporte 3D estereoscópico e uma framerate bem mais estável, tudo isto numa consola portátil.

jogos2016_hwl videojogos

Lê também: Hyrule Warriors Legends (Nintendo 3DS) | Análise

Pokémon Sun & Moon

Depois da loucura de Pokémon Go, e no seguimento das celebrações do 20º aniversário da série Pokémon, estes novos títulos trouxeram um misto de novidade e nostalgia. O ambiente havaiano de Alola transporta-nos para um verão eterno enquanto exploramos cada uma das quatro ilhas à caça de Pokémon. Para além de conhecermos novas criaturas, encontramos ainda algumas caras conhecidas, ou pelo menos parecidas… Capturar as Alolan Forms invoca todo o sentimento que há 20 anos atrás se sentia ao jogar Pokémon Red and Blue no GameBoy.

Lê Também:
PlayStation anuncia os Days of Play 2020

jogos2016_psm videojogos

Fire Emblem Fates

O que podia ser melhor que um novo Fire Emblem? Três novos Fire Emblem, claro! E foi nisto que a Nintendo pensou ao criar Conquest, Birthright e Revelation. Com diferentes escolhas que alteram o rumo da história, o sistema de morte permanente já conhecido da série, e personagens carismáticos, Fire Emblem Fates é uma experiência desafiadora e viciante. Dificilmente se consegue jogar apenas uma versão.

jogos2016_fef videojogos

Azure Striker Gunvolt 2

A Europa levou vários meses a receber Azure Striker Gunvolt depois do lançamento no Japão e Estados Unidos, felizmente não tivemos que esperar tanto tempo por esta sequela. Azure Striker Gunvolt 2 melhora o fantástico gameplay do original, tornando-o agora ainda mais acessível. Desta vez Gunvolt divide o protagonismo com Copen, o que nos oferece dois estilos de jogo diferentes. Azure Striker Gunvolt 2 é um dos grandes destaques da eShop este ano.

jogos2016_asg2 videojogos

Lê também: Fire Emblem Fates (Nintendo 3DS) | Análise

Embora a 3DS tenha tido maior destaque ao longo do ano, quero ainda destacar dois excelentes ports lançados durante este ano para a PS4.

Lê Também:
PlayStation anuncia os Days of Play 2020

Resident Evil 0 HD Remaster

Se o ano passado tivemos a remasterização do remake de Resident Evil, este ano recebemos a da sua prequela. E que remasterização! Os dois jogos lançados originalmente para a GameCube envelheceram bem, e uma década depois continuam a ser impressionantes, portanto não é de admirar que estas remasterizações sejam capazes de deixar qualquer um boquiaberto. Resident Evil 0 recebeu um tratamento ainda mais cuidado que o seu antecessor, e o resultado é deslumbrante. Para além do upgrade gráfico recebemos ainda um modo de jogo onde podemos vestir a pele do vilão Albert Wesker. O que se poderia pedir mais de Resident Evil?

jogos2016_re0hd videojogos

Rise of the Tomb Raider 20 Year Celebration

Para celebrar o 20º aniversário do lançamento de Tomb Raider, Lara Croft regressa a casa. Esta edição para PS4 é uma prova de amor pelos fãs com várias referências aos clássicos Tomb Raider que ao longo dos últimos anos brilharam nas consolas da Sony. Skins inspiradas em Tomb Raider II, Chronicles, The Angel of Darkness, entre outros, o regresso da Croft Manor, suporte para Playstation VR e o uso de todo o poder que a Playstation 4 Pro tem para oferecer fazem desta edição um marco na história da série. Lara Croft brilha ainda mais na Playstation.

jogos2016_rottr20yc videojogos

Com o ano a terminar, e já com vários jogos anunciados, só posso esperar que 2017 traga a continuação do bom trabalho desenvolvido este ano.


<< DANIEL SALGUEIRO | LUÍS PINTO >>


Gualter Santos

Licenciado em Comunicação Social. Viciado em Netflix. Sempre com uma consola no bolso para aproveitar ao máximo o tempo perdido em transportes públicos. Fã de jogos de ação e aventura, aventurando-se ainda num ou outro survival horror, quando se sente particularmente corajoso...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *