Gal Gadot poderá recusar assinar contrato para “Mulher Maravilha 2”

A actriz Gal Gador poderá não estar disposta a assinar contrato para a sequela de “Mulher Maravilha” se o produtor Brett Ratner continuar envolvido.

Este rumor surge na sequência das acusações de assédio sexual feitas ao produtor, e a Warner Bros. revelou também estar disposta a cessar a colaboração com Brett Ratner. Entre as actrizes que denunciaram Ratner estão Ellen Page, Natacha Henstridge e Olivia Munn e parece que Gal Gadot não vai tolerar o envolvimento do produtor na sequela.

Embora Brett Ratner tivesse negado de imediato todas as acusações, a Warner Bros. anunciou também que não renovaria contracto com o produtor e que este seria removido de todos os projectos do estúdio em que estivesse envolvido.

Wonder Woman 2, Gal Gadot, Mulher-Maravilha, Warner Bros.

Lê Também:
De Supergirl a Wonder Woman | A História de super-heroínas no cinema

O próprio produtor terá saído de livre vontade dos projectos da Warner Bros. nos quais estava envolvido, afirmando não querer prejudicar a distribuidora à luz destas acusações.

Uma coisa é certa, se de facto se revelar verdade esta tomada de posição por parte de Gal Gadot, a Warner Bros. terá mesmo que garantir a exclusão de Ratner da produção de qualquer projecto que envolva a Mulher Maravilha, sob o risco de perderem um dos grandes motivos pelos quais o primeiro filme foi um tremendo sucesso e, especialmente pelo envolvimento da personagem em “Liga da Justiça”.

O que pensas da decisão da atriz?



Sobre Alexandra Brito