Dark | © Netflix

Dark | Criadores falam sobre a terceira temporada

Quando Jantje Friese e Baran bo Odar criaram “Dark”, para a Netflix, eles não tinham ideia de que se tornaria um sucesso internacional, não só pela história, mas, também, por ser uma série em alemão. Contém SPOILERS!

A complexa série “Dark” teve a sua segunda temporada disponível na Netflix na sexta-feira passada. A  série relaciona acontecimentos de 1953, 1986 e 2019 – sempre com um intervalo de 33 anos –, que ocorrem na pequena cidade alemã de Winden, região que abriga uma usina nuclear. Segundo o que se sabe, uma nova época será introduzida na segunda temporada.

Na primeira temporada, as histórias de quatro famílias: os Kahnwalds, Dopplers, Tiedemanns e Nielsens. As famílias entrelaçavam-se de alguma forma nas três épocas. As chaves dessa conexão foram três personagens:  Mikkel Nielsen, que desapareceu em 2019 e reapareceu em 1986, Jonas Kahnwald e o misterioso e cruel padre Noah.

Lê Também:
Dark | Guia para a Segunda Temporada

A segunda temporada incorpora um novo tempo à história – o ano de 2052, que mostra o futuro de Jonas –, mas também revela a Winden distópica, muito provavelmente assolada por um acidente nuclear.

A segunda temporada está mais focada em Jonas. Mas isso não quer dizer que as outras personagens não estarão contempladas. Inclusive, surgirão novas, que explicarão aspectos ainda pouco explorados.

De acordo com Friese, tudo está mapeado na cabeça dele e de Baran bo Odaro, contudo, o criador revelou que, por vezes, até eles se surpreendem com os desfechos das personagens que verão o seu final na terceira temporada.

Quando começamos com a série, obviamente não tínhamos certeza se conseguiríamos algum público, porque é uma narrativa tão incomum. (…) Não estávamos 100% convencidos mas, na verdade, aproveitamos o tempo e o investimento para observar o que está a acontecer. E também por que eles gostariam de coisas estranhas no idioma alemão? No processo de desenvolvimento, nunca pensamos nisso como [apenas] um programa alemão. Nós sempre abordamos isso como uma série global, mas nunca, nunca, nunca esperamos esse tipo de sucesso.

De acordo com a Variety, cerca de 90% da audiência de “Dark” vem de fora da Alemanha, e após o lançamento da primeira temporada em dezembro de 2017, a Parrot Analytics afirmou que a série aumentou a sua audiência na sua segunda semana, imitando o sucesso de “Stranger Things” e “Maniac”.

TRAILER | A SEGUNDA TEMPORADA DE DARK

Então, curioso com a próxima temporada?

Catarina Novais

Eternamente apaixonada pelo mundo do cinema e por tudo o que está ligado à sétima arte. Seriófila nos tempos livres. Amante da Disney desde que nasci e fã de super-heróis desde o primeiro Captain America.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *