DARK

Dark | Guia para a Segunda Temporada

Antes de regressarmos a Winden, talvez seja melhor relembrar (ou tentar perceber) o que aconteceu na primeira temporada de Dark…Em 2017, “Dark” ocupou o 4º lugar do nosso top “As Melhores Séries Estreadas em 2017,” conquistando-nos desde o primeiro episódio. Dois anos mais tarde, temos finalmente a esperança de encontrar mais algumas respostas para este brilhante quebra-cabeças alemão. Mas…será que ainda te lembras das perguntas e teorias?

1 de 12

Contém spoilers!

Partindo do inicío, “Dark” foi apresentada como uma série de mistério onde

Após o desaparecimento de uma criança, quatro famílias desesperadas procuram entender o que aconteceu, à medida que vão expondo um mistério que atravessa três gerações.

Lê Também:
Mapa das Séries: Todas as estreias nacionais de junho 2019

Parece dentro da normalidade para o género, não é? O problema começa quando nos começamos a aperceber da dimensão das analepses e prolepses que Baran bo Odar e Jantje Friese construíram em torno dos Nielsen, Kahnwald, Tiedemann e Doppler.

Para (tentar) facilitar, eis uma árvore genealógica dos principais habitantes de Winden:

dark family tree
Imagem cedida por Christianlorenz97

Vamos então mergulhar nas narrativas cruzadas de “Dark”.

1 de 12

Inês Serra

Cresci a ir ao cinema, filha de pais que iam a sessões duplas...Será genético? Devoro livros e algumas séries. Fã incondicional do fantástico e do sci-fi. Gostaria de viver todos os dias com o mote Spielbergiano - "I dream for a living"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *