Disney elimina inúmeros projetos Fox

Filmes da Fox em reavaliação

Chefe de estúdio da Disney, Alan Horn, reavalia múltiplos projetos de produção Fox.

Segundo o insuspeito The Hollywood Reporter, após riscar a Fox 2000 do mapa, Horn questiona inúmeros projetos que já se encontravam em desenvolvimento antes do acordo Disney-Fox. A compra, fechada no passado dia 20 de março por 71.3 mil milhões de dólares, permitiu à Walt Disney Company analisar quais os filmes que têm de facto luz verde, independentemente do seu estado de produção.

Lê Também:
Disney conclui oficialmente aquisição da 21st Century Fox

DISNEY QUESTIONA RENTABILIDADES

Desta forma, os filmes “Mouse Guard,” um projeto de 170 milhões de dólares originalmente 20th Century Fox, um dos próximos filmes de Tom Hanks, “News of the World”, e a adaptação do best-seller de Angie Thomas, “On the Come Up,” foram todos abandonados pelo estúdio. No mesmo caminho está, entre vários outros, a comédia dramática protagonizada por Woody Harrelson, “Fruit Loops.” De acordo com fontes próximas,

A Disney está simplesmente a cortar no enorme fluxo de projetos. ‘Mouse Guard’, que iniciaria produção em maio, foi apontado como sendo demasiado caro para um filme não franchisado.”

Já no caso de “On the Come Up,” outra fonte refere que a última adaptação cinematográfica de Thomas, “O Ódio Que Semeias”. perdeu entre 30 a 40 milhões de dólares apesar do seu modesto orçamento de 23 milhões de dólares, aos quais se juntam cerca de 30 milhões de custos de marketing.

FILMES COM LUZ VERDE

Em contrapartida, um lote de filmes aprovados no final de dezembro, início de janeiro pela presidente da Fox, Emma Watts, que conseguiu fazer a transição para a Disney, continuam com luz verde. Entre estes está a prequela de “Kingsman,” o filme de terror de baixo orçamento “Fear Street,” e o aguardado remake de “West Side Story” de Steven Spielberg. Em igual pé de saúde, encontram-se “Free Guy,” uma colaboração entre Shawn Levy e Ryan Reynolds, e a nova adaptação de Agatha Christie, “Death on the Nile”. Claro que um filme que nunca esteve na mira é “Avatar 2”, que acabou as filmagens na passada quinta-feira.

Lê Também:
5 Grandes questões sobre o acordo Disney-Fox

SPIELBERG…QUESTIONADO?

Ainda assim, ter luz verde não é sinónimo de estar livre… Segundo avançado pelo The Hollywood Reporter, Horn está a questionar o aparente plano de “West Side Story” conter jovens a fumar.

Com a Fox, podemos fazer filmes a que neste momento, digo não… Temos sempre que pensar na política do tabaco. A audiência de um filme Disney pode não saber o que irá ver, mas sabem o que não irão ver. Existem certas coisas que simplesmente não podemos incluir, porque iremos receber cartas…”

Apesar do filme “Mouse Guard” estar no mercado para outros estúdios, a Disney parece não estar a forçar que os projetos Fox sejam de baixo orçamento. Pelos vistos, a nova tarefa de Watts é produzir filmes para um espectro mais amplo de público PG-13 e maiores de 17 (R-rated).

Só agora começamos a perceber como esta fusão irá afetar a forma como os filmes ganham luz verde e são produzidos. Eles estão a vasculhar tudo,” refere um produtor envolvido num projeto Fox

Estará o futuro da indústria cinematográfica, como a conhecemos, em perigo?

Inês Serra

Cresci a ir ao cinema, filha de pais que iam a sessões duplas...Será genético? Devoro livros e algumas séries. Fã incondicional do fantástico e do sci-fi. Gostaria de viver todos os dias com o mote Spielbergiano - "I dream for a living"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *