Flora & Ulisses | © 2021 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

Disney+ | Entrevista exclusiva com o elenco de Flora & Ulisses

Um original Disney+, “Flora & Ulisses” traz um super-herói bem diferente! E a MHD teve oportunidade para uma divertida conversa antes da estreia mundial.

Inspirado num livro vencedor do prémio Newbery, “Flora & Ulisses” é o novo filme original da plataforma de streaming Disney+ e já tem estreia marcada em Portugal! É já no próximo dia 19 de fevereiro que nos chega uma divertida e fantástica aventura que segue Flora, uma rapariga de 10 anos, de opiniões cínicas, super-fã de banda desenhada e filha de pais recém-separados.

Fanática pelo mundo dos super-heróis, e com muita inspiração vinda do seu pai, George, um criador de histórias de super-heróis em banda-desenhada, Flora vê o seu mundo mudar quando salva um pequeno esquilo. Ulisses, batizado por ela, revela-se um animal dotado de incríveis e super-poderes únicos, que os leva numa cómica e divertida aventura que irá mudar a vida de Flora, para sempre e de várias maneiras.

SUBSCREVE JÁ À DISNEY+

Flora & Ulisses” é protagonizado por Matilda Lawler, que ainda que novata no meio, é claramente a estrela do filme e se calhar até mais adulta que muitos de nós! A acompanhá-la estão Alyson Hannigan (“How I Met Your Mother”) e Ben Schwartz (“Space Force”) como Phyllis e George Buckman, os seus pais. Claro que uma aventura não se poderia cingir a uma família e o elenco conta ainda com Anna Deavere Smith, Danny Pudi, Benjamin Evans Ainsworth, Janeane Garofolo e Kate McCucci.

O argumento é de Brad Copeland, inspirado no livro “Flora & Ulysses: The Illuminated Adventures” de Kate DiCamillo. Já a realização da longa-metragem Disney+ ficou a carga de Lena Khan (“The Tiger Hunter”).

Lê Também:
Disney+ Portugal | Um fevereiro repleto de novidades

E, a pouco tempo da sua estreia mundial na Disney+, a Magazine.HD teve o privilégio de ser convidada para uma entrevista com o divertido elenco de “Flora & Ulisses”. Da relação telepática entre Matilda Lawler e Ben Schwartz, ao modo como a história foi adaptada, até às inúmeras referências do universo de super-heróis no filme, o elenco mostrou-se entusiasmado com o filme e até quem sabe uma sequela! Claro que não vamos contar os detalhes mais engraçados do filme (para isso terão de o ver), e teremos de omitir referências que serão épicas para quando virem o filme, mas deixamos aqui um excerto da nossa divertida conversa!

Flora & Ulisses
A Disney+ apresenta um divertido filme para ver em família | © 2021 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

[para Kate DiCamillo, a autora do livro] Os fãs do livro já podem saber a resposta, mas para começarmos a conversa, podes dizer-nos como é que decidiste transformar um esquilo num super-herói? 

KATE: Bem, é mesmo uma longa história. Mas eu vou tentar contá-la muito, muito depressa. Então, a minha mãe tinha um aspirador automático que ela adorava, e, ela faleceu em 2009. E no seu último ano ela estava sempre a dizer ‘O que é que vai acontecer ao aspirador quando eu me for embora?’ E eu respondia-lhe, ‘Porque é que estás preocupada com o aspirador? Há coisas mais importantes para te preocupares’. Mas quando ela se foi embora, eu fiz o que lhe prometi que iria fazer. Eu levei o aspirador, para que ele tivesse uma boa casa, só que a minha mãe tinha um dos gatos mais malvados do mundo, o Mildew, e eu sou alérgica a gatos e não podia levar o aspirador comigo por causa de todos os pêlos do Mildew, então tive de o deixar na garagem.

Sempre que entrava na garagem, eu via o aspirador e fazia-me o coração doer. Fazia-me sentir saudades da minha mãe. Ok, estou quase a meio da história. Foi na primavera após a morte da minha mãe, que havia um esquilo nos degraus da frente da minha casa, estendido pelos degraus e em angústia. E ele não se mexia mesmo quando me cheguei ao pé dele e eu não sabia o que fazer por ele. Telefonei a uma das minhas melhores amigas, que vivia a um quarteirão de distância. Disse, ‘Ajuda-me. Há um esquilo a morrer nos meus degraus e entrada.’ Ela perguntou se eu tinha uma t-shirt e uma pá, eu disse que sim, e ela disse-me para ir buscar ambos que iria ter comigo para lhe dar com a pá na cabeça.

Flora & Ulisses
Kate DiCamillo, a autora do livro que inspirou o novo filme Disney+ | © 2021 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

E tudo isto me fez pensar em “Death of a Pig”, de E. B. White. Em como ele vai alimentar um porco a pensar em várias maneiras de salvar a vida do porco. Eu pensei em maneiras de salvar a vida do esquilo, e combinei com o aspirador que estava na garagem e é essa a história.

(A questão que se colocou claro que foi… então e o esquilo? Kate rapidamente assegurou que o próprio esquilo se havia levantado quando a amiga disse que estava a caminho para lhe dar com a pá na cabeça! Afinal de contas ele era esperto e intuitivo.)

[para Matilda Lawler, a jovem protagonista] Parabéns pelo filme! És fantástica de se ver no filme. E ouvimos dizer que foram vistas centenas de actrizes para este papel. Como é que foi o momento em que descobriste que serias Flora?

MATILDA: Foi surreal. Então, eu estava num espectáculo da Broadway, e estava no meio da cidade, no meio da multidão, e recebi uma chamada da Lena [Khan, a realizadora]. E eu segurava o telemóvel, mal a conseguia ouvir, mas ouço-a a dizer ‘Queres entrar neste filme?’, e claro que digo que sim! Eu estava a saltar por todos os lados, muito entusiasmada. Sim, foi espectacular.

Lê Também:
Disney+ | Entrevista exclusiva com o elenco de Amadrinhadas

[para Lena Khan, a realizadora] O filme tem tantos géneros misturados. E houve tantos elementos, incluindo o behind-the-stages que mostraste no Instagram, com um esquilo treinado no teu colo. Podes falar sobre como foi a experiência num todo e juntar estas peças todas? E o esquilo no filme é inacreditável. É incrível o quão perfeito ele é!

LENA: Oh, sim. Ulisses, não me consigo fartar dele. Mas a base da maioria das coisas que aconteceram está no livro [Flora & Ulysses: The Illuminated Adventures], por isso fomos sortudos nesse aspecto. (…) E pudemos ‘brincar’ com uma variedade de elementos, incluindo acrobacias de acidentes de carro e contra edifícios, e estava tudo escrito pelo cérebro da Kate e do nosso argumentista, Brad Copeland, que escreveu para “Arrested Development”. Ele colocou toda a peculiaridade e diversão no filme, e apesar de parecer tudo estranho o nosso elenco conseguiu transpôr essa energia.

Foi muito divertido fazer as cenas mais loucas. Eu cheguei a ter dois esquilos treinados no meu colo, e sim, eles eram treinados e faziam truques, mas não conseguiam fazer tudo o que o Ulisses fazia. Por isso depois tivemos de criar o Ulisses.

Flora & Ulisses
Lena Khan, a realizadora, e Matilda Lawler, a protagonista | © 2021 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

[para Alyson Hannigan] Quantos chupas é que consumiste durante as filmagens deste filme? E vais querer voltar a ver um chupa à frente ou nem por isso?

ALYSON: Boa pergunta. Por acaso fomos mantendo o registo mas penso que parámos de contar a partir do 37 ou algo do género. Não, eles eram óptimos! Eu estava bastante contente e sabem, e fiquei bastante contente que tenha havido uma conversa sobre o assunto. Eu tive de pensar bastante sobre o chupa porque pensei ‘bem, não pode ser demasiado grande porque não me quero babar quando o tirar da boca e isso’. Por isso escolhemos um tamanho bom e depois tive a oportunidade de experimentar vários sabores. E fiquei-me pelo de ponche de fruta.

[para Ben Schwartz] Então, Ben, ouvimos algo sobre tu e a Matilda terem uma espécie de truque de magia…

BEN: Oh, meu deus. Já não fazemos isso há um ano, quando filmámos o filme? Há um ano e meio?

Será que podes explicar a todos que truque de magia é esse. Vocês conseguem ler a mente um do outro?

ALYSON: Não. Eles não vão explicar nem vão dizer como é que o fazem.

BEN:  E como.. como é que se atrevem a chamar-lhe um truque de magia.

MATILDA: Não é um truque de magia!

BEN: De modo algum. É como, nós conseguimos transmitir palavras e nomes de pessoas para a mente um do outro. Matilda, não há magia nenhuma envolvida, certo?

Ben Schwartz e Matilda Lawler desenvolveram uma relação única no set de filmagens | © 2021 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved

Daqui a conversa transformou-se num momento de diversão, com a dupla Ben Schwartz e Matilda Lawler a fazer a demonstração da sua ligação mental. Lena Khan enviou o nome de uma celebridade para o telemóvel de Ben e durante a entrevista eles brincaram, mexeram na cabeça, massajaram as têmporas e Matilda disse o nome de George Clooney. E sim, estava certo e foi confirmado por Lena, que foi quem escolheu o nome inicialmente.

BEN: É uma ligação. A Matilda e eu trabalhámos juntos durante tantos meses e simplesmente aconteceu um dia.

[para Danny Pudi] Danny, há que falar da tua ligação com o gato malvado da história. Foram momentos brilhantes de comédia física, que fizeram lembrar John Ritter. Quão exausto estavas no final desses dias de filmagens, em que tiveste as lutas com o gato no set? Foi como uma sessão de exercício? E como é que o fizeste?

DANNY: Bem, foi deixar andar. Eu sou um grande fã de “Three’s Company”. Eu já tinha trabalhado com a Lena (…) e ela disse-me que neste filme haveria muita comédia física envolvida. Eu adoro comédia física! Pensei que seria muito entusiasmante e divertido entrar neste mundo. E em termos da parte física, eles deram-me almofadas para colocar na minha camisa. Às vezes é esquisito trabalhar com um boneco de esquilo sem cabeça, mas os efeitos especiais estavam lá para trazer o esquilo à vida.

Lê Também:
Disney+ revela trailer de Mighty Ducks: Game Changers

[para Kate] Há muita influência de histórias de bandas-desenhadas nesta história. És realmente uma fã de banda-desenhada, e se sim, quais as tuas histórias favoritas?

KATE: Eu sou uma fã de banda desenhada, mas não tradicional. Eu tenho respondido a esta pergunta desde que o livro saiu e sinto-me sempre um pouco desgostosa. Eu cresci com “Charlie Brown e Peanuts”, que eu adoro, e ainda leio muito os cartoons, e é como se tivesse moldado a minha infância e ainda molda a minha sensibilidade. E por isso quando estava a escrever o livro, e tinha a paixão de Flora por super-heróis de banda desenhada, e não tinha nenhum super-herói, o meu editor disse que eu tinha de criar um. Pensei que não o podia fazer mas depois surgiu Incandesto e foi muito engraçado. Depois disso foi trabalho de pesquisa, a ler várias histórias. Foi um trabalho ao contrário.

[para Kate] Que mudança do livro para o filme é a tua favorita?

KATE: Bem, esta não é a minha primeira experiência de um livro chegar ao ecrã. Mas desta vez, eu li o argumento de Brad e gostei muito. E quando me sentei para ver o filme, vi-o como se tivesse oito anos. Não o comparei ao livro. Estava tão embrenhada nele que me pareceu que todas as ligações entre livro, elenco, argumento e realização foram amplificados.

[pergunta geral] Quais é que foram os desafios em trabalhar com uma personagem que não estava propriamente em cena com vocês? (referindo-nos a Ulisses, o esquilo super-herói)

MATILDA: Sim, foi desafiante, mas a Lena era o meu esquilo nalgumas situações. Tínhamos um peluche de um esquilo para fazermos de conta nas cenas, para termos uma ideia do que seria. Mas durante a maior parte, nas várias cenas, eu tinha era uma espécie de rato cinzento e assustador para fazer de Ulisses. Era mesmo assustador. Mas outras vezes não tinha nada por isso tinha mesmo de fingir que estava lá algo. Foi muito interessante e desafiante.

Flora & Ulisses
Ulsses, o novo super-herói da Disney | © 2021 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

A conversa continuou, com escolha de doces favoritos, e com alusão às referências da cultura pop dos super-heróis, mas para já fica um segredo nosso. Não queremos estragar-te o filme! Num filme com tantos super-heróis envolvidos, um dos pontos falados durante a entrevista foram as inúmeras referências espalhadas durante o filme.

E sim, são muitas e bastante populares junto dos fãs do género. Lena Khan, a realizadora, inspirou-se na sua infância para a criação da loja de banda-desenhada a que Flora vai, mas não se ficou por aí. O filme encontra referências a “DuckTales”, “Mysterio” e até “Buffy, a Caçadora de Vampiros”, como que um nod à participação de Alyson Hannigan na série de sucesso.

Mas, para que possas saber melhor do que falamos, convidamos-te a ver o filme em primeira mão na Disney+ Portugal, já no próximo dia 19 de fevereiro!

Vais ver a estreia de “Flora & Ulisses” na Disney+ Portugal?

Marta Kong Nunes

Fanática de cinema e séries por pura paixão, sou da geração Disney mas também das Tartarugas Ninjas, Motoratos e afins. Já passei pela obsessão de vários géneros de cinema e apesar de me considerar eclética, nada me tira o gozo de um bom filme de acção (por muito irrealista que seja). Séries também se devoram por cá, mas a magia de um filme, será sempre a magia de um filme!

Marta Kong Nunes has 2000 posts and counting. See all posts by Marta Kong Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *