Sylvester Stallone em “Rambo"

Disney, Rambo e Oliveira na 27ª edição do Curtas de Vilas do Conde

A 27ª edição do Curtas de Vila do Conde apresenta o cinema revisitado com filmes de Walt Disney, Rambo e também de Manoel de Oliveira. 

A 27ª edição do Curtas de Vila do Conde acontece entre os próximos dias 6 e 14 de julho a Vila do Conde e a edição deste ano traz projetos muito interessantes tanto do panorama cinematográfico nacional, como internacional.

A história e o património cinematográficos são enfoque do Curtas de Vila do Conde há já algum tempo. Assim, procurando valorizar o papel que a curta-metragem tem desempenhado na história da sétima arte, o Curtas de Vila do Conde apresenta agora uma nova secção: “Cinema Revisitado”.

Através dela, o público conhecerá os primeiros grandes filmes produzidos por Walt Disney, mas também assistirá a curtas-metragens de Manoel de Oliveira e de João César Monteiro, ou até mesmo ver completo a versão restaurada de “Rambo: A Fúria do Herói”, 1982 (Ted Kotcheff, USA), com Sylvester Stallone. Curiosamente, em setembro deste ano, estreia a nova sequela da saga “Rambo” intitulada “Rambo: Last Blood” (2019).

Desta forma, o Curtas de Vila do Conde quer dar atenção a uma série de obras primas, hoje em dia consideradas essenciais na história do cinema, que são um testemunho da forma como a visão do americano viria a marcar a indústria do entretenimento à escala mundial.

Lê Também:
História dos Óscares | Será que Amy Adams nunca vai ganhar?

O Festival de Curtas de Vila do Conde refere,

Da curta “Flowers and Trees”, ao grande sucesso “Os Três Porquinhos” (o primeiro de uma série de filmes de Disney a vencer o Óscar na categoria de melhor animação), passando pela primeira aparição do Pato Donald no cinema com “The Wise Little Hen” ou o remake do clássico “O Patinho Feio, de Hans Christian Andersen”. Entretenimento também na apresentação da cópia restaurada para 4K de “Rambo: First Blood”. Apresentado na selecção de Cannes deste ano, o filme, o primeiro da saga protagonizada por Sylvester Stallone, foi restaurado a partir dos negativos originais, respeitando as escolhas artísticas da produção original.

O programa completo desta secção “Cinema Revisitado” do Curtas de Vila do Conde poderá ser conhecida abaixo.

Programa “Cinema Revisitado” Curtas Vila do Conde

  • “Arabesques on the Pirosmani Theme”, Sergei Parajanov, Arménia, 1985, 25′
  • “Do Céu ao Rio”, António Reis, César Guerra Leal, Portugal, DOC, 1964
  • “Hakob Hovnatanyan”, Sergei Parajanov, Arménia, DOC, 1967, 10′
  • “Kiev Frescoes, Sergei Parajanov”, Arménia, 1966, 15′
  • “Rambo: A Fúria do Herói”, Ted Kotcheff, USA, FIC, 1982, 97′
  • “Sophia de Mello Breyner Andresen”, João César Monteiro, Portugal, DOC, 1969, 19′
  • “The Cabinet of Dr. Caligari”, Robert Wiene, Alemanha, 1919, FIC, 55′ (filme-concerto)
  • “The Movie Orgy − Ultimate Version”, Joe Dante, USA, DOC, 1968, 280′

Sessão José Régio

  • “A Glória de Fazer Cinema em Portugal”, Manuel Mozos, Portugal, FIC, 2015, 15′
  • “As Pinturas do meu Irmão Júlio”, Manoel de Oliveira, Portugal, DOC, 1965, 15′
  • “Douro Faina Fluvial”, Manoel de Oliveira, Portugal, DOC, 1931, 20′
  • “O Poeta Doido, o Vitral e a Santa Morta”, Manoel de Oliveira, Portugal, DOC, 2008, 7′
  • “Romance de Vila do Conde”, Manoel de Oliveira, Portugal, DOC, 2008, 6′

Sessão Disney Technicolor

  • “Flowers and Trees”, Burt Gillett, USA, ANI, 1932, 8′
  • “The Goddess of Spring”, Wilfred Jackson, USA, ANI, 1934, 10′
  • “The Golden Touch”, Walt Disney, USA, ANI, 1935, 10′
  • “The Old Mill”, Wilfred Jackson, USA, ANI, 1937, 9′
  • “The Tortoise and the Hare”, Wilfred Jackson, USA, ANI, 1935, 9′
  • “The Ugly Duckling”, Jack Cutting, Clyde Geronimi, USA, ANI, 1939, 9′
  • “The Wise Little Hen”, Wilfred Jackson, USA, ANI, 1934, 8′
  • “Three Little Pigs”, Burt Gillett, USA, ANI, 1933, 9′

O 27º Curtas Vila do Conde decorre entre os dias 6 e 14 de julho, e tem o apoio do programa MEDIA/Europa Criativa, da Câmara Municipal de Vila do Conde, do Ministério da Cultura, do Instituto do Cinema e Audiovisual e de vários parceiros imprescindíveis à realização do festival.

És fã de alguma destas obras?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *