Technoboss | © Doclisboa

Doclisboa 2019 | Filmes de abertura e encerramento já escolhidos

A 17ª edição do Doclisboa acontece de 17 a 27 de outubro e já foram decididos quais os filmes para as sessões de abertura e de encerramento. 

O Doclisboa já anunciou quais os dois filmes a serem exibidos nas sessões de abertura e de encerramento do festival, cuja 17ª edição acontece de 17 a 27 de outubro na capital portuguesa. Para a sessão de abertura, a organização do festival escolheu o novo filme de Eloy Enciso, “Longa Noite” e, para a sessão de encerramento, a escolha recaiu sobre “Technoboss”, de João Nicolau. Este último chegará às salas de cinema nacionais a 7 de novembro e tem no Doclisboa a sua antestreia.

Após a sua participação na Competição Internacional da edição de 2012 do Doclisboa, com o filme “Arraianos”, tal como uma participação enquanto elemento do júri do festival, em 2015 e 2017, Eloy Enciso regressa ao Doclisboa com “Longa Noite”. O filme estreou na Competição Internacional do Festival de Locarno, e marcou presença no Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF).  Em breve estará igualmente presente no New York Film Festival deste ano.

Longa-Noite
Longa Noite | © Doclisboa

“Longa Noite”, apresenta-nos o regresso de Anxo (interpretado pelo artista Misha Bies Golas) à sua vila natal, no meio rural galego. Vozes e memórias ecoam e acompanham os passos tomados por Anxo, num caminho marcado pelo peso da escuridão da noite (e, talvez, da história), pautado por pensamentos, encontros e conversas casuais.

Um filme inspirado em cartas, peças e memórias do regime franquista, leva-nos a uma reflexão essencial sobre a sociedade espanhola pós-Guerra Civil e, acima de tudo, sobre a sociedade contemporânea: uma viagem de exploração dos alicerces sociais e políticos do fascismo.

Lê Também:
MOTELx ’19 | Vencedores e balanço final

“Technoboss”, de João Nicolau também estreou na Competição Internacional de Locarno e antes da estreia nas salas nacionais chega ao Doclisboa. A comédia apresenta-nos Luís Rovisco (Miguel Lobo Antunes), sexagenário divorciado, que, perto da reforma enquanto diretor comercial da empresa SegurVale – Sistemas Integrados de Controlo de Circulação, é levado até ao Hotel Almadrava, onde se reencontra com uma antiga paixão: Lucinda (Luísa Cruz).

O filme mistura elementos do road-movie e do género musical, além de que a linha que separa a ficção da realidade é bastante ténue.

A Magazine.HD estará no Doclisboa, por isso não percas todas as novidades de mais um dos festivais portugueses para a rentrée cinematográfica.

Virgílio Jesus

Era uma vez em...Portugal um amante de filmes de Hollywood (e sobre Hollywood). Jornalista e editor de conteúdos digitais em diferentes meios nacionais e internacionais, é um dos especialistas na temporada de prémios da MHD, adepto de todas as formas e loucuras fílmicas, e que está sempre pronto para dois (ou muitos mais!) dedos de conversa com várias personalidades do mundo do entretenimento.

Virgílio Jesus has 1377 posts and counting. See all posts by Virgílio Jesus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.