© PlayStation

Erica, em análise

Já pensaste como seria jogar um filme? “Erica”, o novo jogo da Flavourworks e o mais recente exclusivo da PlayStation, leva-te ao leme de uma longa-metragem interativa e cujo final depende somente de ti.

Erica (interpretada por Holly Earl) é uma jovem assombrada por um passado misterioso e que regressa agora para a atormentar. Chegou a hora de saber a verdade mas esta pode mudar de forma consoante as escolhas do jogador. Mergulhada em mistério e no paranormal, a narrativa leva-te a diferentes desfechos dependendo do caminho escolhido. Quererás saber a verdade por detrás do passado de Erica? Ou irás correr numa tentativa de continuar a fugir ao que te persegue? Ou melhor, irás escolher ambos os caminhos?

Lê Também:
Blood and Truth (PS4) | em análise

A acompanhar a jornada da protagonista estão várias personagens, interpretadas por atores reais, cujos papéis podem ser moldados. Em quem confias, quem fazes teu adjuvante, e quem tornas teu inimigo irá ajudar-te a desvendar um pouco mais sobre o grande mistério, numa procura constante pela Verdade – se esta realmente existir – e depois de jogares o primeiro “round” certamente te irás perder em mais algumas horas para explorar novos caminhos, que levam a novas cenas, e a informação que até então se encontrava bem escondida. O modo como as personagens interagem contigo e o que te dizem dependerá em muito das tuas ações passadas e presentes, por isso, tem cuidado e não faças escolhas de animo leve.

Holly Earl (Humans, A Paixão de Van Gogh), Ian Pirie, Terence Maynard (Edge of Tomorrow), Brian F. Mulvey, Duncan Casey (A Fistful of Lead), Sasha Frost (Doctors), Chelsea Edge, Joerg Stadler (Entebbe), Dan Styles (coordenador de stunts em séries como Vikings), Louise Bangay, Nakeba Buchanan, e Elaine Fellows compõem o elenco principal do jogo, filmado em live-action e recorrendo ao stop-motion nos planos em que o jogador tem de interagir com algum objeto. Este elemento é um dos destaques de “Erica”, fundindo o universo do cinema indie com os videojogos na perfeição. As interpretações, a realização e a música, assim como a fotografia (um trabalho entre a sombra e a luz, entre o visível e o escondido, entre a verdade e a mentira), constroem um mundo imersivo do qual não quererás sair.

TRAILER | QUAL É A VERDADE DE ERICA?

Em termos de jogabilidade, o jogador tem duas opções: o touch do seu DualShock ou os seus dispositivos móveis (Android e iOS). O aplicativo “Erica App PS4” permite-te controlar o diálogo e algumas ações da personagem de forma fluída e mais interativa (possuindo uma maior área de touch). Emparelhar os aparelhos é super simples, bastando ligar a consola e abrir o app para poderes começar a jogar. Apesar de um ou outro movimento mais “perro”, nem sentirás que estás a usar um dispositivo para jogar, tornando os teus gestos naturais.

O mais recente exclusivo da PlayStation cria assim um título interativo e imersivo que mistura na perfeição o live-action e o gameplay, numa longa-metragem de cerca de hora e meia que te vai colar ao ecrã (e ao comando) desde o início! Como acaba a tua história?

Erica, em análise

Game title: Erica

Game description: Mergulha num submundo perigoso neste inovador thriller interativo para a PS4, onde entras diretamente no mundo do jogo e assumes o controlo da ação.

  • Ângela Costa - 80
80

CONCLUSÃO

O Melhor: Existência de diversos caminhos e de pelo menos três finais diferentes, dando não somente liberdade para explorar a história como também de regressar a ela após terminada a primeira vez. O casamento entre live-action e videojogo está igualmente bem concretizada, tornando esta numa experiência a não perder.

O Pior: Um movimento ou outro, como o rodar de uma chave, pode exigir inicialmente uma tentativa ou duas, resultando em movimentos pouco naturais. Apesar de quase perfeito, o mecanismo tem ainda espaço para melhoras.

Sending
User Review
3.5 (2 votes)
Comments Rating 0 (0 reviews)

Ângela Costa

Mestre em Cinema pela Universidade da Beira-Interior, sou apaixonada pelo cinema japonês e toda a cultura que o envolve. Adoro igualmente fotografia e se tiveres curiosidade passa no meu Instagram ;) Música e videojogos são dois outros grandes interesses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sending