Ernest Cline

Ernest Cline, o escritor por detrás de Ready Player One

Ernest Cline autointitula-se de romancista, guionista, pai e nerd a tempo integral. O seu primeiro romance é “Ready Player One: Jogador 1“, bestseller que domina os cinemas.

Ready Player One” conquistou lugar com um dos bestsellers do The New York Times e do USA Today. Entretanto, o livro apareceu em várias listas de “melhores do ano”. Foi durante estas reviravoltas que Steven Spielberg percebeu o potencial da obra de Ernest Cline. Os direitos para o filme foram vendidos no dia seguinte ao romance ser publicado, para a Warner Bros, onde Cline veio a escrever o guião com o Zak Penn.

Dez meses depois, Cline revelou no seu blogue que “Ready Player One” contém um easter egg elaboradamente escondido. Esta pista formou a primeira parte de uma série de testes de videojogos encenados, semelhantes ao enredo do romance. Cline também revelou que o grande prémio da competição seria um DeLorean de 1981, que foi concedido em 2012. O livro encontra-se na sua 17ª edição inglesa.

Lê Também:
Do Livro à Tela | Ready Player One: Jogador 1

O seu segundo romance, “Armada“, estreou em quarto lugar na lista de bestsellers do NYT e está a ser transformado num guião cinematográfico pelo próprio Cline e Dan Mazeau. Curiosamente, a Universal Pictures comprou os direitos de “Armada” antes de este chegar às bancas, em 2012. Atualmente, Ernest vive em Austin, no Texas, com a sua família, um DeLorean que viaja no tempo e uma grande coleção dos maiores clássicos de videojogos. É casado com a poeta e escritora bestseller de não-ficção Cristin O’Keefe Aptowicz.

Uma sequela do livro do “Ready Player One” foi confirmada em agosto de 2015. Todavia, ainda não foram divulgados pormenores, a não ser a continuação do género literário (ficção científica).

TRAILER | CONHECE A ADAPTAÇÃO DO LIVRO ESCRITO POR ERNEST CLINE

O videojogo favorito de sempre de Cline é “Black Tiger”, que aparece proeminentemente no enredo do “Ready Player One”. Qual é o teu?

Luis Telles do Amaral

Escritor de O Diário da Pandemia, administrador do blogue Para Lá da Kapa e a licenciar-se em Microbiologia. Considero-me um devorador de livros nato e fã assíduo do grande ecrã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *