Zendaya | © HBO

Euphoria | Terá a HBO ido longe demais?

A HBO promete testar os teus limites com a sua nova série original Euphoria, protagonizada por Zendaya!

Se drogas, sexo, crises de identidade ou redes sociais te soam a cliché, então prepara-te para descobrir “Euphoria.” A nova aposta original da HBO tem estado a deixar a internet em alvoroço, prometendo pôr à prova os limites dos espectadores mais liberais.

“Euphoria” é baseada numa série Israelita com o mesmo título, acompanhando um grupo de estudantes que têm de lidar com drogas, sexo, identidade, trauma, redes sociais, romance e amizade. De acordo com o seu criador, Sam Levinson, a série também irá refletir a sua própria experiência com drogas e reabilitações. A uma primeira vista tem potencial para se tornar uma versão atualizada de “Kids” (1995), a longa-metragem de culto assinada por Larry Clark. Mas, teremos de esperar para ver…

Lê Também:
HBO Portugal | As séries mais populares da plataforma

Segundo o The Hollywood Reporter, “Euphoria” inclui cenas de sexo adolescente com asfixia à mistura, overdoses e até uma montagem com mais de 30 pénis. Aparentemente, este tipo de cenas será introduzido logo a partir do primeiro episódio. No entanto, Casey Bloys, diretor da programação da HBO, afirma que estas não foram desenhadas para chocar

Não é chocante por ser chocante. Poderá parecer que estamos a testar os limites, e a ideia de os colocar na televisão pode sê-lo, mas alguém os viveu [referindo-se a Levinson].”

Zendaya (“O Grande Showman“; “Homem-Aranha: Regresso a Casa“) lidera o jovem elenco composto por Austin Abrams (“Cidades de Papel“), Algee Smith (“O Ódio Que Semeias”), Sydney Sweeney (“Sharp Objects”), Alexa Demie (“Mid90s”) e Jacob Elordi (“A Banca dos Beijos”). Produzida em parceria com a A24, “Euphoria” é da autoria de Levinson e co-escrita por Ron Leshem, Daphna Levin e Tmira Yardeni.

TRAILER | EUPHORIA, A SÉRIE QUE IRÁ TESTAR OS TEUS LIMITES

A série estreia dia 17 de junho, em exclusivo na HBO Portugal. Curioso?

Inês Serra

Cresci a ir ao cinema, filha de pais que iam a sessões duplas...Será genético? Devoro livros e algumas séries. Fã incondicional do fantástico e do sci-fi. Gostaria de viver todos os dias com o mote Spielbergiano - "I dream for a living"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *