Stefano Accorsi em destaque em "Il Campione" © Groenlandia e Rai Cinema

13ª Festa do Cinema Italiano | Il Campione, em análise

Stefano Accorsi continua a ser uma presença assídua no cinema italiano, desta vez com “Il Campione”, a primeira longa de Leonardo D’Agostini. 

Nos últimos anos Stefano Accorsi tem sido uma presença constante no cinema italiano. Em 2019, para além de participar em “La Dea Fortuna”, que também estreia nesta 13ª Festa do Cinema Italiano, fez parte do elenco de “Il Campione“, uma vez convidado pelo seu amigo Matteo Rovere, aqui na tarefa de produtor.

Accorsi é atualmente um dos nomes mais conceituados da sétima arte daquele país, onde se destacam performances aclamadas em “Veloce Come il Vento” (Matteo Rovere, 2016), “Le Fate Ignoranti” (Ferzan Ozpetek, 2001) ou “Radio Arrow” (Luciano Ligabue, 1998). De “Il Campione” resultou novamente alguns aplausos da crítica italiana, afinal é mesmo a sua participação o ponto mais forte de uma longa-metragem sobre desporto, que é inclusive a estreia na realização de Leonardo D’Agostini.

Il Campione
Stefano Accorsi e Andrea Carpenzano em “Il Campione” (2019) © Groenlandia e Rai Cinema

Apesar de não ser um remake de “O Campeão“, realizado por King Vidor em 1931 ou sequer no filme do mesmo nome de 1979 de Franco Zeffirelli, “Il Campione” também focaliza a sua drama no desporto. Só que em vez do enfoque no boxe somos levados ao mundo do futebol, cujas complexidades e sensibilidades dos seus profissionais parece ser poucas vezes dramatizada pela sétima arte. Bastou um cineasta italiano inexperiente para contar uma história que apesar de elementar não deixa de levantar algumas questões, sobre as personalidades e a vida íntima dos homens do desporto mais amado do público.

Na trama, o jovem ator Andrea Carpenzano é Christian Ferro, um bem sucedido jogador de futebol do A. S. Roma, com apenas 20 anos e vários milhões de euros na carteira. Famoso na televisão, nas redes sociais e pelo mundo fora, consegue destacar-se quer dentro como fora de campo. No entanto, quando não tem os pés na bola, Christian não é um jovem calmo e está sempre envolto em polémicas, que acabam geralmente com acidentes de viação e na destruição parcial do capot dos seus Lamborghini. Esta situação é provocada por um passado recheado de tumultos que bloquearam o seu desenvolvimento pessoal, cultural e até social. Para o presidente do clube desportivo falta ao jovem a escolaridade e é por isso que decide contratar um professor que o ajude a superar um simples teste de liceu.

Il Campione
Stefano Accorsi em “Il Campione” © Groenlandia e Rai Cinema

São muitos os potenciais professores que aparecem na entrevista de trabalho, alguns deles são mesmo fãs renhidos dos jogador, mas é Valerio (Stefano Accorsi) que consegue convencer o presidente de que é pessoa mais indicada para ensinar Christian. Afinal Valerio não se importa nada com futebol, nem sequer sabe quem é Christian, e prefere estar mergulhado na literatura e nos romances históricos mais importantes alguma vez publicados. A escolha não poderia ser mais peculiar. Neste momento, pensamos que a narrativa, com alguns toques de comédia – semelhantes aquele tipo de comédia barata e popular de muitos filmes italianos  – não se irá desenvolver para algo mais emocionante. Mas não deixa de ser surpreendente a forma como a incorporação da personagem de Valerio dará uma reviravolta no tom do filme, que se encaminha para o drama e consegue desenvolver temáticas pertinentes.

Isto acontece pelo sensível e delicado argumento de Leonardo D’Agostini em colaboração com Antonella Lattanzi e Giulia Steigerwalt. A presença de argumentistas femininas pode ter sido a razão suficiente para dar uma sensibilidade a uma história completamente dominada e protagonizada por homens. A narrativa de “Il Campione” está preocupada em explorar os traumas psicológicos de Christian e Valerio e nunca cai no ridículo quando aborda apenas estas duas personagens. São esses os melhores momentos que o filme oferece… Há algo a dizer sobre estas personagens completamente opostas, que deixarão de ter dificuldade em se comunicar.

Pouco a pouco vem mesmo à superfície que Christian tem grandes problemas de dislexia, que só Valerio consegue entender, e não é tão estúpido como pensa, ou como os meios de comunicação cor de rosa lhe consideram. Para a obra, nota-se a forma como por detrás da imagem de marca há um jovem com problemas familiares alarmantes, consequência direta da relação com o pai e com a mãe. Christian, essa mistura de Totti, De Rossi ou até Cristiano Ronaldo, é um reflexo claro de muitos adolescentes com talento facilmente influenciados e atraídos pelo mundo futebolístico, normalmente considerados como meras máquinas fazedoras de milhões.

Em “Il Campione” irrompe, de certa forma, uma crítica subtil ao atual sistema de ensino, presente na Europa e até um pouco por todo o mundo, que acaba por marginalizar e menosprezar aqueles que não se enquadram cegamente nas suas desgastadas metodologias. O método de aprendizagem de Christian precisa de ser diferente. A aprendizagem inovadora que Christian terá de superar é curiosamente um reflexo da forma como o ser humano aprendeu a ser espectador, de uma maneira visual, porque muitas vezes dessa forma conseguimos entender melhor os feitos mais marcantes da História. Leonardo D’Agostini consegue entregar-nos uma dinâmica especial, com um toque realista ainda mais importante quando o protagonista identifica fragilidades no professor. Sem revelar demasiado, Valerio é uma personagem como problemas matrimoniais, que são ser desvendados à medida que vai ganhado confiança de Christian.

Il Campione
Ludovica Martino assume o papel feminino de maior destaque em “Il Campione” © Groenlandia e Rai Cinema

A amizade especial que se desenvolve entre estas almas fragilizadas vai além de detalhes anedóticos. Neste caso, é o futebol que permite superar as dores, é o futebol que trará um entendimento mútuo entre os protagonistas e a aceitação dos seus traumas. Quanto à banda-sonora de Ratchev e Carratello são muitos os temas que parecem retirados das obras de Trent Reznor e Atticus Ross, sobretudo d'”A Rede Social” (2010), com apoteose nas sequências realistas filmadas no campo do A.S. Roma. Aos poucos e há medida que são marcados pontos e golos por Christian na escola e no campo há uma possibilidade das personagens se reinventarem. Afinal o futebol também pode ser sinónimo de maturidade…

A relação de Christian e Valerio em “Il Campione” poderia ser a de um filho que tenta reconstruir uma relação com a pessoa que mais facilmente se assumiria como seu pai e vice-versa. Não será por acaso que Leonardo D’Agostini dedicou a sua primeira obra ao seu próprio progenitor. Afinal a aproximação à trama de “O Campeão” não está tão descabida, só que desta vez há uma adaptação às novas exigências do cinema contemporâneo e dos novos públicos.

Face às dificuldades do atual panorama cinematográfico, precisamos de mais obras como “Il Campione” que relembrem o quanto é agradável passar umas horas no cinema e deixar-se levar por personagens banais, mas que poderiam ser reais. Os estereótipos estão lá, assim como a história de amor desnecessária (que pouco parece influenciar a redenção do jogador), mas há conteúdo suficiente para discutires o filme no final do visionamento.

Il Campione | Sessões em sala

A Festa do Cinema Italiano começa a 4 de novembro, em Lisboa, seguindo depois por outras cidades portuguesas. Com distribuição internacional da responsabilidade da True Colours, “Il Campione” terá as seguintes sessões.

  • Lisboa | 05 Nov | 18h45 | Cinema UCI El Corte Inglés
  • Lisboa | 08 Nov | 00h | Cinema UCI El Corte Inglés
  • Porto | 06 Nov | 19h | Cinema Trindade
  • Setúbal | 08 Nov | 20h30 | Auditório Charlot

Caso queiras comprar os bilhetes para uma destas sessões, sabe o que fazer neste nosso artigo! Se não tiveres oportunidade de assistir a este filme em sala, não o percas na Filmin Portugal.

Trailer de “Il Campione”

Il Campione não tem data de estreia nas salas comerciais, por isso não percas a oportunidade de assistir a este filme especialmente feito para aqueles que querem passar um bom momento no grande ecrã durante a 13ª Festa do Cinema Italiano. 

Il Campione

Movie title: Il Campione

Movie description: Christian Ferro, filho dos subúrbios e o grande “orgulho de Roma”. Ferro é um jogador de futebol extremamente talentoso, mas indisciplinado e emocionalmente complexo. Após vários episódios de distúrbios e desacatos, o presidente da sua equipa designa um tutor para ajudar a controlar o seu temperamento. Valerio é um professor tímido e solitário que vive à sombra do passado, exatamente o oposto do campeão. Aprenderão um com o outro e disto nascerá uma inesperada relação.

Country: Itália

Duration: 116'

Director(s): Leonardo D'Agostini

Actor(s): Andrea Carpenzano, Stefano Accorsi, Massimo Popolizio, Anita Caprioli, Mario Sgueglia

Genre: Desporto, Drama

  • Virgílio Jesus - 60
60

Summary

Não será certamente o melhor filme italiano da 13ª Festa do Cinema Italiano, mas em alguns momentos da trama há a sensibilidade necessária para uma história que pretende mostrar o lado mais humano dos jogadores de futebol. Além disso, tem sequências giradas na sua totalidade no campo do AS Roma, sem cenários concebidos digitalmente.

Pros

Stefano Accorsi não falha, e Andrea Carpenzano oferece as qualidades dramáticas satisfatórias sobre uma história de carinho e amizade entre dois homens de mundos opostos.

Cons

O argumento tem as fragilidades e arquétipos comuns a uma primeira longa-metragem e infelizmente deixa algumas pontas soltas. As personagens femininas têm pouquíssimo espaço e não têm qualquer pertinência para a narrativa.

Sending
User Review
0 (0 votes)
Comments Rating 0 (0 reviews)

Virgílio Jesus

Era uma vez em...Portugal um amante de filmes de Hollywood (e sobre Hollywood). Jornalista e editor de conteúdos digitais em diferentes meios nacionais e internacionais, é um dos especialistas na temporada de prémios da MHD, adepto de todas as formas e loucuras fílmicas, e que está sempre pronto para dois (ou muitos mais!) dedos de conversa com várias personalidades do mundo do entretenimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sending