© The Film Company

13 filmes para celebrar o Dia do Cão

[tps_header]

Na data em que se celebra o Dia do Cão, deixamos-te 13 sugestões de filmes do século XXI em que os caninos são o centro das atenções.

Descendente do lobo, o cão é o mais antigo animal domesticado do mundo. Ao longo do séculos, os caninos têm sido utilizados para as mais variadas funções sociais, dadas as suas habilidades e características físicas. Seja como guarda, pastor de rebanhos, guia de invisuais ou animal de caça, são inúmeras as funções atribuídas aos cães. Porém, o seu maior atributo é a fidelidade que este animal tem para com o seu dono, sendo considerado o melhor amigo do Homem.

Lê Também:   Os 15 melhores cães do cinema de animação

Com um espírito protetor e aventureiro, há muito que os cães se tornaram importantes personagens nas telas de cinema, havendo filmes totalmente dedicados aos nossos amigos patudos. Como tal, em sequência das comemorações do ‘Dia do Cão’, a MHD preparou um portefólio com 13 filmes em que os caninos são o centro das atenções. Nas longas-metragens selecionadas, destaca-se a lealdade, a bravura e o coração doce destes animais de estimação, considerados por muitos humanos verdadeiros companheiros de vida. Ora vê!

[/tps_header]

ANTÁRTIDA – DA SOBREVIVÊNCIA AO RESGATE (2006)

Antártida
Photo by CHRIS LARGE – © 2005 Buena Vista Pictures Distribution and Winking Productions GmbH & Co. KG

Jerry é convidado a levar um professor investigador ao Monte Melbourne com um trenó puxado a cães. Ao chegarem ao destino, os dois são obrigados a retornar à base dada a aproximação iminente de uma tempestade. No caminho, o professor cai à água gelada e um dos cães ajuda no salvamento do literato. Já no acampamento, a tripulação é resgatada, mas os caninos são deixados para trás por falta de espaço. Apesar de Jerry tentar a todo o custo regressar para resgatar os animais, a permissão apenas lhe é concedida ao fim de cinco meses. No entretanto, vislumbra-se o esforço que os cães fazem para sobreviver ao gelo que se faz sentir, bem como à falta de comida e privação de bens essenciais.

“Antártida – Da Sobrevivência ao Resgate” é um remake de um filme japonês de 1983, tratando-se de uma longa-metragem baseada na Expedição de Pesquisa Antártida Japonesa de 1958. No evento original, apenas dois dos 15 cães sobreviveram ao resgate.


MARLEY E EU (2008)

Marley e Eu
“Marley e Eu” (2008) ©Twentieth Century Fox

Quando John e Jenny decidem ser pais, um amigo do casal sugere que estes adotem um cão para ganharem alguma responsabilidade. Os dois decidem seguir a sugestão e adotam Marley, um indisciplinado cachorro que passa os dias a fazer asneiras. Ainda assim, o comportamento do animal dá origem a uma boa coluna semanal no jornal onde trabalha John, o que faz disparar as vendas. Ao fim de um tempo, o casal consegue finalmente ter um filho e Marley continua a acompanhar o crescimento da família. Após longos anos de fieldade aos seus donos, o cão começa a apresentar sinais de velhice e John vê-se obrigado a deixar partir o seu animal para evitar o sofrimento deste.

Já todos nos emocionámos com esta história verídica que se baseou nas memórias deixadas por John Grogan. O curioso é que, para poder abranger os 14 anos de vida de Marley, foram necessários recorrer a 22 labradores para interpretar as várias fases do animal de quatro patas. O filme chegou mesmo a ganhar um Teen Choice Award.


BOLT (2008)

Bolt
Bolt © Disney

Penny e Bolt, o seu cachorrinho, são os protagonistas de uma série televisiva em que o animal tem super-poderes capazes de deter os criminosos da cidade. Porém, o cão desconhece tratar-se de um programa de televisão e acredita que os poderes são reais. Certo dia, Bolt pensa que Penny está desaparecida na vida-real e acaba por ser enviado para Nova Iorque, onde protagoniza uma busca incansável pela sua dona. Ao perceber que é um cão normal, o animal faz novos amigos e chega a Hollywood a tempo de salvar Penny de um terrível incidente provocado pelo seu substituto.

Indicado ao Óscar de Melhor Filme de Animação, “Bolt” foi amplamente indicado aos mais altos prémios da indústria cinematográfica e recebeu distintas críticas.


HACHIKO – AMIGO PARA SEMPRE (2009)

Hachiko
Richard Gere em “Hachiko “(2009) |©LLC. All Rights Reserved.

Quando Parker regressa da universidade onde dá aulas, depara-se com um cachorro abandonado na estação de comboios e decide adotá-lo. A partir desse momento, os dois tornam-se inseparáveis até que o cão decide ir à gare esperar pelo retorno do seu dono após um dia de trabalho. Este gesto acaba por se tornar uma rotina até ao dia em que Parker falece na sala de aula e Hachiko permanece à sua espera na estação. Daí para a frente, o cão continua a manter a rotina de espera todos os dias, mesmo sabendo que o seu dono já não irá retornar. A lealdade do canino acaba mesmo por virar notícia e o animal continua a sua longa espera por mais 10 anos até que reencontra Parker numa outra vida.

Esta emocionante história é verídica e aconteceu no Japão, onde um cão continuou a espera pelo seu dono numa estação de comboios por quase uma década. Atualmente, existe uma estátua de homenagem ao canino e uma outra foi erguida nos EUA no local de filmagens de “Hachiko – Amigo para Sempre”.


CÃO VERMELHO (2011)

Cão Vermelho
© 2011 – Endymion Films

Red Dog é um cachorro que faz amizade com John e os mineiros que trabalham na cidade do seu novo dono. Habituado a acompanhar o seu humano para todo o lado, o cão torna-se um fiel membro da comunidade. Certo dia, John casa-se com Nancy e pede ao seu animal que espere por ele na caravana da sua noiva, mas acaba por ter um acidente no caminho e falece. Contudo, o cachorro continua pacientemente a aguardar a chegada do seu dono, e quando este não aparece, o animal parte numa desenfreada busca por John. Mais tarde, o cão regressa à comunidade visivelmente doente e quando os mineiros se mostram incapazes de acabar com o sofrimento de Red Dog surge um camionista encarregue de levar até à cidade a estátua de um explorador australiano. Ao descobrirem o cão morto no túmulo do seu dono, a comunidade pede ao camionista que troque a estátua por uma de Red Dog e colocam-na no centro da cidade.

Baseado numa história real que aconteceu em Pilbara, onde ainda hoje existe uma estátua do fiel cão, Nancy Gillespie publicou uma obra com as memórias que a comunidade tinha de Red Dog. Foi exatamente esse o livro que inspirou a produção de “Cão Vermelho”, um filme que venceu dezenas de prémios da indústria.


ODDBALL – O GUARDIÃO DOS PINGUINS (2015)

Odball
© The Film Company

Oddball vive numa pequena ilha rochosa habitada por uma reserva de pinguins. Numa tentativa de transformar o local numa zona de observação de baleias, alguém decide lançar na ilha raposas para que estas capturem os pinguins existentes. Porém, quando um dos animas selvagens ataca a pequena ave, Oddball intervém salvando-a, o que suscita um grande interesse pelos moradores da ilha. Desta feita, estes decidem treinar o cachorro para proteger a comunidade de pinguins, missão que o cão encara com grande brio, mesmo após ser sedado por um tranquilizante. No fim, a reserva de pinguins não pára de crescer, ficando as aves a salvo das garras das manhosas raposas.


A VIDA SECRETA DOS NOSSOS BICHOS (2016)

A Vida Secreta dos Nossos Bichos
© NOS Audiovisuais

A Vida Secreta dos Nossos Bichos” mostra o dia-a-dia de muitos animais de estimação que vivem num prédio, mas os nossos amigos caninos possuem um lugar de destaque na longa-metragem. O filme centra-se no momento em que o dono de Max decide adotar um cão vadio que faz o primeiro temer que lhe roubem o lugar. Para evitar um domínio do novo inquilino, Max tenta abandoná-lo, mas estes são atacados por um grupo de gatos que lhes rouba as coleiras com as suas identificações. Após serem capturados pelo canil, os animais tentam mistrurar-se com os outros cachorros presos, fingindo serem ambos vadios. As aventuras destes dois rivais acaba por os aproximar de uma forma que eles nunca haviam imaginado.


JUNTOS PARA SEMPRE (2017)

Juntos para Sempre
Photo by Photo Credit: Joe Lederer – © Universal Pictures /DreamWorks II Distribution Co., LLC and Walden Media, LLC. All Rights Reserved.

“Juntos para Sempre” conta a história de um cão que morre num canil nos anos 50 e renasce sucessivamente num novo corpo, mas sempre com as memórias do passado. Na primeira vez, o canino regressa à vida uma década depois, sendo salvo por uma criança que o adota e faz dele um companheiro do dia-a-dia, até ao dia em que o jovem se vê envolvido num acidente que lhe destrói os sonhos e o cão acaba por falecer. Ao longo do tempo, o animal vai renascendo mais três vezes, até que já em 2014 ele é adotado por uma família que o negligencia e decide fugir até que reencontra o seu primeiro dono, agora idoso, e com ele decide passar os últimos dias de vida. 

Com uma crítica positiva, uma sequela de “Juntos para Sempre” estreou nos cinemas em 2019. Este segundo capítulo inicia-se com o cachorro já idoso a viver na quinta com o seu velho dono e a neta deste. Quando a mãe da pequena decide levá-la para a cidade, o cão morre e retorna à vida como um cachorrinho pronto para se aventurar e proteger a descendente do seu amado dono.


ILHA DOS CÃES (2019)

Ilha dos Cães
Ilha dos Cães | © Big Picture Films

No Japão, os cães são contaminados com uma gripe altamente contagiosa e o Presidente da cidade decide enviar todos os caninos para uma ilha que se transforma na ‘Ilha dos Cães’. Desesperado por encontrar o seu animal, Atari embarca numa difícil aventura até que descobre o seu cão. Ao mesmo tempo, o jovem fabrica uma cura para a doença, mas o Presidente da cidade recusa o tratamento uma vez que pretende fuzilar todos os animais. Contudo, este perde as eleições devido ao escândalo e Atari é eleito por ser sobrinho do ex-Presidente. O jovem decide então fazer regressar todos os cães à cidade, curando-os da gripe infecciosa.

O sucesso de “A Ilha dos Cães” valeu inúmeras nomeações do filme a altos prémios da indústria cinematográfica, como o Óscar de Melhor Filme de Animação, o BAFTA da mesma categoria e também o Globo de Ouro, entre muitas outras distinções.


A DAMA E O VAGABUNDO (2019)

filmes na tv
A Dama e o Vagabundo © Disney+

Todos nós conhecemos “A Dama e o Vagabundo”, o filme de animação da Disney estreado em 1955. Porém, aproveitando a grande vaga de remakes que se tem vindo a notar nos últimos anos, Charlie Bean produziu uma nova adaptação da conhecida longa-metragem em 2019. Contudo, o norte-americano fez história ao lançar o filme diretamente na plataforma Disney+, tornando “A Dama e o Vagabundo” no primeiro remake a não estrear nas salas de cinema.

A longa-metragem centra-se na típica história de amor impossível dadas as desigualdades das classes sociais. Enquanto Lady é a cadela de uma família com algum estatuto financeiro, Tramp é um cão vadio que deambula pelas ruas da cidade, roubando comida e fazendo patifarias. Quando os dois animais se conhecem, Tramp diz a Lady que a dona dela está grávida e que esta se esquecerá rapidamente da cadela. Contudo, ao saber a identidade do vagabundo, Lady expulsa-o, mas acaba por confirmar que ele tinha razão. Sentindo-se abandonada, a cadela foge de casa e é salva pelo cão de rua, passando com ele o resto da noite até que é capturada pelo homem do canil. Passadas muitas trapalhadas, Tramp revela-se um cão fiel ao seu novo amor e acaba por ser adotado pelos donos de Lady.


TOGO (2019)

Togo
Film Frame © 2019 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved

Seppala e Constance tornam-se donos de um recém-nascido Husky que rapidamente divide as opiniões entre o casal. Enquanto Seppala tenta ao máximo evitar que o cachorro se misture com o resto da matilha por ser um cão fraco e trapalhão, a sua esposa decide que este merece uma oportunidade. Rapidamente o homem percebe que o pequeno canino tem uma resistência superior à dos outros cães, o que lhe permite correr mais rápido que o resto. Quando uma epidemia de difteria se espalha pela cidade, cabe a Togo, o cão que entretanto se tornou famoso pela sua rapidez, atravessar um severo clima para conseguir trazer para a comunidade a cura.


CRUELLA (2021)

Cruella Disney
Cruella | © Disney

Quando pensamos em dálmatas, a imagem de Cruella de Vil vem-nos automaticamente à mente. Isso deve-se ao enorme sucesso que o filme “101 Dálmatas”, da Disney, tem vindo a ter desde os anos 90 até hoje. E todos os grandes êxitos merecem regressar ao cinema através de remakes. Foi exatamente o que aconteceu em 2021, quando a Disney Studios decidiu produzir “Cruella“, uma nova adaptação da longa-metragem que teve Glenn Close como protagonista. No filme original, Cruella tenta capturar os cachorrinhos para fazer deles um casaco de peles único. Nesta nova versão, Cruella é uma criança criativa que vê a sua mãe ser morta por três dálmatas, ganhando por eles um enorme rancor. Rapidamente a jovem se dedica ao trabalho de designer para conseguir uma vaga na empresa da mulher que mandou matar a sua progenitora, conseguindo assim formar a vingança perfeita.


CLIFFORD – O GIGANTE CÃO VERMELHO (2021)

Clifford: O Cão Vermelho
© NOS Audiovisuais

Emily, uma menina que é vítima de bullying, é apresentada a um peculiar cachorro vermelho que cresce conforme o amor que recebe. Apesar de rejeitar ficar com o animal, este infiltra-se na sua mochila e acaba por ir para casa com a jovem rapariga. No dia seguinte, o cão surge gigante, ficando difícil escondê-lo do proprietário do prédio onde vive Emily. Contudo, o tamanho pouco usual do cachorro torna-se um fenómeno nas redes sociais e um homem mal intencionado decide fingir que o animal é seu, fazendo com que a polícia procure localizar o cão para o devolver ao dono. Ainda assim, Emily consegue salvar Clifford, impedindo que este seja submetido a uma operação.

[tps_footer]

Gostas de cães? Que outros caninos te recordas de ver no grande ecrã?

[/tps_footer]

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *