My Week with Marilyn © The Weinstein Company

Grandes Filmes na TV | Semana de 27 de janeiro a 2 de fevereiro

Eis a nossa recomendação dos grandes filmes na TV desta semana. Uma receita que te fará sentir mais cinéfilo! Semana de 27 de janeiro a 2 de fevereiro. 

Esta semana a programação dos filmes da tv da Magazine.HD destaca grandes interpretações de mulheres que apesar de terem sido nomeadas aos Óscares, não conseguiram arrecadar a estatueta dourada. Essas atrizes são: Glenn Close – a atriz viva mais vezes nomeada sem nunca ter ganho -, Jennifer Lawrence, Michelle Williams e Sandra Bullock.

Destaque ainda para outros filmes nomeados e vencedores de alguns prémios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas como “Dunkirk”, vencedor nas categorias de Melhor Montagem, Melhor Montagem de Som e Melhor Mistura de Som. A obra, enquadra-se no conjunto de filmes aclamados pela Academia que utilizam a guerra para contar não só uma história, como também para fazerem uso das técnicas cinematográficas mais avançadas, como o particular caso de “1917”. A única diferença entre ambos é que “Dunkirk” é sobre um episódio particular da Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945) e “1917” foca na Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918/19).

A grande estreia destes filmes na tv, no entanto, é de “Oitavo Ano” protagonizado pela jovem atriz Elsie Fisher, num dos projetos independentes mais aclamados de 2018, eleito um dos melhores filmes do ano pelo American Film Institute. A obra realizada por Bo Burnham pode ser vista nos recém transformados Canais TVCine.

1 de 7

SEGUNDA-FEIRA, 27 de janeiro – “A Mulher”, Filmin Portugal

glenn close oscares a mulher
A MULHER recebeu somente uma nomeação, para Melhor Atriz Principal (Glenn Close) © Cinemundo

Depois de 40 anos de casamento, Joan e Joe são um casal que se complementa. Onde Joe é mais informal, Joan é elegante. Quando Joe é vaidoso, Joan é terra a terra. Joe gosta do seu papel de figura pública e de grande novelista norte-americano enquanto Joan alimenta o seu considerável intelecto, graça, charme e diplomacia em ser a mulher por detrás de um homem. Quando Joe está prestes a receber o Prémio Nobel pela Literatura, Joan começa a reflectir seriamente sobre os compromissos comuns, os secretos e as traições.

1 de 7

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *