Crédito editorial: DANIEL CONSTANTE / Shutterstock.com / ID: 1533066554

Google Maps perde uma das melhores funcionalidades

Há más notícias para os condutos que usam o Google Maps! Isto porque a aplicação vai perder uma ferramenta bastante útil.

O Google Maps tornou-se uma bússola indispensável para condutores. Oferece trajetos precisos, atualizações em tempo real do trânsito e sugestões de navegação inteligente. Capaz de identificar congestionamentos, acidentes e percursos alternativos, tornou-se um aliado vital para a eficiência no trânsito.

Lê Também:   Melhor funcionalidade do WhatsApp chega já em 2024

Além disso, integrações com informações sobre pontos de interesse, estações de serviço e restaurantes ajudam os condutores a na planificação de paragens estratégicas. A sua adaptação em várias plataformas e a constante evolução, incluindo recursos como a navegação por voz, garantem uma condução mais segura e tranquila, apresentando-se como uma ferramenta essencial para enfrentar os desafios das viagens.

Contudo, surgem agora novidades… que não são as melhores. De acordo com o site 9to5Google a empresa tem planos para descontinuar o Modo de Condução, integrado no Google Maps, já em fevereiro. Esta funcionalidade foi concebida como uma alternativa ao Modo de Condução do Assistente Google. No entanto, esta descoberta ainda não foi confirmada ou negada oficialmente pela empresa.

Lê Também:   Google Chrome recebe funcionalidade muito aguardada pelos utilizadores



GOOGLE MAPS: O QUE ESTÁ EM CAUSA?

google maps
Crédito editorial: BigTunaOnline / Shutterstock.com / ID: 1041071659

Ao que tudo indica, conforme se pode ver numa das strings é sugerido aos utilizadores que usem o Assistente Google. A estratégia da Google parece passar por promover o uso do seu Assistente para certas atividades que antes eram feitas no Modo de Condução, como chamadas, mensagens de texto ou controlar a reprodução de conteúdo.

Lê Também:   O truque secreto para ganhar espaço no iPhone sem apagar fotografias ou vídeos

No entanto, esta abordagem tem sido criticada pelos utilizadores, especialmente porque nem todos estão confortáveis em utilizar comandos de voz. Além disso, nem todas as funcionalidades podem ser adaptadas para este formato, o que sugere que o sistema poderá ficar mais limitado.

O que achas desta medida da Google?



Também do teu Interesse:


About The Author


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *