Joon Young Jung | ©MakeUs Entertainment

K-Pop | Dois cantores foram condenados a prisão

Em consequência do maior escândalo sexual no universo K-Pop, dois ex-ídolos acabaram de ser condenados a prisão.

Dois agora ex-ídolos K-Pop foram condenados por violação, recebendo penas de prisão efectiva. Esta sexta-feira (29 de Novembro), Jung Joon Young, de 30 anos, e Choi Jong Hoon, de 29 anos, foram considerados culpados de terem violado mulheres embriagadas que não conseguiam dar o seu consentimento para os atos, com Joon Young a filmar os atos que acabaram por ser partilhados na internet.

O tribunal de Seul deu 6 anos de prisão para Jung e 5 anos para Choi. O juiz mencionou no seu veredicto que os dois fizeram atos degradantes contra mulheres e que era muito difícil de imaginar a dor que as vítimas terão sofrido.

Lê Também:
K-Pop | O escândalo mais assolador do ano

Os dois têm uma semana para recorrer das acusações, que incluem casos de violação de 2016. O tribunal também fez com que os dois tenham de participar num programa para tratamento de violência sexual durante 80 horas.

Jung, que deixou a indústria em Março, revelou que tem remorsos pelas suas ações que vai ter que viver com isso. Depois de ter sido preso em Março, Jung foi um dos cinco músicos que foram colocados em investigação durante o escândalo sexual que ficou conhecido como “Burning Sun Scandal”.

A investigação seguiu um chat online onde vários artistas alegadamente partilhavam vídeos explícitos de, pelo menos, 10 mulheres em atos sexuais que não tinham dado o seu consentimento para tal.

VÍDEO | VÊ UM DOS ÚLTIMOS SINGLES DE JUNG JOON YOUNG, O EX-ARTISTAS K-POP

O que pensas deste resultado?

Ana Inês Carvalho

Licenciada em História de Arte. Viciada em filmes e música, em especial k-pop, e também wrestling.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *