Pormenor da Capa de Inner Song (foto de Kim Hiorthøy)

Kelly Lee Owens anuncia novo álbum com “Melt!”

Inner Song é o segundo álbum da produtora de tecno experimental Kelly Lee Owens. Ouve aqui o single principal “Melt!”.

A cantora e produtora de música eletrónica experimental Kelly Lee Owens impressionou-nos a todos com o seu homónimo álbum de estreia, lançado em 2017. Longe de ter estado ausente, esta britânica do País de Gales lançou remisturas de St. Vincent e Björk, o duplo single “Let It Go/ Omen” e a recente colaboração com Jon Hopkins. Agora veio, finalmente, o anúncio do segundo esforço, Inner Song, que chegará às lojas no dia 1 de Maio por meio da Smalltown Supersound. Com o anúncio foi também partilhado o single principal, “Melt!”, acompanhado de um videoclipe que podes ver mais abaixo.

Lê Também:
Jon Hopkins e Kelly Lee Owens brilham em "Luminous Spaces"

Segundo um comunicado de imprensa, no álbum Inner Song Kelly Lee Owens “mergulha profundamente na sua psique – laborando por entre as lutas enfrentadas nos últimos anos – e explora a dor pessoal, ao mesmo tempo que abraça a beleza do mundo natural.” O disco resultou do que Owens descreve como “os três anos mais difíceis da minha vida… a minha vida criativa e tudo aquilo por que trabalhei até àquele momento foi profundamente impactado. Não estava certa de conseguir fazer mais nada, e foi preciso muita coragem para chegar a um ponto em que pudesse voltar a criar.” O título foi emprestado da obra de 1972 do mestre de jazz livre Alan Silva e “reflecte o que foi fazer este disco; fiz uma data de trabalho interior durante este anos”.

No novo disco poderemos ouvir um cover pouco convencional dos Radiohead ou a voz do conterrâneo John Cale sobre uma balada psicadélica, para além do sonoramente distinto mas ainda assim essencial “Melt!”, um dançável tema tecno. Nele, Kelly Lee Owens comenta as alterações climáticas por meio de amostras sonoras de gelo glacial a derreter e pessoas a patinar em finas camadas de gelo: “Eu queria criar alguma coisa que soasse pesado mas com amostras orgânicas. Pareceu-me que seriam grandes representações do que está a acontecer no mundo, que a cada instante respiramos e dormimos, isto está-se a dar.” No vídeo, realizado pela cineasta Laneya Billingsley, uma conexão é estabelecida entre os nossos corpos e a terra, mostrando que os dois são inseparáveis.

KELLY LEE OWENS | “MELT!”

KELLY LEE OWENS, INNER SONG | Alinhamento

  1. “Arpeggi”
  2. “On”
  3. “Melt!”
  4. “Re-Wild”
  5. “Jeanette”
  6. “L.I.N.E.”
  7. “Corner Of My Sky”
  8. “Night”
  9. “Flow”
  10. “Wake-Up”

Maria Pacheco de Amorim

Literatura, cinema, música e teoria da arte. Todas estas coisas me interessam, algumas delas ensino. Sou bastante omnívora nos meus gostos, mas não tanto que alguma vez vejam "Justin Bieber" escrito num texto meu (para além deste).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *